.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

"COMO O MEU PAI ME ENVIOU,TAMBÉM EU VOS ENVIO." - Olívia Coutinho


SOLENIDADE DE PENTECOSTES
 
Dia 04 de Junho de 2017
 
Evangelho de Jo,20, 19-23
 
 
Com muita alegria, celebramos hoje, a Solenidade de Pentecostes, o coroamento do tempo Pascal, quando se cumpre a promessa de Jesus: o envio do Espírito Santo!  Espírito Santo, que já se faz presente em nós, mas que muitas vezes, não percebermos a sua ação libertadora e santificadora! 
A definição marcante desta solenidade, podemos dizer que é a "Germinação da Igreja", pois a caminhada missionária da Igreja começa em Pentecostes, quando o Espírito Santo entra em suas entranhas a tornando  viva e atuante!
Foi a partir de Pentecostes, que a igreja começou a falar, a falar a linguagem do amor, que é uma linguagem universal que mesmo sendo desdobrada em vários idiomas, é a única linguagem capaz de ser entendida pelos povos de todas as nações!
A missão da Igreja consiste em revelar aos homens, a vida nova que brota da ressurreição de Jesus! A sua grande riqueza, está na abertura a todos os povos e culturas! A Igreja é unidade, ela é  guardiã do amor, do amor do Pai, do Filho e do Espírito Santo!
Nesta festa, que também podemos chamar de festa missionária, devemos alargar o nosso olhar para o mundo inteiro, onde a igreja se faz presente na pessoa de muitos missionários, homens e mulheres, que apesar das inúmeras dificuldades, se prontificam em gastar a vida na difusão do evangelho, dando continuidade a missão de Jesus. Unamos a estes missionários, no desejo de fazer chegar a outros irmãos, a verdade que liberta!
Sabemos que os desafios de quem se entrega a missionariedade são inúmeros, mas sabemos também, que o Espírito Santo anima e dá força a quem abraça a missão de anunciar o Evangelho, possibilitando a todos  conhecer Jesus!
O evangelho deste domingo de Pentecostes,  nos apresenta a comunidade de homens novos, que nasce da cruz e da ressurreição e são libertados pela força santificadora e libertadora do Espírito Santo. 
Tudo começa,   no primeiro encontro de Jesus com os discípulos, logo após a sua ressurreição. Foi neste encontro, que Jesus comunicou a eles o seu Espírito, num gesto de soprar sobre eles! Ao soprar o Espírito Santo sobre os discípulos, Jesus nos faz recordar o sopro de Deus na criação, o sopro que deu vida a criatura humana, gesto que Jesus repete como início de uma nova criação!
Cheios do Espírito Santo, os discípulos se libertam do medo que os aprisionavam e a partir deste momento, as palavras de Jesus, tornaram-se claras para eles!
“Recebam o Espírito Santo. Os pecados daqueles que vocês perdoarem, serão perdoados. Os pecados daqueles que vocês não perdoarem, não serão perdoados."
Com o sopro do Espírito Santo, Jesus concede a igreja, o poder de perdoar pecados.  É Deus quem tem o poder de perdoar pecados, mas Jesus concede este poder e o transmite a sua Igreja. Trata-se do sacramento da reconciliação. 
Quando Jesus diz: “Os pecados daqueles que vocês não perdoarem, não serão perdoados,” não significa uma condenação, e sim, um insistente apelo à conversão, ou seja,  não é a Igreja que não perdoa esses pecados, pelo contrário, a Igreja trabalha o arrependimento, favorecendo as condições para que a pessoa possa se redimir. Pecados não perdoados, são aqueles pecados que a gente tem consciência de tê-los,  mas  permanecemos neles, sem nos abrimos ao arrependimento, o que significa, um fechamento a ação do Espírito Santo, isto é, o fechamento à graça do perdão!
No sopro do Espírito Santo sobre os discípulos, é expressa a criação renovada, é o Espírito Santo que recria a comunidade dos apóstolos e descerra suas portas para a missão!
Os discípulos só conseguiram tomar atitudes corajosas para anunciar o evangelho, depois que receberam o Espírito Santo! Era tão grande a coragem que eles passaram a ter e tão seguras as suas decisões, que eles estavam dispostos a tudo, até mesmo a dar a vida pelo o evangelho!
Com Pentecostes, encerra-se o tempo Pascal, mas este acontecimento não é final, é o começo do nosso peregrinar rumo a eternidade!
Os atos dos Apóstolos começaram com o sopro do Espírito Santo, também os nossos atos, começam a partir da conscientização desta força libertadora e santificadora que recebemos no nosso Batismo.
 
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

2 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns, excelente seu comentário.

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário