.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quinta-feira, 29 de junho de 2017

"TU ÉS O MESSIAS, O FILHO DO DEUS VIVO!” – Olivia Coutinho

 
SOLENIDADE DE SÃO PEDRO E SÃO PAULO.
 
Dia 02 de Julho de 2017
 
Evangelho de Mt16,13-19
 
Com grande alegria, celebramos hoje, a festa de São Pedro e São Paulo.
Estes dois homens, que chegaram à Jesus por caminhos diferentes, são chamados de “colunas da Igreja.” Pedro, por ter sido o seu primeiro líder, e Paulo, por transformar esta Igreja, numa Igreja Missionária! Foi Paulo, o primeiro a propagar a Boa Nova do Reino entre os pagãos.
Vindos de realidades distintas, estes dois homens, Pedro, um simples pescador e Paulo, um Judeu culto de origem romana, deixaram-se conquistar por Jesus, fazendo de suas vidas, uma oferta de amor, testemunhando Jesus até as últimas consequências.
O evangelho que a liturgia desta solenidade nos apresenta, vem nos despertar sobre a importância de conhecermos  Jesus, de nos tornarmos íntimos Dele!
Sem aprofundarmos no conhecimento a Jesus, não vamos entrar na dinâmica do Reino, não vamos compreender que para ganhar a vida, é preciso passar pela cruz!
O texto nos diz que Jesus, no desejo de saber se o povo e os discípulos, já haviam entendido o seu messianismo, faz a eles uma pergunta: “Quem dizem as pessoas ser o Filho do homem? Para esta pergunta, surgiram várias respostas, afinal, responder em nome do outro, é fácil, não compromete! Já quando esta mesma pergunta é direcionada aos discípulos paira um silencio, pois  desta vez, a pergunta requer uma resposta pessoal e uma resposta pessoal, exige comprometimento!
Pedro foi o único que respondeu, e respondeu com firmeza: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo.” Esta resposta, agradou Jesus, pois Ele sabia que esta afirmação de Pedro era fruto da sua convivência com Ele!
Por esta profissão de fé, Pedro é convocado para uma missão desafiadora: ser a pedra sobre a qual, Jesus construiria a sua Igreja! “... Tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja...”
Este episódio chama a nossa atenção para a responsabilidade de quem afirma conhecer Jesus! Saber quem é Jesus é muito mais do que saber que Ele é Deus, afirmar que conhece Jesus implica em dar testemunho Dele em qualquer circunstancia, em comprometer-se  com a sua causa!
Olhando a escolha de Pedro, para conduzir a sua Igreja, podemos perceber que Jesus construiu a sua Igreja sobre a fragilidade humana!  Jesus não edificou a sua igreja a partir de homens considerados grandes pelo o mundo, mas sobre Pedro, um homem frágil, sujeito a falhas que representa os homens de toda a história da Igreja: homens santos e pecadores!
Antes de entregar a Pedro a responsabilidade de conduzir a sua Igreja, Jesus não questiona o seu passado, não lhe faz nenhuma exigência, a não ser o seu compromisso de transformar o seu amor por Ele, em cuidado para com o que lhe é de mais precioso que é o povo!
Ao escolher Pedro para a liderança da sua Igreja, Jesus demonstra a sua compreensão para com a fragilidade humana! Pedro era um homem de temperamento extremamente forte, Jesus sabia que mais tarde ele o negaria. E   mesmo assim, Jesus confiou  na sua fidelidade.
A escolha de quem conduziria a barca de Jesus, (Igreja) não caíra sobre um homem especial, e sim, sobre um homem comum, alguém dotado de virtudes e defeitos como qualquer um de nós, o que nos mostra, quão é grande a diferença entre os critérios dos homens e os critérios de Deus. Os homens escolhem pessoas capacitadas para cargos de lideranças, Deus, capacita os que Ele escolhe. 
Com a volta de Jesus para o Pai, Pedro assume a liderança da igreja, uma Igreja fundamentada no amor a Jesus e conduzida pelo Espírito Santo.  
Sob a liderança de Pedro, a Igreja dá  passos rumo a uma nova Jerusalém, tendo a grande colaboração de Paulo, que representa a igreja itinerante!
O amor a Jesus é o fundamento de toda comunidade cristã, numa comunidade, cujo centro é Jesus, um líder não se destaca pela a sua autoridade, e sim, pelo o seu amor a Jesus transformado em serviço!
A missão da Igreja consiste em revelar aos homens a vida nova que brota da ressurreição de Jesus! Sua grande riqueza está na abertura a todos os povos e culturas!
A Igreja é unidade, ela é guardiã  e propagadora  do amor do Pai, do Filho e do Espírito Santo!
Pedro e Paulo são modelos de discípulos missionários, com suas virtudes e fraquezas, mas sobre tudo, pelo o seu amor e fidelidade a Cristo e a sua Igreja.
Nesta solenidade, unamos em oração pelo nosso Pastor, o sucessor de Pedro, o represente legítimo de Jesus Cristo aqui na terra: o Papa Francisco. 
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook

4 comentários:

um conto e um ponto disse...

Gosto muito de suas reflexões.Sem rodeios; e nos leva a uma maior vontade de viver essa palavra.Obrigada.

Unknown disse...

Os seus comentários são ótimos minha irmã,que o Espírito Santo de Deus abençoe e ilumine você sempre

Anônimo disse...

As palavras revelada nesta reflexão podemos sentir que é o próprio Espírito Santo falando conosco.

Maria de Fatima de Castro disse...

Bom dia, Olivia!
Que o Espirito Santos nos conduza sempre no caminho que nos leva ao Pai. Amém!

Postar um comentário