.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Tudo acontece conforme a nossa fé-Helena Serpa

01/07/2017 -  Sábado da 12ª Semana Tempo Comum - Gênesis 18, 1-15 – “  os mensageiros do Senhor”
Abraão vivia na expectativa e confiando nos desígnios do Senhor estava sempre alerta para os Seus sinais. Neste episódio vemos como mais uma vez o Senhor se comunica com ele por meio dos três mensageiros e reitera o Seu compromisso de que lhes seria concedido uma grande descendência. Por isso, logo que os três homens apareceram, ele percebeu a presença de Deus e prostrou-se por terra como que para comprovar que estava disposto a acolher a vontade divina. Deste modo, ele nos dá exemplo da hospitalidade com que precisamos acolher os emissários que Deus coloca no nosso caminho.  Assim, Abraão se pôs à disposição dos três anjos, mensageiros do Senhor e ofereceu-lhes tudo de quanto precisavam, desde a água para lavar os seus pés, o alimento e o lugar para repousar como um sinal da sua entrega e da sua confiança nos Seus planos. Sara, no entanto, porque conhecia a sua limitação e sua incapacidade ainda duvidava do seu chamado. Para nós fica a mensagem de que Deus é fiel e cumpre as Suas promessas para conosco mesmo que, para nós, sejam elas impossíveis de acontecer. Há coisas, realmente, que aos nossos olhos são inviáveis, quando avaliamos o nosso grau de competência ou a nossa pouca disposição em alcança-las. Contudo, em relação a Deus, nada nos pode parecer impossível nem improvável, pois, tanto a nossa vida quanto a nossa sobrevivência e também o nosso destino estão submetidos à Sua vontade e à realização do Seu plano. Como Abraão, também nós não devemos “dormir no ponto”, pois, confiando em Deus tudo nos será possível! Mesmo que os anos passem e entendamos que já se completou o tempo hábil para que se cumpram os oráculos de Deus, a nossa parte é somente esperar e confiar nas Suas promessas. Por isso, tenhamos a certeza de que, se as coisas pelas quais esperamos ainda não aconteceram, é porque ainda não é o tempo de Deus. Fiquemos, pois, atentos à chegada dos Seus emissários. – Você percebe a “visita” dos mensageiros de Deus? – Como você tem acolhido as promessas de Deus quando elas são impossíveis de acontecer? – Há alguma coisa que você continua esperando com fé?
Salmo – Lucas 1 – “ O Senhor se lembrou de mostrar sua bondade”
Este foi o canto agradecido de Maria quando visitou Isabel. É um canto de gratidão antecipada de quem confia no que virá e reconhece o poder do Altíssimo. Assim também precisa estar a nossa alma e o nosso espírito, engrandecida e alegre pelos favores do Todo Poderoso. Apesar da nossa pequenez e incompetência nós de antemão podemos também proclamar que o Senhor faz em nós maravilhas, pois o Seu Nome é Santo. Como Maria nós também confiamos na providência do Senhor, pois o Seu amor é a fonte que nos alimenta e nos sacia. Assim como Ele operou em Sara e deu a Abraão uma descendência numerosa, Ele fará também em nós na medida do seu plano de amor para conosco.



Evangelho -  Mateus 8, 5-17 – “tudo acontece conforme a nossa fé”

A autoridade de Deus se revela para nós por meio da Palavra que sai da Sua boca. Por isso, neste Evangelho nós apreendemos que a fé na Palavra de Jesus é a chave para que sejamos curados das nossas enfermidades. O oficial romano soube acolher isto, e   mesmo apreensivo por causa da paralisia do seu empregado, se dirigiu a Jesus com convicção de que Ele teria poder para curar o seu subalterno. Apesar de ser uma autoridade ele não se arvorou da sua condição e reconheceu que somente Jesus poderia resolver aquela situação. Para aqueles (as) que pedem com fé e reconhecem a sua própria limitação diante do poder de Deus, uma só Palavra de Jesus basta.  A fé é a mola mestra da nossa vida espiritual e é quem sustenta a nossa esperança de que o que aguardamos irá acontecer. Como o oficial romano, nós também devemos dizer: “Senhor, eu não sou digno... mas dize uma só palavra”.  A fé é, portanto, o termômetro que mede a capacidade para a realização das nossas reivindicações diante do Senhor. E mesmo que estejamos acamados (as) como a sogra de Pedro ou desenganados (as) no final da vida, não podemos perder a esperança, pois um simples toque de Jesus pelo poder da Sua Palavra bastará para que a nossa saúde seja restaurada e recebamos novamente a vida. Com a Sua Palavra Jesus expulsa os “demônios que nos rodeiam e nos torna criaturas novas. Ele tomou sobre si as nossas dores e carregou as nossas enfermidades, por isso, não precisamos mais ficar amarrados no pecado. Todo aquele (a) que está deitado (a), desalentado (a), levante-se porque Jesus Cristo venceu o mundo! – Você tem acolhido a Palavra de Jesus? - Você já experimentou humilhar-se diante do Senhor, reconhecendo de coração o seu pecado?   – Você reconhece a sua indignidade  diante de Deus? – Você está precisando de cura? – Peça a Jesus com fé!

3 comentários:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

José Maria Nascimento disse...

Obrigado Senhor, obrigado Helena !!!

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário