.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Jesus é o pão da vida-Helena Serpa

15/06/2017 - 5ª. Feira – CORPO E SANGUE DE CRISTO –  Deuteronômio  8,2-3.14-16 -  “Estamos atravessando o deserto da nossa vida,”

O autor do Livro do Deuteronômio nos relata todos os acontecimentos e a ação divina na caminhada do povo de Deus no deserto em busca de uma terra nova. Nesses acontecimentos admiráveis ele também relembra os desafios que esse povo teve que superar durante a travessia. Foi preciso que fossem humilhados e provados, que passassem por dificuldades para que enxergassem a onipotência do Senhor e não se ufanassem das suas conquistas. Somos transeuntes no deserto deste mundo e o Senhor também nos promete uma vida nova. Mas para que possamos caminhar seguros (as) nós também precisamos ser exercitados na nossa humanidade que se preocupa muito com o material, com o que comer e beber, vestir, usufruir. A nossa caminhada em busca desta nova vida tem como prioridade o alimento espiritual que sustenta o nosso interior. Estamos atravessando o deserto da nossa vida, somos também provados (as), purificados (as) e até humilhados (as) todos os dias, mas o Senhor faz jorrar água da pedra dura do nosso coração  a água que mata a nossa sede na dureza dessa estrada.  O mais importante, porém,  é que, pela graça de Deus estamos conquistando esta terra nova que nos foi prometida desde que aqui chegamos. – Como você tem encarado as dificuldades do seu dia a dia? – Elas têm exercitado você para a dureza da estrada? – Você tem progredido nas virtudes por causa das suas experiências? – Pense nisto!

Salmo 147 – “Glorifica o Senhor, Jerusalém, celebra teu Deus, ó Sião!”

Somos também como Jerusalém, terra de Deus e Sua propriedade, que glorifica o seu Nome e para Ele canta louvores. Somos Seus filhos e filhas seguros em Suas Mãos e confiantes na Sua proteção. É o Senhor quem nos dá a paz como alimento! É ele quem sustenta a nossa caminhada com a Sua Palavra e a Sua Presença viva no meio de nós. Somos privilegiados pelo carinho de Deus, por isso, glorificamos e celebramos o Seu Santo Nome.

2ª. Leitura -  1 Coríntios 10, 16-17 – “a Ceia do Senhor é um momento onde podemos provar a benção da saúde a da cura

“O termo "cálice da benção”  não é figurado, é real. A Ceia do Senhor traz bênçãos espirituais sobre aqueles que dela participam. Quando ceamos, estamos, pela fé, ativando um poderoso atributo que é o de termos comunhão com o sangue e com o corpo de Cristo! Quando derramou seu sangue, Jesus o fez para a remissão de nossos pecados, logo, ao comungarmos o sangue, estamos provando  as bênçãos  da purificação, e também a proteção, pois o diabo não pode transpor o poder do sangue para nos tocar (Ex.12:23, Ap.12:12).  E o que significa ter comunhão com o corpo? O corpo de Jesus foi moído porque ele tomou sobre si nossas enfermidades, e as nossas dores carregou sobre si, e pelas suas feridas fomos sarados (Is.53:4,5). A obra redentora de Cristo nos proporciona cura física, e na Ceia do Senhor é um momento onde podemos provar a benção da saúde a da cura.  Ao falar sobre comungarem com o corpo do Senhor, Paulo se referia não apenas ao corpo do Cristo crucificado por meio do qual somos sarados, mas também ao corpo ressurreto, no qual habita toda a plenitude da divindade e é fonte de vida aos que com ele comungam. A Ceia do Senhor deve ser um momento especial de comunhão, reflexão, devoção, fé, e adoração. Tudo deve ser feito de coração e com reverência, pois é um ato de consequências espirituais.” (Trechos extraídos do sitewww.orvalho.com)  Portanto, quando comemos o Corpo e bebemos o Sangue de Cristo nós nos tornamos participantes do mesmo pão, do mesmo Corpo. – Você percebe a grande dimensão que é comungar o Corpo e o Sangue de Cristo? – Você tem feito isto, conscientemente? – Você sente a presença viva do Pão do céu, quando  comunga?



Evangelho João 6, 51-58 – “Jesus é o pão da vida

A eternidade, que começa já, aqui e agora, consiste na vivência do poder amoroso de Deus operando em nós por meio de Jesus Cristo, pão vivo que vem do céu pela força do Espírito Santo. Assim sendo, Ele mesmo se proclama o verdadeiro alimento descido do céu que nos fortalece na busca da eternidade e nos faz caminhar com segurança.  “Eu sou o pão vivo descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente!”  Jesus é o pão da vida, que nós tocamos, vemos e vivenciamos pela Palavra e pela Eucaristia que nos foram deixados como sustento. A carne e o sangue de Jesus são nutrientes que dão vida à nossa alma! Pela Eucaristia nós passamos a pertencer a Nosso Senhor e Ele passa a habitar em nós. Quem comunga o Corpo e o Sangue de Cristo fica semelhante a Ele e manifesta no mundo o Seu poder e a Sua glória pela vivência do Amor. Porém, para que possamos ter esta santa intimidade com Ele precisamos nos alimentar literalmente do Corpo e do Sangue de Jesus. Apesar da nossa humanidade decaída que, muitas vezes, questiona o que não entendemos precisamos nos apossar da Palavra de Jesus quando  diz: "A minha carne é verdadeiramente uma comida e o meu sangue verdadeiramente uma bebida”. Os efeitos da Comunhão com o Corpo e o Sangue de Cristo nós os percebemos claramente na nossa vida, deste modo, nunca podemos duvidar da verdade de Deus para nós. - Você também se admira de Jesus ter dito estas palavras? – Quando  você adora a Jesus Sacramentado, você tem consciência de que ali está o Corpo e o Sangue de Jesus? – Qual é o efeito que este pensamento provoca em você?  - Medite sobre esta afirmação de Jesus, “Eu sou o pão da vida”  e pense na sua vida, o que você tem experimentado e o que você tem sentido em relação a Jesus e mais uma vez esteja consciente de que Cristo está vivo para dar a você a nova vida. 

3 comentários:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

José Maria Nascimento disse...

Obrigado Senhor, obrigado Helena !!!

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário