.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 20 de junho de 2017

-NÃO TENHAIS MEDO DAQUELES QUE MATAM O CORPO-José Salviano.

12º DOMINGO DO TEMPO COMUM
25 de Junho de 2017
Cor: Verde
Evangelho - Mt 10,26-33

Naquele tempo, disse Jesus a seus apóstolos:
26Não tenhais medo dos homens,
pois nada há de encoberto que não seja revelado,
e nada há de escondido que não seja conhecido.
27O que vos digo na escuridão, dizei-o à luz do dia;
o que escutais ao pé do ouvido,
proclamai-o sobre os telhados!
28Não tenhais medo daqueles que matam o corpo,
mas não podem matar a alma!
Pelo contrário, temei aquele que pode destruir
a alma e o corpo no inferno!
29Não se vendem dois pardais por algumas moedas?
No entanto, nenhum deles cai no chão
sem o consentimento do vosso Pai.
30Quanto a vós,
até os cabelos da cabeça estão todos contados.
31Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos
pardais.
32Portanto, todo aquele
que se declarar a meu favor diante dos homens,
também eu me declararei em favor dele
diante do meu Pai que está nos céus.
33Aquele, porém, que me negar diante dos homens, também
eu o negarei diante do meu Pai que está nos céus.
Palavra da Salvação.

Temos muito medo daqueles que podem nos causar danos ou mal ao nosso corpo, daqueles que ameaçam a nossa vida. Porém, neste Evangelho, Jesus nos assegura que pior que isso tudo, são aqueles que nos desviam do caminho da verdade, que nos arrastam para o pecado, para uma vida de crimes, enfim, aqueles e aquelas que nos conduzem ao inferno!
Começando pelas más companhias, pelos falsos amigos, pelos enganos desse mundo, etc.
“...nada há de encoberto que não seja revelado, e nada há de escondido que não seja conhecido.”
Muito cuidado! Não dá para enganar a todos por muito tempo! O melhor e mais seguro é sermos autênticos, pois só temos a ganhar com isso.

Tem gente que tenta levar uma vida dupla, uma na Igreja, e outra na sociedade. Aliás, quase todos os cristãos agem assim. Uns menos, outros mais. Na Igreja, rezamos, fazemos uma cara de santos, numa postura de uma pessoa contrita e devota, somos gentis com as demais pessoas, falamos baixinho, estamos ligados em Deus...

E lá fora? Como somos? No ônibus, na escola, na faculdade, no trabalho, na rodinha dos amigos falando palavrões, na festa, andando na rua...  Como nós somos? Como agimos? É igualzinho ao nosso comportamento na hora da missa? Ou será que temos vergonha de confessar Deus para as pessoas? Será que temos vergonha de nos apresentar como católicos? Será que não participamos daquelas conversas picantes? Ou será que temos medo que as pessoas digam que somos carolas, beatos, ou quadrados...

Também não precisa ser um sujeito fora da realidade, uma pessoa estranha, que reprova tudo, senão vão lhe rotular de Extra Terrestre!  Seja o mais normal ou natural possível, seja humano sujeito a erros, porém seja cristão, aquele que tenta sempre ser justo e autêntico. Não queira, não pretenda nunca ser melhor que os outros, porém, melhor a cada dia que passa. A cada dia mais justo, mais honesto, mais confiante em Deus. E esta sua postura de homem justo, já é uma catequese para quem, convive com você. É o testemunho que fala mais alto do que mil palavras ditas da boca para fora em uma palestra ou um sermão puramente intelectual ou erudito.

Então. É impossível viver uma vida dupla por toda a sua existência. Em casa, na Igreja, ser uma pessoa correta, e nos bastidores da vida, ser um canalha, um corrupto, um bandido, um pedófilo, etc. Não adianta. Pois um dia tudo virá a tona, tudo será descoberto e todos ficarão sabendo quem você realmente é!

Irmãos. Sejamos puros, justos, contritos dentro e fora da Igreja. Para que as pessoas quando falarem da nossa pessoa, não digam como Jesus dizia a respeito dos doutores da Lei e dos fariseus: “Sigam o que ele ou ela fala, mas não imitem suas ações”..
           
“Nem todo aquele que me diz Senhor, Senhor, entrará no Reino dos Céus.” Rezar é indispensável para a nossa salvação. Porém, de nada adianta rezar o dia todo se não praticamos em todos os lugares por onde passamos, aquilo que dizemos crer! Para nos salvar não basta ouvir a palavra de Jesus o dia todo. É preciso a colocarmos em prática o dia todo, essa mesma palavra de Deus.
           
Ouvir a palavra de Deus, ou publicá-la em discursos inflamados de retórica, pode ser muito interessante e até impressionante para quem escuta ou assiste. Porém, mais interessante é refletirmos sobre a distância que existe entre essa palavra de Deus que gritamos inflamados de entusiasmo, e a vida que na realidade levamos nos bastidores da nossa existência.
           
Meus irmãos. Se fizermos uma análise profunda da nossa fé, vamos descobrir decepcionados que não nos importamos muito com essa realidade tão triste. Ou seja, pode ser que esteja acontecendo uma A DICOTOMIA ENTRE OUVIR E DIZER A PALAVRA DE DEUS, E A VIDA QUE LEVAMOS NA PRÁTICA, principalmente quando estamos longe das pessoas para as quais nos mostramos como enviados de Deus!
           
Se analisarmos profundamente o nosso interior, vamos descobrir que nós gostamos muito mais de ouvir a palavra de Deus do que praticá-la. Assim nós ouvimos, ouvimos e não nos esforçamos para buscar a nossa conversão. Uns até  acham agradável ouvir, principalmente quando os sermões e homilias são bem apresentados. Mas saiu dali, continua a sua vida como se nada estivesse ouvido! Infelizmente isso acontece sempre aos domingos para uma boa parte daqueles que vão a Santa Missa.
           
Mais mesmo assim, quantos não consegue enganar os outros? Enganam a esposa, enganam o marido, filhos, paroquianos, empregados... Cuidado! se você é um desses, seus dias de aparente glória ou diversão, estão contados. Pois “Não há nada de oculto que um dia não seja revelado”.
           
Hoje Jesus nos conforta dizendo que não precisamos temer aqueles que matam o nosso corpo, aqueles que tramam contra os missionários escolhidos de Deus. Porque eles não conseguem matar a nossa alma. 
           
E porque, certas pessoas investem contra os escolhidos de Deus? É porque OS MISSIONÁRIOS NÃO SÃO PESSOAS AGRADÁVEIS QUE FALAM AQUILO QUE OS DEMAIS QUEREM OUVIR, MAS SIM SÃO PESSOAS JUSTAS E POR ISSO FALAM O QUE TODOS PRECISAM OUVIR. Dessa forma, arrumam muitos amigos, mas também inimigos. Pois OS INJUSTOS NÃO GOSTAM QUE APONTEM OS SEUS ERROS.
            "Pelo contrário, temei aquele que pode destruir a alma e o corpo no inferno! Essa sim deve ser a nossa preocupação, o nosso maior cuidado, pois o mundo está cheio de falsos amigos, de pessoa invejosas que não admitem ver alguém mais eficiente, mais competente e talentosa do que elas. Buscam a todo custo destruir, prejudicar, ou mesmo matar. Mais o pior, segundo Jesus, é que tais pessoas podem nos causar o maior prejuízo, que é o de nos desviar do nosso caminho de verdade e vida, para nos  empurrar para o pecado, e para a morte da alma, para o inferno!...
          
Porém, o cuidado que devemos ter com tais pessoas, não deve nos tirar da concentração da nossa santa rotina. Pois o Deus poderoso está nos vendo, nos protegendo, nos livrando de todo o mal da alma e do corpo.  " até os cabelos da cabeça estão todos contados. Não tenhais medo! Vós valeis mais do que muitos pardais."
Portanto, coragem!


Desejo a você e toda a sua família, um bom e santo domingo. José Salviano.

2 comentários:

tais braga disse...

maravilhoso,perfeito, sabendo disso a luta para sermos melhores a cada dia deve ser constante.Pode ser difícil mas não é impossível

Orlando Dias dos Santos Dias disse...





















































































senhor Deus Pai o todo poderoso abençoai e iluminai sempre o Padre José Salviano para que continue nos conduzindo à reflexão da palavra em suas homilias. Amém.

Postar um comentário