.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

.

07 DE DEZEMBRO-QUARTA-FEIRA
======================
MEU FACE

PREZADOS LEITORES
VAMOS AUMENTAR OS ACESSOS. MANDE O LINK DESTE BLOG PARA SEUS AMIGOS E PARENTES



==============================


PARA ENTRAR NO NOSSO CANAL NO YOU TUBE É SÓ CLICAR AQUI
ou
ou ainda...
 ENTRE NO YOU TUBE E DIGITE: J.SALVIANO
VEJA AQUI MAIS OPÇÕES DE VÍDEOS

PRÓXIMO DOMINGO

Veja em tela grande

Precisamos enxergar os milagres que Jesus realiza hoje no meio de nós-Helena Serpa


VEJA AQUI MAIS HOMILIAS DESTE DOMINGO
================


VISITE  A NOVA PÁGINA

REFLEXÕES RECENTES E ANTIGAS
 CLICA AQUI

REFLEXÕES RECENTES E FUTURAS



04 DE DEZEMBRO-DOMINGO

“CONVERTEI-VOS PORQUE O REINO DOS CÉUS ESTÁ PRÓXIMO.” - Olívia Coutinho


(Veja em tela inteira ou cheia)

JOÃO BATISTA, PROFETA DO ADVENTO – Maria de Lourdes Cury Macedo.


Evangelhos Dominicais Comentados-Jorge Lorente


05 DE DEZEMBRO-SEGUNDA-FEIRA


06 DE DEZEMBRO-TERÇA-FEIRA

“DEUS NÃO DESEJA QUE SE PERCA NENHUM DESSES PEQUENINOS.” – Olivia Coutinho.


Em algum momento, somos ovelhas desgarradas-Helena Serpa


07 DE DEZEMBRO-QUARTA-FEIRA



08 DE DEZEMBRO-QUINTA-FEIRA

--Eis que conceberás e darás à luz um filho-José Salviano


Reflexão do falecido Pe. Antônio Queiroz CSsR -Alegra-te



09 DE DEZEMBRO-SEXTA-FEIRA

A sabedoria de Deus é reconhecida pelas nossas obras-Helena Serpa



10 DE DEZEMBRO-SÁBADO


11 DE DEZEMBRO-DOMINGO

Veja em tela grande

Precisamos enxergar os milagres que Jesus realiza hoje no meio de nós-Helena Serpa


12 DE DEZEMBRO-SEGUNDA-FEIRA

13 DE DEZEMBRO-TERÇA-FEIRA

14 DE DEZEMBRO-QUARTA-FEIRA
15 DE DEZEMBRO-QUINTA-FEIRA


16 DE DEZEMBRO-SEXTA-FEIRA

17 DE DEZEMBRO-SÁBADO

18 DE DEZEMBRO-DOMINGO

19 DE DEZEMBRO-SEGUNDA-FEIRA

20 DE DEZEMBRO-TERÇA-FEIRA

QUARTA-FEIRA
QUINTA-FEIRA






========


-SIM. JESUS É O MESSIAS-José Salviano

3º DOMINGO ADVENTO-Ano A
11 DE DEZEMBRO-2016 – ANO A

1ª Leitura - Is 35, 1-6a.10

Salmo - Sl 145

2ª Leitura - Tg 5, 7-10

Evangelho - Mt 11,2-11




PRIMEIRA LEITURA
Este texto do profeta Isaías, é uma demonstração de que realmente Jesus foi anunciado pelos profetas muito antes da sua vinda. Isaías fala que Ele vem para nos salvar, e fazer curas espetaculares, dando a vista aos cegos, fazendo ouvir os surdos, fazendo andar os coxos, etc.
Por isso o povo cantará os seus louvores com alegria...

SALMO
Vinde Senhor, para salvar o vosso povo!
Também o salmo anuncia a vinda do Senhor.  Aquele que vem para fazer justiça aos oprimidos, amparar as viúvas, ficar do lado dos fracos e denunciar os abusos e injustiças dos maus. Porque Ele é O Filho de Deus vivo, o justo que nos justificará.

SEGUNDA LEITURA

Ficai firmes até à vinda do Senhor.


A segunda leitura nos aconselha a não desanimar por causa da demora da chegada de Jesus, o prometido do Pai pela boca dos profetas.
Assim como agricultor que espera pacientemente pelo fruto da terra onde semeou, e aguenta firme até cair a chuva do outono ou da primavera, nós também devemos permanecer firmes na fé, ansiosos, pela vinda do Senhor, que pode tardar, mais não irá faltar.
Não desanimemos, se por vezes parecer que Deus se esqueceu de nós.  Pode ser que Ele esteja testando a nossa fé. Ele permite a desarmonia do nosso caminhar, permite alguma desventura, mas é só para que nos fortaleçamos na caminhada, na esperança, na fé de também na caridade, e continuemos firmes sem vacilar, pois, com certeza a sua ajuda vai chegar, não vai falhar! Basta acreditar e esperar.

EVANGELHO

João Batista quis tirar uma dúvida, e enviou seus discípulos para perguntar a Jesus se Ele era mesmo o Messias.  A resposta de Jesus não foi direta, porém, foi mais do que eficiente. Jesus falou dos seus muitos milagres que foram sinais comprovadores da sua divindade.
E isso é o que devemos fazer. Mostrar para aqueles que ainda têm dúvidas sobre a pessoa de Jesus, os seus feitos espetaculares. Ele andou sobre as águas, ressuscitou os mortos, entre muitos outros milagres, que provam que Jesus não era um homem qualquer, mais sim, o próprio Deus.
Os milagres mostraram que o Reino de Deus estava se realizando na pessoa de Jesus.  Mostraram que o poder de Deus estava e continua em Jesus, pois Ele e o Pai eram e são um. Como foi dito pela sua própria boca.
Se Jesus não tivesse feito nenhum milagre, Ele seria um homem qualquer, apesar da sua fama. Porém, os milagres mostraram que Jesus é Deus que veio ao mundo para realizar o Plano de seu Pai.
João Batista estava certo. Jesus é o Messias sim. Aquele que foi anunciado pelos profetas, aquele que provou que era Deus pelos seus inúmeros milagres, que são fatos extraordinários, impossíveis para o ser humano, porém possível para Deus!
O milagre só pode ser reconhecido por quem tem fé. E você acredita em milagres?  Muito bem! Então você acredita em Jesus, o Filho de Deus vivo.
Os sinais de trânsito nos mostram o caminho que deve ser seguido com segurança.
Os milagres foram e são SINAIS que nos mostram, que nos avisam, a presença de Deus no mundo, presença realizada através da pessoa de Jesus Cristo, aquele que veio nos guiar, pelos caminhos dessa vida. Os milagres são sinais, os quais devemos seguir. Jesus é Aquele que veio habitar no meio de nós, e em nós pela Eucaristia.
Jesus foi aquele que veio curar os cegos. Tanto a cegueira física como a cegueira que nos impede de ver que os seus milagres comprovam a sua divindade, e sua presença no meio de nós.
Jesus veio curar os surdos físicos, e a surdez daqueles que não escutam a sua palavra. Que não querem ouvi-la, ignorando-a tentam seguir seus caminhos sem Deus, mais acabam dando com os burros na água... Porque sem Deus não adianta. Ninguém será feliz!
Jesus veio curar os mudos fisicamente, e os mudos que têm medo de falar, de anunciar a sua mensagem ao mundo. É Ele que nos dá coragem para ir até os irmãos sedentos de Deus, e mostrar-lhes a pessoa de Jesus, o Filho de Deus, coragem para anunciar o Evangelho sem medo de perseguições.
É Jesus quem nos dá disposição para ler, e discernimento para interpretar, sabedoria para entender a sua palavra, e energia para poder multiplicá-la pelo mundo afora.
Jesus curou muitos doentes. Jesus é aquele que cura as nossas doenças mentais, psicológicas, como a angústia, a tristeza, a saudade, é Ele que nos faz companhia nas horas de solidão, é Ele que cura todas as nossas feridas, todas as nossas doenças, muitas das quais são causadas ou acometidas pela nossa própria culpa. Pelo mau uso da nossa liberdade, e por comer e beber errado.
Amigos. Muito cuidado com a comida saborosa. Por detrás daquele gostinho maravilhoso está o colesterol que entope as nossas veias e artérias, causando a nossa morte bem mais cedo que que pensamos.
Sempre achamos que a grama do vizinho é mais verde do que a nossa. Que a sua mulher é mais atraente que a nossa e é por aí que aprontamos para o nosso corpo, e para a nossa alma.
Em resumo, somos culpados por muitos dos sofrimentos a que passamos nesta caminhada. Porém, Jesus está sempre disponível 24 horas para nos ajudar, para nos dar a mão, para nos libertar, e nos salvar.  Só depende de nós. Pois Ele sabe de tudo o que precisamos. Porém, Ele quer, e espera a nossa decisão de pedir, de segui-lo, de mudar de vida, de nos converter.


Tenha um bom domingo. José Salviano.

--Aquele que diz: Sou, não é-José Salviano

13 de Dezembro de 2016
Evangelho - Mt 21,28-32


Nem todo homem que diz: Senhor, Senhor, se salvará. E aquele que diz: Sou, não é. Nem toda aquela que se apresenta como santa, é na verdade pura e digna da própria salvação. 
É claro que ninguém é santo, nenhum de nós merece ser salvo. Porém, não é por causa disso que vamos desistir de buscar a santidade, e de tentar nos preparar para a vida eterna, na qual chegaremos pela graça de Deus e não pelos nossos merecimentos.
Neste Evangelho Jesus está se dirigindo aos judeus, especialmente os fariseus, e todos os que se dizendo santos, puros, seguidores da Lei se acham melhores que os outros e merecedores da vida eterna, ao contrário das prostitutas e dos cobradores de impostos, que se consideram pecadores, conformados com a sua situação.
Jesus desmascara aqueles arrogantes e pretensiosos, propondo uma pequena parábola.  O filho que prometeu trabalhar na vinha e depois não foi, representava os chefes dos sacerdotes e os líderes religiosos que se julgavam os santos, os justos porque observavam a Lei, porém, não passavam de hipócritas, mentirosos, injustos e exploradores dos fracos. Por isso é que Jesus em público, acaba com toda a sua arrogância, colocando-os abaixo dos pecadores mais desprezados da época. Os cobradores e impostos e as prostitutas.
Este foi o contexto o qual levou a Jesus a falar daquele jeito com os seus oponentes.  "Em verdade vos digo: os publicanos e as prostitutas vos precedem no Reino de Deus!       
Quer dizer. Os piores pecadores  entrarão no Céu e vocês vão para o inferno.
E hoje? Será que existe algo semelhante a isso entre nós? Será que existe alguém que se faz ou se considera santo ou santa porém  na verdade são como os sumos sacerdotes?
Jesus comparou o filho que prometeu ir trabalhar na vinha mais não foi, com os judeus hipócritas que se diziam justos mais na verdade não o era.  Hoje este personagem da parábola de Jesus, representa todo aquele ou aquela que vestem uma capa de puros, de santos, mais por dentro, só Deus sabe o que eles realmente o são.
Prezadas irmãs, prezados irmãos. Que isto não aconteça a nenhum de nós. Que Deus nos ajude a ser cristãos autênticos de fatos e de atos e não somente de aparências externas e de palavras.
O personagem da parábola que diz que não vai trabalhar na vinha e acaba indo, Jesus os comparou com os pecadores daquele tempo. Os quais apesar de se julgarem um caso perdido, podem ser perdoados na última hora caso se arrependerem de verdade e serem salvos,  como foi o caso de Dimas, um dos ladrões ao lado de Jesus na cruz. Hoje esse personagem está representado por todo aquele que mesmo não sendo de nenhuma comunidade, possa fazer o bem, ajudar aos necessitados, sem ficar dizendo que são religiosos. A esses irmãos, nós devemos convidá-los a partilhar conosco da caminhada para a casa do Pai.

Tenha um bom dia. José Salviano


-João Batista e Elias-José Salviano

10 de Dezembro de 2016
Evangelho - Mt 17,10-13

Quando    Jesus disse: Elias já veio, mas eles não o reconheceram. Ele se referiu a João Batista que teve uma missão parecida com a do profeta Elias, o qual foi um gigante na fé, e que lutou contra os “profetas” do deus Baal, com o objetivo de restaurar o culto ao Deus Javé.
A missão de João Batista foi parecida porque ele pregou a conversão, batizando a todos que o aceitaram, e assim preparou os caminhos para a chegada do Messias.
Desse modo, João representa a volta de Elias, pois o seu trabalho foi semelhante ao dele.
 Quem nos dera que o mundo de hoje aparecesse um novo João Batista, disposto a conduzir os indiferentes a conversão.
 João pregou na borda do deserto, nas proximidades do rio Jordão, anunciando a vinda do Menino Jesus. Ele preparou "o caminho do Senhor" para uma nova terra, a terra prometida, uma terra onde o Judaísmo foi desfigurado, o povo foi discriminado, oprimido e até escravizado, pelo governo teocrático do Saduceus e outros privilegiados. João Batista foi aquele que com muita coragem denunciou todas as injustiças e anunciou a solução definitiva para todos os males daquela sociedade.
Também cada um de nós poderemos ser um pouquinho de João Batista, se assumirmos uma missão transformadora no sentido de mudar as coisas erradas fruto do egoísmo humano.
Desde que endireitemos os nossos caminhos e trabalhemos na construção de um mundo novo de justiça e paz, a qual encontra sua plenitude em Jesus, o Filho de Deus.
Assim como João Batista, podemos contribuir para que as pessoas se libertem das falsas ideologias emanadas do mundo digital, das ilusões poder econômico, associado a idolatria espalhada em toda a mídia.
João Batista firme na esperança de que o Messias realizaria a sua missão e muito mais, sugere que devemos mudar totalmente a nossa perspectiva, a nossa trajetória de vida, incluindo a mudança da nossa escala de valores, para que possamos construir um mundo melhor.
Colinas ou montes e vales representam hoje os altos e baixos da nossa personalidade. Um dia estamos com Deus, e no outro dia o expulsamos de nós pelo pecado cometido. João nos exorta a parar com essa vida de aproximação e afastamento de Deus. 
Caminhos esburacados são os pequenos pecados veniais, que vão esburacando e enfraquecendo o nosso estado de graça, até se transformar em uma cratera que só uma confissão pode aterrar.
Caminhos tortuosos são os nossos os nossos deslizes na fé. Uma guinada para a direita, quando estamos em alta com a nossa fé. Uma virada para a esquerda é quando surge uma dúvida, um questionamento, que é digno daquele puxão de orelha que Jesus deu a Pedro. "Porque duvidaste?  Homem de pouca fé".  
        João nos convida a endireitar a nossa vida espiritual para que nos tornemos menos indignos de receber o Filho de Deus. Assim como precisamos hoje nos tornar menos indignos de receber Jesus nas aparências de pão e de vinho. 
        E faremos isso quando precisamos. Quando ao pecar gravemente, voltemos a amizade com Deus através de uma boa confissão. E é bom que façamos uma boa limpeza em nossa alma procurando o sacerdote para receber Jesus Menino. Para que a nossa alegria na noite de Natal não seja uma alegria meramente social, mais sim uma alegria celestial. Uma alegria que brota de nosso interior modificado pela presença de Cristo. Uma alegria que  não é apenas pelo presente que ganhamos ou pela embriaguês da bebida que tomamos. Mas sim, uma alegria de quem está comemorando o aniversário de Cristo, aquele que quis ser o alimento da nossa alma e que recebemos  através da Hóstia Consagrada.
        A satisfação de fazer as pazes com o irmão, de perdoá-lo, e de voltar a desejar a ele um feliz natal do fundo da alma, não só a ele, mas a todos os irmãos e irmãs do nosso convívio.
        Advento é a espera desse momento maravilhoso! Cristo não vai nascer no próximo dia 25 de dezembro. Vamos comemorar o seu aniversário. Mas Ele pode e deve nascer ou renascer em cada um de nó

Prepare sua vida para receber Jesus.

José Salviano