.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

sexta-feira, 21 de julho de 2017

.

PEDI E RECEBEREIS.
DEUS PAI MISERICORDIOSO. NÓS VOS PEDIMOS PELAS VOCAÇÕES SACERDOTAIS! 
==================

 




23 DE JULHO-DOMINGO

DEUS É CLEMENTE, AMOROSO, MISERICORDIOSO E FIEL! - Maria de Lourdes Cury Macedo

“ENTÃO OS JUSTOS BRILHARÃO COMO O SOL..." – Olivia Coutinho






VEJA AQUI MAIS HOMILIAS DESTE DOMINGO

----------------------------------------------

MEU FACE

==============================


PARA ENTRAR NO NOSSO CANAL NO YOU TUBE É SÓ CLICAR AQUI
ou
ou ainda...
 ENTRE NO YOU TUBE E DIGITE: J.SALVIANO


================



REFLEXÕES RECENTES E FUTURAS




17 DE JULHO-SEGUNDA

Pode-se pecar de diversas maneiras-Alexandre Soledade


“NÃO PENSEIS QUE EU VIM TRAZER A PAZ...” Olívia Coutinho


18 DE JULHO-TERÇA

No dia do julgamento, Tiro e Sidônia serão tratadas com menos dureza do que vós-Alexandre Soledade


“AI DE TI CORAZIM! AI DE TI BETSAIDA!”- Olivia Coutinho

Ai de ti, Corozaim! Ai de ti, Betsaida!-Dehonianos



19 DE JULHO-QUARTA

-A ORAÇÃO É O ENCONTRO DA NOSSA SEDE COM A SEDE DE DEUS-José Salviano


Só os pequeninos são confidentes de Deus-Helena Serpa


20 DE JULHO-QUINTA

Vinde a mim todos vós que estais cansados-Reflexão do falecido Padre Antonio Queiroz


“POIS O MEU JUGO É SUAVE E O MEU FARDO É LEVE.” Olivia Coutinho

Jesus pede apenas a nossa adesão à Sua Misericórdia-Helena Serpa


21 DE JULHO-SEXTA

-O Filho de Deus é senhor do sábado-José Salviano.

Jesus queria a misericórdia e não o sacrifício-Alexandre Soledade


22 DE JULHO-SÁBADO

Mulher, por que choras?-Reflexão do falecido Padre Antonio Queiroz




23 DE JULHO-DOMINGO

“ENTÃO OS JUSTOS BRILHARÃO COMO O SOL..." – Olivia Coutinho


DEUS É CLEMENTE, AMOROSO, MISERICORDIOSO E FIEL! - Maria de Lourdes Cury Macedo



O joio em meio ao trigo-Frei Aloísio de Oliveira OFM Comv.


24 DE JULHO-SEGUNDA

Deus sinaliza o Seu amor dentro do nosso coração-Helena Serpa


25 DE JULHO-TERÇA

Jesus nos desafia a compreendê-lo-Alexandre Soledade


26 DE JULHO-QUARTA

viver em paz consigo mesmo-Alexandre Soledade


27 DE JULHO-QUINTA

OU ME DEFENDO OU ACOLHO-Alexandre Soledade


28 DE JULHO-SEXTA

As sementes que foram semeadas em terra boa...Alexandre Soledade


29 DE JULHO-SÁBADO

30 DE JULHO-DOMINGO

31 DE JULHO-SEGUNDA

01 de AGOSTO-TERÇA

02 de AGOSTO-QUARTA

QUINTA

SEXTA
SÁBADO
DOMINGO
SEGUNDA
TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA
SÁBADO

DOMINGO
SEGUNDA
TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA
SÁBADO

DOMINGO
SEGUNDA
TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA
SÁBADO
++++++++++++++++++++++
DOMINGO
SEGUNDA
TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA
SÁBADO



“ENTÃO OS JUSTOS BRILHARÃO COMO O SOL..." – Olivia Coutinho

 
16° DOMINGO DO TEMPO COMUM.
 
Dia 23 de Julho de 2017
 
Evangelho de Mt13,24-43
 
Quem não observa as coisas simples, tem dificuldades para entender as parábolas de Jesus. O Mestre de todos os mestres serviu-se de meios bem simples para nos falar da grandiosidade do Reino dos céus! 
No evangelho que a liturgia de hoje nos convida a refletir, Jesus, com três parábolas, vem clarear a nossa mente, apresentando-nos características próprias do Reino dos céus: ele é algo dinâmico, que cresce silenciosamente dentro de nós, através de um processo lento, imperceptível aos nossos olhos, mas que sentimos o seu efeito, seus benefícios em nossa vida!
Com essas parábolas, Jesus responde as indagações de muitos de nós, que ainda tem muitas duvidas à respeito do Reino dos céus, por imaginá-lo fora do nosso alcance. 
Jesus não compara o Reino dos céus, com algo extraordinário, e sim, com plantas que conseguem crescer juntas com as ervas daninhas, sem se contaminarem, com uma pequena semente de aparência frágil e com o efeito de uma porção de fermento no meio da massa.
A primeira parábola, que nos é apresentada, é a parábola do joio, que nos faz lembrar a criação! Deus nos criou perfeitos, Ele nos moldou na fôrma do seu amor, deixando centelhas Dele em nós, mas o mal, disfarçado do bem, assim, como o joio no meio do trigo, encontrou brecha no nosso coração, ameaçando destruir a criação de Deus! 
Com esta parábola, Jesus vem nos dizer que o bem e o mal estão misturados, até mesmo dentro de nós, mas que é possível vivermos lado a lado, sem nos deixar contaminar pelo o mal, aniquilando-o, com o bem! 
O joio, na fase de crescimento, é semelhante ao trigo, assim também é o mal, o mal aproxima de nós, com a aparência do bem, é o Espírito Santo, que nos faz discernir o que é do bem e o que é do mal. Esta parábola, nos fala também, da tolerância de Deus, Deus não desiste de nós, Ele nos dá tempo para que possamos rever a nossa vida e buscar a conversão.
Na segunda parábola, Jesus compara o Reino dos céus com uma pequena semente de mostarda, querendo nos dizer, que a grandeza do Reino dos céus, não se mede geograficamente.
Comparando o Reino dos céus com uma minúscula semente, Jesus afirma que o crescimento do Reino, começa a partir de pequenas iniciativas!
Assim, como a força de uma pequena semente, que consegue romper a terra para trazer vida, abrigo para os pássaros, o Reino dos céus, ganha força no coração de quem acolhe a palavra de Deus e a transforma em mais vida para o outro!
Na terceira parábola, Jesus compara do Reino dos céus com o fermento misturado em três porções de farinha. Com esta comparação, Ele quer nos dizer, que o reino dos céus é construído com um pouco de cada um de nós. O que importa, não é a quantidade do que colocamos nesta construção, e sim, a qualidade desta oferta, que deve ser uma oferta de amor!
No final do Evangelho, Jesus explica detalhadamente aos discípulos, a parábola do joio. Uma explicação clara, que deve chegar até nós, como uma alerta, para que estejamos sempre vigilantes, para não corrermos o risco de cairmos nas armadilhas do inimigo que está a todo tempo nos espreitando. 
É fácil ser bom, vivendo onde só impera o bem, o desafio mesmo, é ser bom, onde o bem e o mal se misturam.
É no confronto com o maligno, que provamos a nossa adesão à Jesus, é aí, que damos testemunho da solidez da nossa fé. 
É na pessoa de Jesus, que o Reino dos céus se faz presente no meio de nós! Para vivermos intensamente as alegrias deste Reino, temos que romper definitivamente com as estruturas que geram morte, com os Reinos fantasiosos deste mundo, para nos envolvermos numa construção segura, uma construção que gera vida, que tem o AMOR como pilar central!
Estejamos certos: se o mal está ganhando força no mundo, e até mesmo dentro de nós, é sinal de que não estamos cultivando o bem que Deus plantou nos nossos corações!
O mal nunca sobreporá o bem, se estivermos embebidos no amor do Pai, enxertados no Filho e fortalecidos no Espírito Santo.
 
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook