.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quarta-feira, 13 de novembro de 2019

(Vídeo) 33º DOMINGO TEMPO COMUM-Ano C-Vera Lúcia

.



==================

CLICA AQUI  PARA VER TODOS OS NOSSOS VÍDEOS  

14 DE NOVEMBRO-QUINTA

-QUANDO CHEGARÁ O REINO DE DEUS?-Lc 17,20-25-José Salviano




17 DE NOVEMBRO-DOMINGO

-33º DOMINGO-MUITOS VIRÃO EM MEU NOME-Lc 21,5-19-José Salviano

Os sinais são evidentes-Helena Serpa

VEJA AQUI MAIS HOMILIAS (Blog seguro)

 

 

============
---------------------------------------------


MEU FACE
==============================



REFLEXÕES RECENTES E FUTURAS



11 DE NOVEMBRO-SEGUNDA

Fé como um grão de mostarda-Helena Serpa

-ESCÂNDALO, PERDÃO E FÉ- Lc 17,1-6-José Salviano

Ai daquele que os causam escândalos-Dehonianos


12 DE NOVEMBRO-TERÇA

“SOMOS SERVOS INÚTEIS FIZEMOS O QUE DEVÍAMOS FAZER." Olivia Coutinho


-NÃO SOMOS ESPECIAIS- Lc 17,7-10-José Salviano


Somos servos inúteis-Dehonianos


13 DE NOVEMBRO-QUARTA

-A CURA DOS 10 LEPROSOS- Lc 17,11-19-José Salviano

"JESUS, MESTRE, TEM COMPAIXÃO DE NÓS!" – Olivia Coutinho


A cura na caminhada-Helena Serpa


Os dez homens leprosos-Dehonianos


14 DE NOVEMBRO-QUINTA

-QUANDO CHEGARÁ O REINO DE DEUS?-Lc 17,20-25-José Salviano


Onde está o reino de Deus?-Helena Serpa


15 DE NOVEMBRO-SEXTA

-O SENHOR CHAGARÁ DE SURPRESA- Lc 17,26-37-José Salviano


O Senhor pode chegar a qualquer momento-Helena Serpa


16 DE NOVEMBRO-SÁBADO

-A NECESSIDADE DA ORAÇÃO- Lc 18,1-8-José Salviano


Conservar a chama da fé-Helena Serpa


17 DE NOVEMBRO-DOMINGO

18 DE NOVEMBRO-SEGUNDA

-O CEGO DE JERICÓ- Lc 18,35-43-José Salviano


Jesus Cristo está passando por aqui-Helena Serpa


19 DE NOVEMBRO-TERÇA

-JESUS E ZAQUEU- Lc 19,1-10-José Salviano


Uma vida transformada-Helena Serpa


20 DE NOVEMBRO-QUARTA

21 DE NOVEMBRO-QUINTA

22 DE NOVEMBRO-SEXTA

23 DE NOVEMBRO-SÁBADO
24 DE NOVEMBRO-DOMINGO

25 DE NOVEMBRO-SEGUNDA

26 DE NOVEMBRO-TERÇA

27 DE NOVEMBRO-QUARTA

28 DE NOVEMBRO-QUINTA

29 DE NOVEMBRO-SEXTA

30 DE NOVEMBRO-SÁBADO

01 DE DEZEMBRO-DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

SÁBADO
DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

SÁBADO
DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

SÁBADO
DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

SÁBADO
DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

SÁBADO
DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

SÁBADO

...............................................................

DOMINGO

SEGUNDA

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

SÁBADO





terça-feira, 12 de novembro de 2019

-33º DOMINGO-MUITOS VIRÃO EM MEU NOME-Lc 21,5-19-José Salviano


33º DOMINGO TEMPO COMUM
ANO   C
17 de Novembro de 2019
Evangelho - Lc 21,5-19

 

Lc 21,5-19; Ml 3,19-20a; Sl 98; 2Ts 3,7-12

 

-MUITOS VIRÃO EM MEU NOME- Lc 21,5-19-José Salviano

Naquele tempo:
5Algumas pessoas comentavam a respeito do Templo
que era enfeitado com belas pedras
e com ofertas votivas.
Jesus disse:
6'Vós admirais estas coisas?
Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra.
Tudo será destruído.'
7Mas eles perguntaram:
'Mestre, quando acontecerá isto? E qual vai ser o sinal
de que estas coisas estão para acontecer?
8Jesus respondeu: 'Cuidado para não serdes enganados,
porque muitos virão em meu nome, dizendo:
'Sou eu!' e ainda: 'O tempo está próximo.'
Não sigais essa gente!
9Quando ouvirdes falar de guerras e revoluções,
não fiqueis apavorados.
É preciso que estas coisas aconteçam primeiro,
mas não será logo o fim.'
10E Jesus continuou:
'Um povo se levantará contra outro povo,
um país atacará outro país.
11Haverá grandes terremotos,
fomes e pestes em muitos lugares;
acontecerão coisas pavorosas
e grandes sinais serão vistos no céu.
12Antes, porém, que estas coisas aconteçam,
sereis presos e perseguidos;
sereis entregues às sinagogas e postos na prisão;
sereis levados diante de reis e governadores
por causa do meu nome.
13Esta será a ocasião em que testemunhareis a vossa fé.
14Fazei o firme propósito
de não planejar com antecedência a própria defesa;
15porque eu vos darei palavras tão acertadas,
que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater.
16Sereis entregues até mesmo pelos próprios pais,
irmãos, parentes e amigos.
E eles matarão alguns de vós.
17Todos vos odiarão por causa do meu nome.
18Mas vós não perdereis
um só fio de cabelo da vossa cabeça.
19É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida!
Palavra da Salvação.

 

Jesus disse que muitos virão em meu nome! E é o que estamos vendo. Alguns que se dizem ungidos de Deus, na verdade vieram em nome do dinheiro! 


Dias virão em que não ficará pedra sobre pedra. Tudo será destruído.
Meus irmãos. Jesus não estava sendo pessimista, nem estraga prazeres, ao anunciar a destruição do famoso Templo de Jerusalém!  Centro religioso e cultural, o primeiro shopping  do mundo, pois nele o comércio era intenso. Jesus só estava nos dizendo que nesta vida tudo tem o seu final, inclusive a nossa própria vida.  Tudo se acaba um dia,  tudo tem o seu fim.  Jesus só estava nos lembrando ou nos preparando para cairmos na realidade de que devemos caminhar nesta vida terrena, de olhos voltados para a vida eterna. Essa sim. Vai durar para sempre.   

Bem sabemos que Jesus ao anunciar a destruição do templo o que aconteceu tempos depois, Ele estava se referindo também à sua morte de cruz.

Hoje o Templo vivo, a Igreja viva fundada por Cristo na qual comungamos o corpo e o sangue de Cristo, a Igreja humana representada pelos cristãos atuantes, também sofre ameaças da concorrência desleal de outras igrejas que prometem duas coisas que o mundo muito aprecia: Dinheiro fácil, e curas para os males corpo.  Será que fazem curas verdadeiras mesmo ou são curas combinadas? Arranjadas? Ensaiadas? Para não dizer: Falsas? 

Terremotos, guerras e falsos profetas sempre existiu e sempre existirá. Então por que Jesus nos deu essas coisas como avisos do fim de tudo? Para que ficássemos espertos, e fôssemos cristãos mais atuantes, no sentido de trabalhar firmes na catequese, e termos coragem de defender a Igreja de Jesus Cristo de todas as investidas do mal e da concorrência de outras igrejas não oriundas do Filho de Deus.

'Cuidado para não serdes enganados, porque muitos virão em meu nome, dizendo: 'Sou eu!' e ainda: 'O tempo está próximo. 'Não sigais essa gente!

Nos lugares onde a Igreja falta, onde a presença da catequese da Igreja Católica apostólica Romana é escassa, esses lugares  estão sendo invadidos pelas outras igrejas que apresentam a  teologia da prosperidade inventada por eles. Assim dizem: Irmão! Deus quer que você seja rico.  Com certeza, esses "teólogos" não leram o Sermão da montanha, no qual Jesus afirma e garante que felizes serão os pobres, os famintos, os sedentos   por que serão saciados na vida eterna.  E quanto a essa idéia de apresentar uma teologia da prosperidade, Jesus foi bem claro: No Sermão da montanha, e na parábola do homem rico e o pobre Lázaro: Ai de vós os ricos com esse sorriso fácil! Vocês já receberam tudo o que tinha direito, vivem desfrutando bons pratos regados com bons vinhos, e por tanto terão de chorar muito na outra vida!  

E a aceitação popular dessas igrejas outras, se deve a dois fatores: 

1-A carência ou falta de padres naquela região, o que deixa um espaço enorme desprovido da cobertura da catequese da Igreja Católica Apostólica Romana;

2-O instinto religioso das pessoas que precisa ser preenchido, satisfeito, as conduz a aceitar qualquer outra prática religiosa semelhante a sua fé de origem;
Jesus foi bem claro:  Não sigais essa gente! 

Caríssimos. Não sigamos essa gente!  Eles não seguem como deveriam o Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo.  A sua teologia está voltada para uma prática da prosperidade financeira, uma preocupação exagerada com a pessoa do demônio, fazendo parecer mais uma demonologia do que uma teologia, e estão de olho em seu dinheirinho. Fica esperto!
Rezemos diariamente pelas vocações sacerdotais, para que essas áreas ou regiões vazias de representantes da Igreja Católica, tenham o seu espaço preenchido por uma catequese eficiente, atuante e atual.

 Jesus avisa que nos fins dos tempos acontecerão coisas muito desagradáveis, como a nossa perseguição e mesmo prisão, e que seremos levados diante das autoridades por causa do seu nome.  Então, afirma Jesus, que ao invés de nos fraquejar, de nos acovardar, teremos nisso a grande oportunidade para testemunhar a nossa fé.
E mais. Jesus nos garante que a nossa defesa virá do alto.  "porque eu vos darei palavras tão acertadas, que nenhum dos inimigos vos poderá resistir ou rebater."
No fim dos tempos, seremos testados em nossa fé de forma contundente.  Precisamos ser muito fortes.  Segundo o Mestre, seremos entregues até mesmo pelos nossos  próprios pais, irmãos, parentes e amigos, e ainda poderemos perder a nossa vida pois  eles matarão alguns de nós.  Não esperemos a glória no fim dos tempos nesta vida terrena por sermos evangelizadores, pois muitos nos odiarão por causa do nome de Jesus Cristo.  E isso é fácil de se entender: Se alguns seguem a satanás, nenhum deles vão abraçar quem fala em nome de Jesus.
Mas agora vem a notícia boa! Não seremos abandonados por Jesus. Ele nos garante proteção, recompensa: Jesus garante que " vós não perdereis um só fio de cabelo da vossa cabeça. É permanecendo firmes que ireis ganhar a vida!
E Ele se refere à VIDA ETERNA!
Mas atenção! Isso é somente para aqueles que permanecerem FIRMES NA FÉ. 
Como vai a sua fé?   Ela está firme mesmo? Ou você balança entre Deus e as coisas desse mundo?  Você fica em dúvida? Oscilando entre o Evangelho de Jesus Cristo e o "evangelho"  da mídia, da internet, dos filmes, das mensagens das novelas, dos conselhos, observações e sugestões dos seus "amigos"? Hem?

Para sermos firmes na fé precisamos deixar que Deus governe a nossa vida. Deixar que Ele entre em nossa existência e assuma a direção dos nossos passos. Não sou eu quem vivo mas Cristo que vive em mim, disse Paulo.  Isso é um exemplo de uma vida totalmente entregue a Deus, exemplo máximo de FIRMEZA NA FÉ. 
Para ser firmes na fé, precisamos nos agarrar de unhas e dentes a tudo que nos faz viver diante de Deus, e disponíveis às necessidades do irmão.
Estar firme na fé é viver intensamente os mandamentos de Jesus: Amar a Deus e ao irmão.   

Fica com Deus, e um bom santo domingo.


José Salviano