.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 2 de outubro de 2016

-Marta e Maria receberam Jesus – José Salviano

4 de Outubro de 2016 – Ano C

Evangelho - Lc 10,38-42


Escolher a palavra de Deus, optar por estar com Deus é a melhor parte. Porque nós precisamos buscar a Deus em primeiro lugar e todo o resto nos será dado de acréscimo. Jesus aproveitou aquele exemplo de pequeno desentendimento entre Marta e Maria sobre os afazeres domésticos, para nos mostrar a importância da nossa aproximação com Deus. Jesus não quis nos dizer que devemos abandonar tudo e ficar o dia todo dentro do templo a rezar. Jesus não quis nos dizer que não devemos cumprir com nossas obrigações, que não devemos fazer mais nada além de escutar a palavra.
O que Jesus está nos dizendo, é que em tudo o que fazemos, devemos ter em mente que Buscar Deus é a melhor parte. Que devemos ter seus ensinamentos sempre nos nossos pensamentos, que devemos fazer tudo por amor a Deus e ao próximo.
Um exemplo. Muitos no mundo de hoje, se dedicam em missões assistenciais, como é o exemplo das ONGS, outros se dedicam em frentes de evangelização, etc. Tudo isso é um trabalho muito bonito, muito proveitoso, porém, deve será acompanhado da consciência de que somos colaboradores com o próprio Deus na construção de um mundo melhor, menos injusto, menos carente. E para tal, nada podemos fazer por nós mesmo, pelos nossos próprios recursos. “...sem mim nada poderá fazer” . Em tudo o que fazemos pelo bem dos nossos irmãos, inclusive a sua salvação, devemos ter no nosso pensamento dominante, a lembrança, a certeza de estarmos contribuindo para um mundo melhor.
De todas as profissões, o professor é o mais que tem essa consciência. Ele ou ela estão comprometidos em preparar os seus alunos para a vida, e não para a morte. Sua profissão é realmente um sacerdócio, cheio de dedicação, repleto de renúncias de si mesmo. O professor, e a professora, trabalham não apenas para conseguir o seu salário, mas sim, com um objetivo: o de preparar seus alunos para que tenham uma vida digna, para que sejam úteis ao progresso e desenvolvimento social, e acima de tudo, para que tenham uma vida de PAZ, de muita paz!
Os poucos professores que não pensam assim, não se realizam. Não conseguem superar o cansaço, as agressões dos adolescentes, a indisciplina, e chegam em casa muito cansados, ao contrário dos outros que sentem no seu esgotamento físico no final do dia, no final da semana, uma sensação do dever cumprido, uma sensação de realização por terem colaborado para o crescimento intelectual e emocional dos seus alunos.
Os professores que trabalham visando apenas um salário, geralmente de desiludem e desistem. Isso está provado pela experiência.
E assim, deveria ser todas as profissões. Trabalhar não apenas e tão somente pelo dinheiro em si, mas, pelo progresso e pela salvação, da humanidade.
O trabalhador na construção de uma rodovia, por exemplo, que não pense somente no seu salário, mais no progresso e nos benefícios sociais daquela obra.  Os trabalhadores de um estaleiro, que pensem no progresso social representado pelos novos e modernos navios que sairão dali. Os cozinheiros de um restaurante, que pensem na saúde daqueles que vão saborear os alimentos que saem de suas mãos. Que sejam cuidadosos com a higiene, pois quem irá comer aquela comida, são seus irmãos, filhos de Deus como eles. E assim, que preparem a comida, como se ela fosse para o seu próprio consumo.
Se todos pensassem assim, teríamos um mundo maravilhoso! Você concorda?

Tenha um bom dia. José Salviano.




Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário