.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

O Banquete do amor!-Helena Serpa

01/11/2016 - 3ª. Feira XXXI semana do tempo comum – Filipenses 2, 5-11 –“Jesus Cristo é o Senhor”

São Paulo nos convida a imitar Jesus Cristo, modelo de obediência e de fidelidade, tendo como Ele os mesmos sentimentos. Ele, que não se arvorou do Seu direito de ser Deus e se deixou diminuir igualando-se aos homens. Jesus esvaziou-se a si mesmo, tornando-se escravo para restaurar a nossa dignidade humana e elevar-nos à condição de filhos e filhas de Deus. Assim foi que Ele se fez obediente até a morte de cruz, humilhando-se diante dos homens sendo exaltado por Deus. Isto nos mostra que a metodologia de Deus exalta a quem se humilha e recompensa àquele (a) que O obedece por uma causa justa. Jesus não se entregou por covardia ou fraqueza, mas o motivo da Sua entrega foi a nossa salvação, missão que veio cumprir aqui na terra.  Pela Sua obediência e humildade foi exaltado e é hoje proclamado o Senhor de todos para a glória de Deus Pai.  Na nossa inconsequência somos rebeldes e não gostamos de nos submeter a ninguém nem tampouco de obedecer a quem quer que seja. Queremos ter o galardão da vitória, mas não admitimos a luta com sofrimento nem a humilhação de sermos submissos (as) à vontade de alguém. Nós precisamos ter em mente que o sofrimento sempre há de ter uma finalidade. Nós não viemos à terra para aqui penar, porém, como Jesus, nós podemos nos submeter à vontade de alguém a fim de satisfazer a vontade soberana de Deus.     – Você já experimentou ser obediente a alguém? – Qual foi a consequência da sua ação? – Normalmente você se acha uma pessoa especial, diferente das outras?  O que isto tem acarretado aos seus relacionamentos? – Você é obediente à Lei de Deus? – Você se submete ao conselho dos sacerdotes?

Salmo 21 – “Ó Senhor, sois meu louvor em meio à grande assembleia! ”

O salmo fala que é ao Senhor que pertence a realeza, que só Ele é quem tem domínio sobre todas as nações e somente a Ele se deve adoração. Apenas o Senhor é digno de louvor e exaltação e até os poderosos Lhe prestam reverência. Somos nós os pobres que comemos, nos saciamos e nos deleitamos nos átrios do Senhor, por isso, temos a esperança de que toda a nossa descendência também há de servi-Lo e adorá-Lo.
 

Evangelho  Lucas 14, 15-24 – “O Banquete do amor!”

O coração de Deus nos aguarda para nos saciar com o pão da vida, por isso, Jesus nos convida a participarmos do Banquete do Amor do Pai. O convite para o Banquete no Reino de Deus nos é feito a cada momento da nossa vida em qualquer tempo e situação que estejamos, no entanto, nem sempre estamos dispostos a aceitar esse chamado. Há coisas “lícitas” que nos impedem de aceitar o convite de Deus para participarmos do Seu Reino, desde já. A parábola do banquete é, portanto, uma mensagem que abre os nossos olhos para as realidades de Deus que deixamos de usufruir em vista das nossas “ocupações” sem percebermos que, mais tarde, talvez não tenhamos o tempo hábil para desfrutar. Para cada um de nós há um lugar reservado a fim de que nos fartemos com o alimento adequado para a nossa alma. No entanto, da mesma forma como na Parábola, nós vivemos dando desculpas e justificativas para não aceitar o convite de Jesus.  Muitas vezes, Nós nos escusamos, de entrar no reino dos céus por causa das nossas ocupações. Só aceitamos o convite que Jesus nos na hora que nos convém por isso, damos preferência aos nossos negócios e interesses pessoais e desprezamos o pão de Deus preferindo nos “deliciarmos” com o “pão do mundo”. Esta é uma verdade factual na nossa vida.  No entanto, Jesus continuará a nos atrair quando acena para os coxos, os cegos, os aleijados, os pobres e miseráveis. Muitas vezes, precisamos mesmo nos sentir assim para que o convite de Jesus seja aceito por nós. “Feliz é aquele que come o pão no reino de Deus”! Felizes nós seremos quando, reconhecendo as nossas deformidades, buscarmos o alimento de Deus através da Sua Palavra, da Eucaristia, da Oração, da Adoração ao Santíssimo, do estar em comunidade no serviço e no amor. - Você já aceitou o convite para participar do banquete do reino de Deus? – Você tem certeza que tem atendido ao convite de Jesus? – A que alimento você tem dado prioridade para saciar a sua fome: ao pão do céu ou ao pão do mundo? - O que  tem sido mais importante para você: o banquete de Deus ou as suas ocupações e preocupações?


5 comentários:

Anônimo disse...

SENHOR VOZ SOIS O CAMINHO A VERDADE E A VIDA,PERDAO SENHOR POIS SOMOS PECADORES E AS VEZES INSISTIMOS NO PECADO,MIZERICORDIA DE TODOS NOS AMEM

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Elza &Ricardo disse...

Cada dia estas reflexões amolecem um pouco o meu coração. Que Deus permita que sehá derramada em mim, uma porção redobrada do Espírito Santo, a fim de que eu aprenda mais rápido e principalmente, que eu pratique a vontade de Deus na minha vida e na vida do meu próximo.
QQue Deus abençoe a Sra. Dona Helena Serpa e todas as pessoas do mundo inteiro!

Unknown disse...

Que o nosso bondoso Deus sempre esteja conosco,para nos fortalece a todos os dias com seu banquete Eucarístico, sempre buscando espalhar esta noticia maravilhosa ''Que o banquete já esta pronto ''e que todos um dia participem desse convite, assim nos diz o senhor ''Eu sou o caminho a verdade e a vida ninguém vem ao Pai se não por Mim..''

Helena Serpa que você sempre seja iluminada por Deus para anunciar estas palavras. Amém

Marcos 01/09/16

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário