.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

Humildade em todos os momentos-Helena Serpa

29/10/2016 - Sábado   – XXX semana comum - Filipenses 1, 18-26 – “ser de Cristo é o nosso maior motivo”
Prestando um depoimento da sua missão de pregador do Evangelho aqui neste mundo, São Paulo nos dá um verdadeiro testemunho de fé na vida eterna com Cristo. Assim, com a maior sinceridade ele afirma que para ele viver ou morrer não faria diferença e o mais importante era a convicção que tinha de que, vivendo ou morrendo, ser de Cristo era o seu maior motivo. Portanto, a sua única expectativa de vida estava posta em Jesus Cristo e o anúncio da Boa Nova de Deus para a humanidade era a meta que delineava a sua existência. O fato de estar preso, acorrentado ao tronco, para ele era a glória, pois, assim, Jesus Cristo seria glorificado no seu corpo. Este é, sem dúvida, o maior estágio a que nós cristãos poderemos alcançar nesta vida e a maior prova de que realmente a nossa existência está nas mãos de Deus. Seremos realmente livres quando conseguirmos nos desvencilhar de toda razão humana, de todas as amarras da carne, das pessoas, dos bens, dos prazeres para podermos também como São Paulo, afirmar: “Pois para mim, o viver é Cristo e o morrer é lucro.”  À primeira vista isso nos parece uma coisa impossível, no entanto, é também uma questão de aprendizado. Aos pouquinhos podemos exercitar e perseguir esse estágio começando a dar pequeninos passos na vivencia do Evangelho, fazendo com que o amor que há no nosso coração se concretize em atos e atitudes que nos libertem de nós mesmos (as) e da nossa vontade própria. Um dia poderemos constatar que o nosso viver é Cristo e até a nossa morte será lucro para nós. - Você anda muito preocupado (a) com a duração da sua vida? – Você tem aproveitado o tempo presente para ser missionário (a) do amor de Deus? – Qual a expectativa que você tem para com o seu futuro? – Você quer ser de Cristo?

Salmo 41 – “Minha alma tem sede de Deus, do Deus vivo!”
Somos peregrinos caminhando de volta para a nossa casa! O nosso coração sonha sem que a nossa razão perceba isso. Há no interior do nosso coração um desejo de transcendência, de liberdade. "A busca de Deus é a busca da felicidade. O encontro com Deus é a própria felicidade”, nos diz também Santo Agostinho confirmando as palavras deste salmo.  

Evangelho – Lucas 14, 1.7-11 – “humildade em todos os momentos”

Mais uma vez o Senhor nos ensina a ter a humildade como uma prática rotineira na nossa vida. A humildade é o reconhecimento da nossa capacidade e da nossa limitação no exercício das nossas obras aqui neste mundo, em outras palavras, do que somos e temos e do que não somos ou não temos.  No entanto, não nos basta reconhecer a nossa capacidade, competência e limitação, para que sejamos verdadeiramente humildes diante de Deus. Precisamos também honrar o nosso próximo com gestos de consideração e de caridade reconhecendo também a sua competência e tudo a que ele tem direito.  Para isso, necessitamos nos vigiar a fim de não termos a pretensão de querer ser melhores que os outros tentando nos elevar acima daquilo que nos for destinado.   Elevamos a nós mesmos (as) quando nos colocamos acima das outras pessoas e sentimo-nos superiores a elas; quando não as reconhecemos como filhos e filhas de Deus, dotadas de dignidade, portanto com direito aos lugares que lhes foram dedicados. Se fizermos uma reflexão iremos constatar que o nosso viver é uma constante disputa por lugares e privilégios e que estamos sempre, mesmo sem ter consciência, querendo ofuscar o brilho dos outros. Porém, como cristãos, devemos nos colocar diante de Deus, e humildemente reconhecer que toda a nossa capacidade nos é dada por Ele e só Ele tem autoridade para nos colocar no lugar adequado. Aquele (a) que se diz cristão (ã) há de confiar em Deus que providencia tudo de que precisarmos para bem viver. Portanto, não precisaremos nos apressar para tomar os melhores lugares porque o “nosso melhor lugar” é aquele que Deus já nos reservou para ocupar. – Você gosta dos melhores lugares? – Você admite que alguém lhe passe à frente no estacionamento? – Como você se sente quando isso lhe acontece? – Você lembra-se dos outros quando quer ocupar os primeiros lugares?


4 comentários:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Lillian Dos Anjos disse...

profunda reflexao:Estou vivendo de acordo com o lugar que o Senhor tem para mim???

Lillian Dos Anjos disse...

profunda reflexao:Estou vivendo de acordo com o lugar que o Senhor tem para mim???

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário