.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 30 de outubro de 2016

“Quem vai ao banquete?” - Claudinei M. Oliveira.


Terça-feira, 01 de novembro  de 2016.
Evangelho: Lc  14, 15-24

No Evangelho de hoje Jesus conta uma parábola para um fariseu que estava com a barriga cheia. Nesta parábola Jesus afirma que o banquete está preparado, muitos foram convidados, era para amigos do dono da festa, mas arrumaram desculpas esfarrapadas para não participar da festa. Um tinha comprado um campo e deveria ir vê-lo, outro iria experimentar uma junta de boi que acabara de comprar, enquanto outro tinha acabado de se casar.

O dono da festa ficou furioso e mandou o empregado voltar às ruas da cidade e chamar os  pobres, aleijados, os cegos e os coxos. Mesmo assim tinha espaço para mais convidado. Então o empregado  saiu pelas estradas e caminhos a procura dos andarilhos. O dono da festa queria uma casa cheia, lotada, com muitas pessoas. Afinal o banquete foi preparado para um segmento da sociedade, mas como os convidados  tinham afazeres, foram-se substituídos por outro segmento: os famintos.

Jesus quis dizer para o fariseu que muitos são chamados para o trabalho na vinha. A missão precisa de muitas pessoas dispostas. É preciso arregaçar as mangas da camisa e lutar. Não querer receber algo em troca da missão. Entretanto, são poucos que tem ouvidos para escutar o chamado. A maioria inventa desculpas para  não ir ao encontro da Palavra, prefere as coisas mundanas do que servir o reino e/ ou estar a serviço das facilidades da vida.

No reino de Deus tem lugar para todos. Contudo, somente os marginalizados são sensatos para ir ao encontro com o banquete que é Cristo. Mesmo sabendo da  importância, muitos preferiram encontrar uma saída não convencional para atender ao chamado ilusórios. 

Será que nós cristãos estamos dispostos ir ao encontro da mesa do  pão? Será que arranjamos desculpas corriqueiras para não participarmos das celebrações dominicais? Será que não sabemos  que o convite para  o banquete seria o convite para a prática da justiça?  Onde nós encaixaríamos: naqueles que receberam o convite e estavam ocupados ou naqueles que receberam o convite e correram para se baquetear?  

Por isso que pedimos incensamente ao nosso Deus a graça de nos servir como deve e fazer que corramos livremente ao encontro das vossas promessas. Que não ficamos felizes ao comer o pão no Reino de Deus sem olhar para a nossa volta e partilhar com tantos que precisam. Que buscamos sempre o acolhimento daqueles que buscam um lugar junto do Reino e fazermos a construção de um mundo justo e fraterno.

Sabendo que a partilha é necessária para abrir espaço para alcançar a salvação. Porém, partilhar com aqueles que o mundo dos homens sempre hostilizou, e não deu oportunidade para a reconstrução de uma vida em equidade, é abraçar o reino e a missão reservada àqueles que encontraram Deus e querem vê-Lo espalhado para todos os cantos do mundo.

Ir ao banquete do Senhor é celebrar a vida e a felicidade de comungar os ensinamentos de Cristo. Significa também viver no acolhimento de muitas pessoas que necessitam de uma direção, dando assim, vivacidade no dia a dia. E você, sempre vai ao banquete do Reino para alimentar a alma e a fé? Ainda é tempo! Amém.

Abraços
Claudinei M. Oliveira


Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário