.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

O Amor é a primeira Regra-Helena Serpa

02/11/2016 – 4ª.feira -   Fiéis defuntos – (Missa II) -  1ª. Leitura - Isaías 25, 6-9 –  “esperando com confiança”
O profeta Isaias nos motiva a meditar sobre a grande graça que Deus destinou para toda a humanidade quando profetiza sobre o Banquete que está preparado para nós. Todos nós fomos criados por Deus, saímos de Deus e, por isso, desejamos ansiosamente voltar para perto Dele. Desse modo, por mais que a nossa carne o rejeite, a nossa alma anseia por este dia do Banquete. O Banquete é espiritual e nele há tudo de que necessitamos e, aqui na terra ainda não encontramos. É um mistério profundo e apenas a nossa Fé e a nossa confiança nos planos de Deus far-nos-ão estar firmes esperando o dia em que diremos: “Este é o nosso Deus, esperamos nele, até que nos salvou. ” Enquanto aqui vivermos provaremos da esperança, esperando com confiança, certos de que, “O Senhor Deus eliminará para sempre a morte e enxugará as lágrimas de todas as faces.”  A eternidade já começa aqui e agora na medida em que tomamos consciência de que a nossa carne perecerá, mas a nossa alma e o nosso espírito seguirão de volta para a Casa do Pai. A esperança deve, portanto, permear a nossa vida. – Você tem medo da morte? – Como você encara o fato de que todos nós seremos chamados a participar desse banquete? – Você tem consciência de que iremos voltar para a nossa casa?

Salmo  24 – “Sem     hor meu Deus, a vós elevo a minha alma”

Elevar a alma a Deus é justamente deixar fluir o desejo de eternidade que mora dentro de nós, reconhecendo a miséria em que vivemos e anelando pelo conforto e refrigério que o Senhor promete a todos que O procuram. Ore hoje com este salmo e faça uma reflexão sobre as aflições da sua vida, pedindo ao Senhor o alívio e a consolação para as suas dores. Você sentir-se-á muito melhor, se assim o fizer.

2ª. Leitura – Romanos  8, 14-23 – “  a recompensa de herdeiros.”

A Carta de São Paulo aos romanos nos dá consciência da nossa filiação divina pela nossa adesão a Cristo e ao comando do Espírito Santo. Desse modo, todos nós que nos deixamos guiar pelo Espírito de Deus somos Seus filhos adotivos e esperamos a recompensa de herdeiros. O próprio Espírito se une ao nosso espírito nos dando entendimento da nossa missão e do sentido da nossa existência. Não recebemos um espírito de escravos, mas de filhos, por isso, estamos libertos do jugo do mal a que estávamos destinados. Podemos, portanto, dá testemunho disso pela manifestação das nossas obras de conversão através das nossas ações. Assim, também até a criação espera essa nossa manifestação de filhos e herdeiros para viver em harmonia. Temos conhecimento de que toda a natureza entrou em discordância por causa do pecado original, mas, sabemos também que a morte é o último inimigo a ser vencido e que depois de tudo o cosmo será glorificado quando Jesus Cristo vier uma segunda vez. É o Espírito Santo quem nos sustenta com a sua graça e nos fará ser glorificados com Cristo. O nosso sofrimento do tempo presente nem se compara com a glória que deveremos receber. Esperando em Cristo seremos mais que vitoriosos e estaremos recebendo a libertação para o nosso corpo. Você já se considera um (a) filho (a) de Deus? – De que você tem medo? – Para você o que significa viver a salvação desde já? – Você tem manifestado ao mundo a glória de Deus pela ação do Espírito Santo? – Você tem contribuído para que haja harmonia no universo?

Evangelho – Mateus 25, 31-46 – “o Amor é a primeira Regra”
A lei do amor e da caridade é a lei do julgamento final, da parusia. Quem tem caridade e amor será digno de adentrar aos umbrais do Paraíso. O próprio Senhor nos pede que sejamos amorosos e caridosos porque teremos a recompensa no céu: “Faze isto, e viverás” (Cf. Lc 10,28).” Tendo como termômetro o amor concretizado em ações, Jesus nos dá o roteiro para que possamos perseguir a perfeição enquanto aqui vivemos.  Ao nos prometer a vida eterna Jesus nos dá conhecimento de que para isso, será preciso que busquemos a santidade, desde já. E a santidade é a vivência do amor de Deus!  Jesus, então, nos adverte de que ao voltar reunirá os povos da terra diante dele e fará distinção entre os benditos do Pai e os malditos, os felizes e os infelizes. Cada orientação que Jesus nos dá é um ensinamento para que possamos caminhar passo a passo rumo ao céu.

Assim será o critério: Dar de comer e beber a quem tem fome e sede, acolher os que não têm teto, vestir os que estão nus, tomar cuidado com o doente, visitar e dar assistência a quem está preso. Assim, Jesus nos diz: todas as vezes que o fizeres é a Mim que o farás, por isso sois benditos; todas as vezes que não o fizeres, sereis malditos porque foi a Mim que rejeitastes. Não precisamos fazer mais do que isso: acolher o irmão como se fosse o próprio Cristo! Basta-nos somente aproveitar as oportunidades que surgem na nossa vida a todo o momento, e não deixar o bem para fazer depois.   Não podemos dizer que não conhecemos a receita nem o caminho porque o próprio Jesus nos dá todas as dicas, antecipadamente. Perseguir a santidade é perseguir a vivência do amor com os nossos irmãos e irmãs, mesmo que sejam eles os piores e os mais marginalizados do mundo. Não nos adiantará praticar o amor somente com aqueles de quem “gostamos ou admiramos”, porque Deus é Pai de todos e, por isso, somos todos, irmãos e irmãs.   Qual o lugar em que você se posicionaria se Jesus viesse hoje: à esquerda ou à direita Dele?  - O que Jesus diria para você se Ele voltasse hoje? – Você, hoje, se considera bendito (a) ou maldito (a)? - Você tem aproveitado as oportunidades para fazer o bem nas pequenas coisas ou espera ocasião para ser herói ou heroína nos grandes eventos de solidariedade humana? 

2 comentários:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

José Maria Nascimento disse...

Obrigado!!!

Postar um comentário