.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 23 de outubro de 2016

-A cura da mulher encurvada-José Salviano

24 de Outubro de 2016-Ano C

Evangelho - Lc 13,10-17




Jesus em seu infinito poder, e pela sua compaixão, libertou aquela pobre mulher de seu sofrimento.
Acontece que Jesus efetuou mais uma cura no dia de sábado, dia que para os judeus não se podia fazer absolutamente nada. Nem a própria comida.
Porém, Jesus bem o sabia que certas coisas os judeus faziam, como cuidar doa animais. Por isso Jesus os chamou de HIPÓCRITAS.
Os doutores da Lei, e os fariseus, se faziam de santos, o que não eram, e viviam censurando a todos pelos menores erros. Sendo que eles, lá no fundo, eram muito injustos.
Mais com Jesus a coisa era muito diferente. Porque Jesus sendo Deus, sabia de tudo o que eles praticavam nas horas vagas, e principalmente o que pensavam.
Censurar os outros é coisa muito fácil. É uma maneira de nos justificar, de nos elevar, de mostrar aos demais que somos os tais, os justos, e até os santos.
Constantemente nós vemos por aí, pessoas que se consideram santas, discriminando a torto e a direito. Impedindo que leigos se introduzam na comunidade, dificultando a sua participação nas pastorais.
A desculpa esfarrapada é a manutenção da integridade da Igreja.  A desculpa é que fazendo isso, estão zelando pela pureza da comunidade, impedindo qualquer tipo de infiltração maléfica, ou coisa desse tipo.
Os fariseus e doutores da Lei, lá no fundo sentiam-se mesmo era incomodados pelo poder de Jesus. Jesus para eles não passavam de um forte concorrente, a que eles chamavam de impostor.
E na nossa paróquia? Como podemos chamar, enquadrar, denominar as discriminações que acontecem por lá?   Será que não são frutos de inveja?
Será que os santos veteranos não estão se sentindo incomodados, ameaçados pelo novo leigo que se apresentou para catequisar? Para fazer as leituras?
Será que a “dona da igreja” não se sentiu ameaçada em seu pedestal com aquela nova leiga que apareceu e que muito promete?
Padres vem e padres se vão, e a “dona da igreja” continua firma em seu comando, ditando as regras, e todos a obedecendo.  É bem verdade que ela realiza muitas coisas, porém, uma coisa que ela geralmente não o faz, é um exame de consciência para avaliar o quanto tem massacrado os demais leigos, o quanto tem impedido que outros leigos de fora entrem para a comunidade, o quanto tem deixado de seguir o Evangelho, por causa do seu egoísmo. Cuidado, minha irmã. Um dia terá de prestar contas!  E poderás ouvir do próprio Jesus. “...não vos conheço. Ide para o fogo eterno”.   
Não sejamos como os fariseus, não sejamos hipócritas! Não impeçamos a vinda de mais leigos para trabalhar na vinha. Lembremos das palavras de Jesus:  “vinde a mim todos os que se sentem oprimidos e eu vos aliviarei...”

Tenha um bom dia. José Salviano.





Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário