.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

sexta-feira, 21 de outubro de 2016

A CONVERSÃO NOS RECOLOCA NO CORAÇÃO DO PAI!- Olivia Coutinho

 
Dia 22 de Outubro de 2016
 
Evangelho de Lc13,1-9
 
Em todos os ensinamentos de Jesus, há sempre um apelo de conversão, é o seu  amor  querendo falar mais forte ao nosso coração, assegurando-nos de que o Pai não desiste de nós!
Jesus não quer perder nenhum de nós, por isto, Ele está sempre nos chamando à conversão, a uma conversão sincera, que nos leve ao arrependimento, a reparar o mal que fizemos ao outro, como também  perdoar o mal que nos fizeram. 
A conversão, ou seja, uma mudança de vida, requer um exercício constante, pois recomeçar é sempre um grande desafio!  A nossa conversão, deve ser diária, pois são muitos os adversários tentando nos desviar do caminho de Deus.
O Evangelho que a liturgia de hoje nos apresenta, chega até a nós como um convite a uma transformação de vida, a uma mudança de mentalidade! 
O texto que nos é apresentado é composto de duas partes, na primeira parte, Jesus recebe a notícia da morte trágica de alguns galileus mortos a mando de Pilatos. As pessoas, que lhes deram esta notícia, atribuíam estas mortes como sendo  castigo de Deus.  Elas esperavam que Jesus tivesse algo a dizer sobre tal atrocidade, mas Jesus não se preocupa com aquilo que já havia acontecido, e sim, com o que poderia acontecer com aqueles que estavam ali diante Dele.  Estes, poderiam  ter um destino melhor do que os galileus mortos, pois eles tinham tempo de se  converterem, o que os galileus, provavelmente não tiveram.
Para facilitar ainda mais a compreensão do que Ele queria transmitir, Jesus acrescenta outro fato que aconteceu com dezoito homens que foram mortos em Jerusalém, na queda da torre de Siloé. Tanto com o  primeiro fato, como  o segundo, Jesus adverte a todos, sobre a necessidade de uma  conversão diária  pois fatalidades podem nos acontecer a qualquer momento .
 Jesus insiste em tirar daquelas pessoas e hoje de nós, a ideia de que as tragédias sejam castigo de Deus, Ele quer abolir essa ideia erronia herdada do antigo testamento, nos mostrando, através Dele mesmo, que Deus só sabe amar, que Ele ama bons e maus na mesma intensidade!
 É importante, conscientizarmos, de que Deus não castiga ninguém, que Ele não escolhe quem deve sofrer, as tragédias, são de responsabilidades humana e não castigo de Deus!
Na segunda parte do evangelho, Jesus conta a parábola da figueira, uma parábola, que vem nos falar da paciência de Deus para com cada um de nós! Como podemos perceber, é mais um apelo de conversão! Todos nós necessitamos de conversão, para a figueira, foi dada uma única chance, mas para nós, Deus dá inúmeras chances!
Deixemo-nos ser cuidados pelo agricultor maior, que é Jesus, não tenhamos medo de sofrermos com as podas, afinal, fomos plantados por Deus aqui na terra, para produzir frutos e são as podas, que nos possibilitam produzir frutos de boa qualidade!
O caminho que Jesus nos indica, é o caminho do amor, para Ele, não há justificativa para que nenhum de nós se perca, afinal, temos um Pai misericordioso que está sempre nos dando uma nova chance para retomarmos o caminho da vida, não desperdicemos as oportunidades que Deus nos dá.
 
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook

2 comentários:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário