.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

A alegria da conversão-Helena Serpa

03/11/2016 -  5ª. feira – XXXI semana comum -  Filipenses 3, 3-8 –
“ Cristo está acima das regras”

Guiado pelo Espírito Santo Paulo fazia perceber aos judeus cristãos que a verdadeira circuncisão é o culto espiritual que prestamos a Deus e a glória que concedemos a Jesus Cristo.
Eles se arvoravam de ser superiores aos pagãos que aderiram ao cristianismo, porque tinham o corpo marcado pela circuncisão, conforme a Lei antiga. São Paulo, então afirma que para abraçar a Cristo ele havia desprezado todas as regalias que tinha em vista do cumprimento das regras e da lei que lhe eram impostas. Assim, São Paulo nos motiva a vivermos, aqui na terra, sem nos apoiar nas nossas conquistas materiais nem tampouco nos valores que o mundo tem como fundamento. Por isso, não precisamos nos impressionar com as pessoas que seguem rigorosamente as leis e os preceitos, mas não colocam os seus corações à serviço da justiça e do amor. Somente vive o amor e a justiça de Deus quem Lhe presta culto e tem a Sua Palavra como ensinamento para a vida. A nossa maior riqueza é o conhecimento de Jesus Cristo e a vivência do Seu Evangelho. Não nos basta somente o conhecimento intelectual adquirido por força de muito estudo e aprofundamento da mente. Conhecer a Jesus significa ter intimidade com Ele, escutá-Lo, tê-Lo como amigo e confidente na certeza de que Ele é para nós o dom mais precioso.  Isto é o que importa! Todos os outros nossos “dotes” nos serão aproveitáveis apenas enquanto passamos por aqui e na medida das nossas necessidades.  – Você tem muitos bens e dotes? – Qual a medida para as suas conquistas? – O que você considera importante na sua vida? – Você é muito apegado (a) às coisas que passam?  

Salmo 104 – “Exulte o coração dos que buscam o Senhor!”

A Palavra de Deus se realiza concretamente quando nós O buscamos de todo nosso coração. Exultamos de alegria e podemos perceber os seus sinais e as maravilhas que Ele realiza em nós. Por isso, não podemos deixar de procurar constantemente a Face do Senhor que faz prodígios na vida dos Seus escolhidos. Somos   hoje, também, descendentes de Abraão e de Jacó e a nossa vida foi restaurada pelo poder de Jesus. Exultemos, pois, cantando alegres!

Evangelho – Lucas 15, 1-10 – “a alegria da conversão

Jesus era criticado pelos fariseus e mestres da Lei, porque se aproximava dos pecadores e acolhia aqueles que estavam afastados e O procuravam para escutá-Lo. Por isso, Ele lhes contava parábolas, apelando para que vissem que o modo de Deus tratar com o pecador é muito diferente daquele que eles próprios entendiam. Por causa da nossa fragilidade humana nós também achamos que o erro dos outros é sempre motivo de castigo e de desprezo. Alguém precisa ser castigado para pagar a culpa! Cremos que este também é o pensamento de Deus quando pecamos! Precisamos ter consciência de que Deus não se compraz com a morte do pecador nem tem o propósito de castigá-lo pelas suas iniquidades. A parábola da ovelha perdida nos afirma justamente o contrário, quando nos revela que o Pai vai em busca do pecador para resgatá-lo e acolhe-lo da mesma forma que o pastor faz com a ovelha que se desgarrou.   Cada pecador que se converte é motivo de alegria no céu. Nós somos para Deus um bem precioso, assim como é preciosa a moeda que a mulher da parábola encontrou. Quanto mais tivermos consciência de que somos pecadores, mais ainda experimentaremos a misericórdia de Deus que vem ao nosso encontro para nos fazer justiça. Jesus acolhia os pecadores e fazia refeições com eles a fim de atraí-los e converte-los devolvendo-lhes a honra de serem filhos de Deus. Assim também o Senhor quer nos dar dignidade, nos tirar da lama, nos oferecer roupa nova, anel no dedo e sandálias aos pés, a fim de participarmos da alegre festa do céu.  Porém, se não nos considerarmos pecadores, se nos justificarmos e, como os fariseus e os mestres da lei, apontarmos somente para o pecado do próximo, nunca poderemos comungar da alegria de Deus. O arrependimento é, portanto, o primeiro passo, para que participemos da festa no céu.  - Você também é uma ovelha fugida? - Você percebe a alegria de Deus quando se deixa encontrar por Ele? - Você preferia estar entre as noventa e nove ovelhas “justas”? - Você confia na misericórdia de Deus para com o pecador mesmo que ele seja o pior de todos?


2 comentários:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário