.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

A perseverança torna mais forte a nossa alma-Helena Serpa

16/10/2016 - XXIX Domingo do tempo comum  -  1a. leitura - Êxodo 17, 8-13 - "Vencendo os inimigos pela oração"  
A luta do nosso dia a dia é constante e quanto maiores forem as dificuldades, mais nós precisamos perseverar na oração. Nesta leitura vemos que enquanto Moisés orava, Josué vencia a luta e quando Moisés desanimava venciam os inimigos. Mas, quando Moisés cansava, seus amigos o ajudavam a perseverar na oração e, por isso, o povo de Israel venceu a batalha final. Assim também acontece na nossa vida. A nossa vida espiritual acontece de maneira muito sutil e nós não a enxergamos nem a tocamos. Mas percebemos que quando baixamos a guarda, quando nos afastamos da fonte do Amor, quando nos entregamos às nossas próprias sugestões e não pedimos ajuda aos céus nem aos irmãos, nós começamos a entrar em desarmonia conosco mesmos (as). E o inimigo aparentemente está ganhando a batalha para se apossar da nossa alma. Se, ficarmos sozinhos (as), com certeza, perderemos a batalha. Porém, quando vivemos dentro de uma comunidade, ou mesmo dentro de uma família cristã, nós contamos com a ajuda de verdadeiros irmãos e irmãs e, com certeza, podemos nos apossar da vitória. A perseverança é um dom de Deus, mas precisa ser exercitado e regado para poder permanecer. Portanto, a oração perseverante nos leva à vitória. O desejo de orar, a vontade de continuar em comunhão com Deus já é um grande passo que nós damos em direção a uma vida de oração. Assim sendo, que nós possamos nos ajudar mutuamente, em comunidade, incentivando-nos uns aos outros, sustentando-nos e, juntos em oração, intercedermos a Deus que vence por nós os nossos inimigos. - Você já experimentou a força da oração? - Quando tem pedido a ajuda de alguém quando você se encontra desanimado (a) na sua oração? - Você é perseverante na sua oração pessoal? - Você intercede por alguém ou você só se preocupa com os seus pedidos pessoais?- Você já tentou rezar junto com a sua família para vencer as dificuldades? Experimente a partir de hoje


Salmo 120 - "Do Senhor é que me vem o meu socorro, do Senhor que fez o céu e fez a terra!"


O monte é o nosso próprio coração onde Deus habita. É de lá que nos vem o socorro para as nossas aflições. O Deus que fez o céu e a terra é o mesmo que nos criou. Ele não dorme nem cochila, está atento como um guarda para nos proteger das ciladas do inimigo. É Ele quem nos guarda, quem nos abriga sob a sua sombra protetora. Basta que nós nos voltemos confiantes para Ele e aí não tropeçaremos nem o  mal poderá atingir a nossa alma. Na partida e na chegada, agora e para sempre , peçamos que o Senhor nos guarde.


2ª. Leitura – 2 Timóteo 3,14-4,2 –  “tempo de conscientização “

“Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar, para argumentar, para corrigir e para educar na justiça, a fim de que o homem de Deus seja perfeito e qualificado para toda boa obra.”  Deus tem um plano de Amor para cada um de nós e quer nos formar, nos direcionar e nos ensinar a dar os passos firmes na direção correta, no caminho certo. É por meio da Sua Palavra que Ele nos revela o itinerário para a conquista do estado da perfeição. Somos Seus filhos, adotados por Jesus Cristo, portanto, objeto da benevolência divina, isto é, amados e escolhidos para viver em harmonia com Ele, na intimidade da Sua Santidade. Todavia, Ele não quer que alcancemos sozinhos este clima de felicidade, pois deseja salvar a todos. Por isso, é que São Paulo nos manda ir mais além: “Proclama a palavra, insiste oportuna ou importunamente, argumenta, repreende, aconselha, com toda a paciência e doutrina”. Este mandato é para nós, hoje não podemos nos calar e deixar que as coisas aconteçam à mercê da mentalidade do mundo. Mesmo que sejamos considerados impertinentes, fanáticos e alienados, Deus nos convoca a ir em frente e não desistir.
Assim sendo, os conselhos de São Paulo a Timóteo são de grande valia para a nossa vivência de seguidores de Jesus Cristo. A maioria de nós, também, desde a infância conhece as Sagradas Escrituras ou pelo menos teve uma formação embasada na doutrina de Jesus Cristo, no entanto, poucos de nós temos a convicção do poder que a Palavra de Deus pode ter na nossa vida. Hoje, porém, é tempo de conscientização e de assumir compromisso com a Palavra que o Senhor nos dirige. – Você tem proclamado a Palavra de Deus? – Você tem sido impertinente e insistente para falar das coisas de Deus? – Você tem se conformado com o pensamento do mundo? -       Você acha que o mundo está numa boa? – O que você tem falado às pessoas que lhe estão mais próximas?

Evangelho Lucas 18,1-8 - " A perseverança torna mais forte a nossa alma ".

Neste Evangelho Jesus nos instrui dizendo que a insistência da nossa oração exercitará em nós a perseverança e a certeza do que desejamos diante do Pai. Quando desistimos com facilidade dos nossos pleitos diante de Deus é porque não temos muita segurança de que o que pedimos é o mesmo de que necessitamos. A perseverança torna mais forte a nossa alma, porém  deve estar de braços dados com ela, a esperança, que significa, esperar com confiança. O juiz injusto atendeu pedido da viúva por causa da sua insistência e persistência. Quanto mais não o fará o justo juiz quando com perseverança nós batermos à sua porta, em oração, pedindo aquilo que for justo para nós! A viúva pediu ao juiz para fazer-lhe justiça   contra o seu adversário, assim também nós devemos pedir ao Senhor que a Sua vontade se realize na nossa vida, porque justo para nós é tudo o que o Senhor nos conceder. Não tenhamos receio de bater à porta do Pai para pedir tudo o quanto nós desejamos, porém nos contentemos com tudo quanto Ele nos conceder porque Ele conhece as nossas necessidades e sabe de que nós precisamos para ser feliz. A fidelidade da nossa oração é uma prova da nossa fé. Jesus mesmo dá uma dica para que nós possamos refletir: "o Filho do homem quando vier, será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?" A qualidade da nossa fé, é para o mundo um testemunho vivo capaz de atrair muitas pessoas a também abraçar a causa de Jesus e, assim fazer com que Ele, quando voltar ainda encontre fé sobre a terra. - O que significa para você a justiça de Deus? - Qual é a diferença da justiça dos homens? - Você tem convicção dos pedidos que tem feito a Deus na sua oração?- Como é a sua fé? Pelo menos do tamanho de um grão de mostarda?- Você está disposto (a) a ajudar com que a fé permaneça na terra até Jesus voltar?

4 comentários:

Severino Fernandes disse...

Vamos enraizar esta fé no coração da humanidade.

Anônimo disse...

SENHOR PERDAO POR TODOS OS MEUS PECADOS E DO MUNDO INTEIRO.OLHAI COM MISERICORDIA PELOS NOSSOS MAIS NECESSITADOS,EU VOZ PEÇO EM NOME DE JESUZ AMEM

Regina Aparecida Oliveira disse...

Parabéns! Bela reflexão, explorou todas as leituras com muita unção e sabedoria!

Regina Aparecida Oliveira disse...

Parabéns! Bela reflexão, explorou todas as leituras com muita unção e sabedoria!

Postar um comentário