.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 11 de julho de 2017

-Ide, antes, às ovelhas perdidas!-José Salviano

12 de Julho de 2017
Cor: Verde
Evangelho - Mt 10,1-7
-Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel!-José Salviano

Naquele tempo:
1Jesus chamou os doze discípulos
e deu-lhes poder para expulsarem os espíritos maus
e para curarem todo tipo de doença e enfermidade.
2Estes são os nomes dos doze apóstolos:
primeiro, Simão chamado Pedro, e André, seu irmão;
Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João;
3Filipe e Bartolomeu;
Tomé e Mateus, o cobrador de impostos;
Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu;
4Simão, o Zelota, e Judas Iscariotes,
que foi o traidor de Jesus.
5Jesus enviou estes Doze, com as seguintes recomendações:
'Não deveis ir aonde moram os pagãos,
nem entrar nas cidades dos samaritanos!
6Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel!
7Em vosso caminho, anunciai:
'O Reino dos Céus está próximo'.
Palavra da Salvação. (CNBB).

Jesus passou um bom tempo preparando os discípulos para a continuar o seu trabalho. Ele, junto com seus escolhidos, faziam um trabalho itinerante. Andava por vários vilarejos, curando doentes e anunciando a Boa Nova do Reino.
Depois de considerar que os seus amigos já estivessem preparados , Jesus os enviou para a grande MISSÃO.
Jesus envia os missionários em estado de extrema pobreza, recomendando a eles que não levassem dinheiro nem roupas extras. Pois quem os acolhiam, eram pessoas de boa vontade, e portando, garantiria o seu sustento além do devido abrigo.
Os sacerdotes são os continuadores dessa missão. Fazem votos de castidade e de pobreza, e portanto cabe a nós, garantir o seu sustento.
Jesus convidou a mim, e convida a você para a grande missão. Mesmo que você seja um pai de família, você pode e deve trabalhar pela causa do Reino.
Jesus sendo o próprio Deus, não precisava de ninguém para realizar a sua missão. Porém, para nos dar o exemplo, ele se fez precisado de ajuda, e escolheu os discípulos para ajudá-lo na missão de salvar a humanidade.
E desse modo, nós, eu e você, também somos convidados a nos integrar nessa missão, nesse grupo dos escolhidos para seguir, copiar, imitar Jesus, e ao mesmo tempo fazer com que todos acreditem nele, e o sigam também.
Antes e fazer essa escolha, Jesus rezou. Rezou muito a noite toda, pedindo a ajuda do Pai, para aquela decisão tão importante!
Ele passou a noite toda em oração, consultando o Pai, falando com o Pai, sobre a escolha dos 12 discípulos. Quando terminou sua longa oração, Jesus escolheu doze dentre os discípulos, aos quais deu depois o nome de apóstolos.
Jesus enquanto Deus não precisava rezar ou orar, mas para nos deixar o exemplo, Ele rezava muito. Levantava de manhã antes do amanhecer e se retirava a um lugar deserto para orar. Às vezes passava a noite inteira em oração.
E nos disse que devemos vigiar e orar sem cessar, pois o espírito está preparado, mais a carne é fraca.
Ele nos deu o exemplo, pois rezava: de manhã, à noite, às refeições, na sinagoga (igreja). Suas orações eram sempre inventadas na hora, eram espontâneas.
Jesus rezou:
De noite: ( Lc.6,12) Na montanha, Ele passou a noite toda rezando...
De manhã: ( Mc.1,35) Ao amanhecer foi rezar a sós...
Nas alegrias, agradecendo: (Lc. 10,21) "Eu te louvo, Pai porque escondestes estas coisas dos sábios e as revelastes aos pequeninos..."
Na tristeza: ( Lc.22,41) "Pai... afasta de mim este cálice..."
Pedindo:( Lc.23,34 e Jo.17) "...Pai perdoai-lhes porque não sabem o que fazem..."
Jesus nos ensinou a rezar porque Ele conhecia como ninguém a natureza humana, suas fraquezas e suas limitações. Se por um lado nós pecamos durante o dia, podemos contar sempre com o perdão de Deus, pois Ele é amor. E isso faremos momentos antes de dormir. No momento em que prestamos conta a Deus do nosso dia. Começamos pedindo perdão, depois agradecemos tudo que quê Ele nos deu,e finalmente pedimos o que precisamos, mas não devemos pedir somente para nós, mas sim também para nossos familiares, amigos e até inimigos. Isso mesmo! Até pelos inimigos. Não só para que eles não nos façam mal, mas pela sua conversão.
Já me perguntaram: Por que as vezes rezamos, pedimos e não conseguimos nada?
Pode ser, que:
Rezamos distraídos ou mesmo sem fé o suficiente;
Pedimos uma coisa que não está de acordo com o plano ou a vontade de Deus; (Jesus mata meu vizinho, ele me incomoda muito!);
Pedimos para testar a Deus, para ver se realmente Ele é poderoso. (Como o fez Herodes)
Irmãos: somos limitados e dependentes, mas unidos a Deus pela oração, nossa coragem aumenta, nossos problemas serão facilmente solucionados. E é aí que se encontra aquilo que mais procuramos na vida, a felicidade, que está na certeza de que não estamos sozinhos diante dos obstáculos normais e extraordinários desta vida terrena.
Tem gente que só reza quando a "coisa fica preta". Só se lembram de Deus na hora do apuro: Na hora do sequestro, do incêndio, da morte iminente do filho, etc.
O próprio Jesus que era Deus rezou para nos dar o exemplo. Sendo Deus, Ele não precisava rezar, mas quis nos ensinar que sem Deus não somos nada, e que precisamos pedir sempre a sua força, sua proteção nos perigos, etc.
Podemos e devemos rezar todo instante. Para isso, basta elevar o nosso pensamento a Deus.
Os principais momentos em que precisamos falar com Deus, são: Ao levantar, nas horas de perigos, nas horas de alegrias (agradecendo), às refeições, na Igreja, e antes de dormir, ou a qualquer hora.
Jesus nos ensinou a rezar com: Fé, confiança, humildade, com insistência.
Podemos inventar as nossas próprias orações, falando com Deus do nosso jeito. Esse tipo de conversa com Deus, se chama: Oração espontânea ou informal. E também podemos pronunciar ou ler as orações que foram feitas por outras pessoas, como os salmos, o credo, o pai nosso, etc. A esse tipo de oração foi dado o nome de oração formal.
Prezados irmãos! Vamos rezar mais. Para estar na amizade com Deus, precisamos participar da Eucaristia, várias vezes por semana. Mais comungar só não basta. Precisamos rezar, rezar e rezar. Não só nas horas difíceis, de perigo, de tentação, de angústia, de dificuldades, mas acima de tudo nas horas alegres, agradecendo a Deus por tudo o que Ele gratuitamente nos dá.
Basta nós reduzirmos as orações, para que as tentações, os vícios enfim as paixões nos derrubar. “Vigiai e orai para não cair em tentação. O espírito está preparado, mas a carne é fraca.” E como é! Basta só um descuido e lá vamos nós!
Em resumo, orar, ou rezar, é conversar com Deus, e podemos fazer isso a qualquer hora, e em qualquer lugar, porque Deus é onipresente, isto é, Ele está em toda parte. E Onisciente. por que vê tudo que eu faço, até mesmo o que eu penso. Quem disse que nós devemos rezar foi o próprio Jesus.
Quantas vezes você já rezou hoje? Irmãos não deixem para rezar na hora que “a coisa ficar preta!” Comece agora!


Tenha um bom dia. José Salviano




Um comentário:

Unknown disse...

Muito obrigada por este belo ensinamento,é uma verdadeira catequese um ensinamento para refletir o dia todo!.😇

Postar um comentário