.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 31 de julho de 2017

Processo de conversão de mudança e transformação-Helena Serpa

02/08/2017 - 4ª. Feira XVII Semana comum -  1a Leitura: Ex 34,29-35 –“bronzeados pela graça de Deus” 
Todas às vezes em que se recolhia para falar a sós com o Senhor, Moisés voltava com o rosto resplandecente. Na intimidade com Deus, Moises recebia as ordens para que fossem transmitidas ao povo que conduzia. Quando o povo via a pele do rosto de Moisés resplandecer sentia medo, mas acreditava que Ele estivera com Deus. O mesmo acontece conosco quando nos recolhemos para ouvir o Senhor, para adorá-Lo e receber Dele instruções para a nossa caminhada e da nossa família. Quando realmente nos prostramos diante de Deus e recebemos Dele a Sua Luz, a nossa face se ilumina e mesmo sem saber nós damos testemunho disso por meio das nossas palavras, ações e reações.  Por meio da luz do Espírito Santo nós ficamos bronzeados, isto é, cheios da graça de Deus e conseguimos transmitir alegria, paz, confiança, bondade, e muito mais. Erroneamente, às vezes, nós procuramos palavras para convencer as pessoas de alguma coisa, fazemos cálculos sobre os conselhos que precisamos dar a alguém e nos esquecemos de ir diante do Senhor para saber qual é a Sua vontade para ela. Perdemos tempo e não conseguimos alcançar os nossos objetivos. Aprendamos, pois, com Moisés a nos apresentar diante do Senhor para falar-Lhe, retirando o véu que encobre a nossa verdadeira face e nos desnudando diante Dele para que também sejamos bronzeados com a sua graça e, assim, possamos conduzir o povo que nos foi confiado. Teremos então convicção plena de que estaremos dando a orientação certa e seremos ouvidos por todos os que vêm a nossa face esplandecer. - Você tem ido conversar com o Senhor, receber dele as instruções para a sua vida e daqueles a quem ama?   - Qual tem sido a ação do Espírito Santo em você?  Você é uma pessoa  que transmite o poder de Deus?- Você  dá testemunho através dos gestos, do seu semblante, das suas ações, reações  e das suas palavras que tem encontrado o próprio Deus? Você transmite alegria, confiança?
Salmo 98 – “Santo é o Senhor nosso Deus!”
Porque o Senhor é Santo é que todos nós devemos nos prostrar perante Seus pés e exaltar o Seu Santo Nome. Todos os homens da Bíblia souberam reconhecer a Majestade do Senhor, guardando a Sua Lei e os Seus preceitos, por isso, tiveram êxito na sua missão. Nós também, hoje, precisamos exaltar o Senhor nosso Deus e prostrar-nos perante o Seu Monte Santo, que está dentro do nosso coração, lá onde o Espírito Santo ouve a sua voz e nos concede poder para guardar os ensinamentos que nos são revelados.
Evangelho: Mateus 13,44-46 –“ processo de conversão de mudança e transformação”

Jesus nos revela neste Evangelho duas características da vivência do reino dos céus aqui na terra. Na primeira parábola, o reino dos céus é comparado a um tesouro escondido no campo e que é encontrado por um homem.  Na segunda parábola, o reino dos céus é comparado a um comprador que procura pérolas precisas e encontra uma de grande valor. Podemos perceber, então, que o reino dos céus também pode ser encontrado sem que o procuremos e achado quando o buscamos. Nas duas realidades, porém, os seus personagens só se apossam da descoberta, depois que vendem todos os seus bens. O tesouro e a pérola constituem a vivência do reino dos céus desde já, aqui na terra, tendo Jesus como Aquele que nos proporciona a verdadeira felicidade. O reino dos céus está escondido no campo do nosso coração e, de acordo com o projeto de Deus para a nossa vida, podemos reconhecê-lo enquanto caminhamos ou encontra-lo porque o buscamos. No entanto, há um momento de discernimentos e desapego para que possamos verdadeiramente vivenciar o reino dos céus. Dependendo de cada um, muitas vezes precisamos vender o que possuímos da mentalidade do mundo, optar por algumas realidades que não condizem com os ensinamentos de Jesus, enfim, nos desapegarmos de tudo o que é empecilho para a sua vivencia. Por isso, a conquista do reino de Deus é como o processo de conversão de mudança e transformação firme e gradual que vai se manifestando por meio do nosso modo de ser  e de agir.  Quando nós descobrimos que dentro de nós há a riqueza do reino de Deus, do amor do céu, aos pouquinhos nós vamos substituindo o que há em nós, as coisas que nos prendem na vida e são nossas inimigas, e vamos nos apossando da riqueza que gera, amor, paz, alegria, consolo, fortaleza, mansidão, compreensão, esperança, vitória, felicidade, mesmo no meio das dificuldades.  – Você já sente em   as primícias do reino de Deus?   – Você ainda continua procurando “pérolas preciosas” para comprar ou   já encontrou este tesouro? - O que você tem feito com esse tesouro?  O que existe em você que se compara à pérola preciosa? - Qual é a percepção do reino dos céus em você? – Você demonstra ao mundo que o reino de Deus está no seu coração?

Um comentário:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário