.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quinta-feira, 13 de julho de 2017

QUAL TERRENO SOU? – Maria de Lourdes Cury Macedo.

         QUAL TERRENO SOU? – Maria de Lourdes Cury Macedo.
        
         Domingo, 16 de julho de 2017.
Evangelho de Mt 13, 1-23.
        
Jesus veio ao mundo para anunciar, instalar no coração de cada pessoa e da humanidade toda, o Reino de Deus, para ser uma realidade vivida por todos. Toda mensagem de Jesus pode ser resumida em o Reino de Deus. Por meio de parábolas Ele ensinava sua doutrina, sua mensagem de amor, paz, perdão, misericórdia.
         Jesus quer semear sua Palavra no coração de todas as pessoas independentemente de como elas são. A todos é oferecida a sua mensagem de salvação, mas muitos não a acolhem, não aceitam, recusam. Recusar a Palavra de Jesus é rejeitar o próprio Jesus.
         A Palavra de Deus é como a semente, tem uma força própria. Toda semente tem toda a informação, toda potencialidade da árvore que a gerou. Ela tem um poder extraordinário em se transformar em outra árvore igual a que lhe deu origem. Quem acolhe a Palavra produz frutos, porque ela é como a semente, possui uma força irresistível para frutificar.
Assim é a Palavra de Jesus, é como uma semente, uma vez caída no terreno, que é o coração das pessoas, ela tem toda a força,  potencialidade, para germinar, brotar e crescer, tornar-se uma planta adulta que produz muitos frutos, desde que o terreno seja fértil, bom, adubado. A palavra de Jesus caindo num bom terreno, que é o coração do homem, vai se desenvolver e tornar um outro Cristo. A Palavra de Jesus leva ao amor, à justiça, à fraternidade, enfim, leva à vida, aos frutos.
         Quando Jesus anunciava a chegada do “Reino de Deus”, anunciava a presença do poder de Deus que nos salva, que nos coloca em uma nova situação, que nos leva em direção a uma plena realização no futuro. Jesus contou a parábola do semeador para dizer da aceitação que cada um tem do Reino.
         O semeador é Deus. É dele que parte a iniciativa da salvação. Foi ele quem decidiu salvar-nos porque Deus é bom e tem compaixão de nós pecadores. Em sua bondade infinita, Deus oferece o Reino, a salvação a todos os homens, a todos oferece a possibilidade de pertencer ao Reino. Porém há forças contrárias que abafam o poder da vida da semente: Os pássaros, o terreno pedregoso, os espinhos.
         Uma parte caiu à beira do caminho. A terra à beira do caminho é dura, pisada, compactada, por isso a semente não penetra na terra e as aves as comeram.  A parte que caiu à beira do caminho é como a pessoa que ouve a Palavra de Deus, mas tem o coração duro, fechado, orgulhoso, egoísta, como um duro caminho. Por isso a pessoa não acolhe a Palavra, continua escrava do seu orgulho, do seu egoísmo. Não acolhe Jesus e seu Evangelho, rejeitam completamente. Não se compromete com a Vida Nova que lhe é oferecida por Jesus.
Outra parte caiu entre as Pedras onde há pouca terra. Logo a semente nasceu, mas o sol surgiu queimou e secou as plantinhas, porque não tinha onde fixar suas raízes.  A parte que caiu entre as pedras é como a pessoa que recebe a Palavra com alegria, mas logo vem o sofrimento e as dificuldades, a sua fé dura pouco... Podemos comparar este terreno com as pessoas de corações inconstantes, que não perseveram. Preferem vida fácil, sem Jesus e seus ensinamentos.
Uma parte caiu entre os Espinhos, os espinhos cresceram e sufocaram a plantinha. A semente que caiu entre Espinhos é como a pessoa que ouve a Palavra, porém as riquezas, as vaidades e os prazeres da vida acabam sufocando completamente a fé em Jesus e no seu Evangelho, que estava no seu coração.
Mas a outra parte caiu em terra boa e deu muito fruto. A semente que caiu em boa terra é a pessoa que tem coração acolhedor e aberto como um terreno fértil, adubado e regado. Esse acolhe Jesus e o Evangelho, vive uma vida cristã exemplar, pois pratica os ensinamentos de Deus. Busca e consegue a santidade.  Essa pessoa dá bons frutos para o Reino de Deus.”
O segredo de receber, acolher e viver o Reino de Deus está em ter um coração aberto e acolhedor. Onde está o Reino de Deus, ou seja, onde Jesus e o seu Evangelho são aceitos e vividos, ali há vida cristã em abundância, há santidade, felicidade pessoal, matrimonial, familiar e social.
Esta parábola nos ajuda a refletir as diferentes formas como nós acolhemos a Palavra de Deus em nossa vida.  A  Palavra de Deus é Palavra de vida,  é semente que trás dentro de si a  força do Senhor Jesus que continua hoje lançando  sementes, confiante de que nós saberemos cultivá-la no espírito da fé, da perseverança e da fidelidade a Deus! Ele lança a semente por meio de nós. Por isso Jesus espera que sejamos semeadores. Ele quer servir-se de nós, deseja que nós, os cristãos, semeemos a sua Palavra de vida e amor em todos os terrenos da terra; convida-nos a propagar a sua mensagem divina com o nosso exemplo, até aos confins do mundo.
Pensemos: qual terreno é o meu coração? Um só ou todos?  Muitas vezes nós somos um caminho duro, pisado, de difícil penetração. Outras vezes somos espinheiros, outras somos terreno cheios de pedras, e também terra fértil, de boa qualidade.
É preciso que cada um de nós analisemos nossa vida, tomemos consciência desta realidade e nos dispomos a melhorar o terreno (que é o nosso coração) para que a Palavra de Deus possa produzir abundantes frutos. Frutos de paz, de amor, de alegria, de concórdia, de união, de fraternidade, de solidariedade, de perdão, de justiça, fidelidade, perseverança, etc.
 Mesmo que durante nossa vida surjam obstáculos, dificuldades, preocupações representados pelos terrenos, a beira do caminho, os espinhos e pedras, precisamos ficar junto de Jesus, não nos afastar do Mestre que nos ama e só quer o nosso bem.

Abraços em Cristo!
Maria de Lourdes


2 comentários:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Anônimo disse...

muito bem explicado esse evangelho.Serviu para uma reflexão profunda
Ermeni

Postar um comentário