.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 25 de julho de 2017

-O joio será recolhido e queimado-José Salviano

1 de Agosto de 2017

Cor: Branco
Evangelho - Mt 13,36-43

Naquele tempo:
36Jesus deixou as multidões e foi para casa.
Seus discípulos aproximaram-se dele e disseram:
'Explica-nos a parábola do joio!'
37Jesus respondeu:
Aquele que semeia a boa semente é o Filho do Homem.
38O campo é o mundo.
A boa semente são os que pertencem ao Reino.
O joio são os que pertencem ao Maligno.
39O inimigo que semeou o joio é o diabo.
A colheita é o fim dos tempos.
Os ceifadores são os anjos.
40Como o joio é recolhido e queimado ao fogo,
assim também acontecerá no fim dos tempos:
41o Filho do Homem enviará os seus anjos
e eles retirarão do seu Reino
todos os que fazem outros pecar
e os que praticam o mal;
42e depois os lançarão na fornalha de fogo.
Ali haverá choro e ranger de dentes.
43Então os justos brilharão como o sol no Reino de seu Pai.
Quem tem ouvidos, ouça.'
Palavra da Salvação.(CNBB).

Caríssimas e caríssimos. O Evangelho de hoje é claro como a luz do sol que nos ilumina em um dia de verão.
Jesus explicou tudo com palavras que todos nós podemos entender.
Respondendo à pergunta dos discípulos sobre a parábola do joio,
Jesus falou que o Filho de Deus é aquele que semeia a semente, ou seja, a palavra no mundo carente e sedento de paz, de justiça, sedento de Deus.
E neste mundo existem as boas sementes que são aqueles que acreditam em Deus e em seus mistérios, e portanto acatam, acolhem a mensagem de paz, a mensagem do Evangelho.
No entanto, este mundo também é povoado por aqueles que seguem o demônio, e portanto, são aqui representados pelo joio, erva daninha que prejudica o trigo, embora seja parecida com ele, como os maus se disfarçam de bons, e se misturam, se infiltram no meio de nós.
O inimigo, é aquele que semeia em nossas mentes toda maldade, toda falsidade, corrupção, inveja, traição, mentira, vingança, e muita violência.
Deus não interrompe a ação maligna do demônio no mundo. Mas nos dá todo o apoio necessário para nos livrar desse impostor.  E todo este apoio nós encontramos na Igreja de Jesus Cristo. Através da confissão, da Eucaristia, da santa missa, nós podemos nos aproximar de Deus por Jesus, e nos livramos das tentações do maligno.
E quando chegar o fim dos tempos, que Jesus comparou aqui com uma grande colheita, os anjos irão ceifar, cortar o trigo e o joio, separando-os. O joio para um lado e o trigo para outro.
Os maus, os injustos, os corruptos representados pelo joio, irão para o fogo eterno, enquanto que os justos, representados pelo trigo, brilharão como a luz do sol.
Isso tudo acontecerá no dia do julgamento final, no qual o Filho de Deus enviará os seus anjos e eles retirarão do seu Reino TODOS OS QUE FAZEM OUTROS PECAR,  e os que praticam o mal; e depois os lançarão na fornalha de fogo.  Ali haverá muito sofrimento, um sofrimento que nunca termina. Ali haverá choro e ranger de dentes.
Enquanto os justos estarão na presença do Pai, na glória eterna.
No final desta maravilhosa homilia, Jesus disse: Quem tem ouvidos, ouça.
É claro que todos os presentes naquele dia, tinham dois ouvidos feitos para ouvir. Mas infelizmente, como acontece hoje conosco, nem todos estavam ouvindo Jesus. Nós também não ouvimos como deveríamos, a palavra de Deus. O padre fala, e muitos dos presentes na missa, estão distraídos, olhando a roupa da pessoa ao lado, a beleza da moça ou mesmo da mulher do nosso lado ou na nossa frente, pensando no que vamos fazer ao sair dali, pensando em nossos bens materiais, na pessoa amada, no filho, na filha, no pai, na esposa...
São muitas coisas que podem nos distrair naquele momento em que Deus fala conosco por meio da boca do seu enviado, do seu escolhido, o sacerdote em sua homilia dominical, e portanto, naquele instante de reflexão, NÃO TIVEMOS OUVIDOS PARA OUVIR.
Foi por isso que Jesus disse aquela frase. Ele estava vendo que todos tinham orelhas, tinham ouvidos. Porém, enquanto Deus Jesus estava percebendo que nem todos estavam concentrados nas suas palavras como deveria, como o fazemos nós diante do sermão do padre, que é a palavra da Salvação para nós.

Tenha um bom dia. José Salviano.





2 comentários:

Marisete Pinto disse...

,Otima reflexão, muito bem explicado este Evangelhono raciocínio do irmão José Salviano. Deus lhe conceda muitos anos de vida com ,ótima saúde e continue escrevendo coisas lindas assim.

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário