.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 17 de julho de 2017

Em busca da vida em abundância-Helena Serpa


21/07/2017 – 6ª. Feira XV semana comum  – Êxodo 11, 10-12,14 – “Deus nos prepara para a caminhada até a glória ”
Os pensamentos de Deus são completamente diversos dos nossos e o Seu modo de agir muito contrário ao que nós costumamos usar, mas Ele tem sempre um propósito nos Seus desígnios para nós! Nesta passagem nós verificamos que, ao mesmo tempo em que operava milagres e prodígios por meio de Moisés e Aarão, Ele também “endurecia o coração do faraó” para tornar mais difícil a libertação do Seu povo no Egito. Podemos entender, no entanto, que ao dificultar a saída do povo da escravidão do Egito, Deus também o exercitava na confiança e na dependência da Sua providência.  Todo o ritual de preparação que o Senhor ministrava para que o povo vivenciasse era também uma espécie de purificação e conscientização a fim de que pudessem assumir uma vida nova. Por isso, eles foram orientados a partilhar o cordeiro sem manchas e a marcar as suas casas com o sangue para que fossem reconhecidos quando o anjo do Senhor passasse para ferir os “primogênitos do Egito”. A mensagem central desta narrativa, quando o povo de Deus se prepara para ser libertado da escravidão do Egito é a prefiguração da Páscoa de Jesus,  o Cordeiro que foi imolado para que nós tenhamos uma vida nova.  Da mesma forma também nós, pelo Batismo, somos inseridos no Seu sacrifício e assinalados com o Seu Sangue para sermos distinguidos quando da passagem do anjo do Senhor. Estamos sendo preparados para a passagem do Senhor, para isso, precisamos ter os rins cingidos, as sandálias nos pés e o cajado na mão. A nossa humanidade apressada precisa ser habilitada por Deus, por isso, também, muitas vezes o Senhor “endurece o  coração do faraó” e dificulta a nossa libertação com o intuito de nos purificar a fim de que possamos marchar com mais firmeza em busca da terra prometida.  – Você também tem sido exercitado (a) para a conquista da vida nova? – “O que significa para você ter os “rins cingidos”, “sandálias nos pés” e cajado nas mãos”?  - Você tem consciência de que foi assinalado (a) com o Sangue do Cordeiro? – Como você tem esperado a passagem do Senhor? 

Salmo 115 – “Elevo o cálice da minha salvação, invocando o nome santo do Senhor”
A melhor maneira de retribuirmos ao Senhor por tudo aquilo que ele faz em nosso favor é oferecer a Ele um sacrifício de louvor. O sacrifício de louvor consiste  na entrega da nossa vida a Ele reconhecendo e confiando em que a Sua vontade para nós é soberana e, por isso, queremos ser seus servos e servas. Dessa forma nós estaremos também cumprindo com as nossas promessas ao Senhor na presença do mundo e elevando o cálice da nossa salvação para que todos vejam.

Evangelho -  Mateus 12, 1-8 – “ em busca da vida em abundância” 


Deus deseja matar a fome do homem e não se importa de se oferecer como alimento para a nossa fome espiritual não implicando o dia nem a hora.  Ele não age conforme nós pensamos e pregamos! Por isso, Jesus Cristo, neste Evangelho quer nos mostrar que a misericórdia do Pai não se prende a fórmulas, conceitos ou regras humanas. Ela é o maior motivo para que demos passos aqui na terra em busca da vida em abundância.   Porque sonda o nosso coração e conhece os nossos desejos mais profundos, o Senhor não impõe condições para nos saciar. Mas, ele precisa de nós, homens e mulheres, como Seus instrumentos. Os homens impõem um jugo pesado, cheio de regras e limitações, mas para Deus a Misericórdia é a norma que pode ser vivenciada a todo dia e a qualquer hora na nossa vida. Jesus nos chama para alimentar o Seu povo, mesmo que seja em dia de sábado. Muitas vezes a desculpa do “dia de sábado” esconde uma má disposição para que não fazer o bem e usar de misericórdia, por acomodação, preguiça e falta de interesse. Preferimos oferecer a Deus sacrifícios baratos, oferendas sem sentido do que ocupar o nosso tempo em dar atenção a quem necessita do nosso olhar, da nossa compreensão, do nosso apoio ou mesmo de uma simples palavra ou de um ouvido para escutar.   Jesus nos ensina que as leis foram feitas para nos orientar e não para nos consumir e que a nossa vida está muito acima e vale muito mais do que os conceitos que nós mesmos adotamos para a nossa acomodação. – Você é muito ligado (a) a regras e preconceitos? – Quando você encontra alguém com “fome” o que você faz? – Você espera uma oportunidade melhor para ajudar às pessoas ou você o faz em qualquer circunstância?

5 comentários:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Mister F disse...

Bom dia.Sempre ajudo independentemente s conheço ou não. Sinto-me forte e realizada.A palavra de Deus é o meu alimento espiritual. Nice Alves.Aiquara-Bahia. 21-7-17

José Maria Nascimento disse...

Obrigado Senhor por sua Palavra que nos guia, obrigado Helena, por compartilhar suas reflexões que muito ajudam a ampliar o entendimento da Palavra !!!

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Jeickson Filho disse...

Obrigado pelas reflexões e pelo sim de vcs! Glória a Deus, por usar vcs, por tudo!

Postar um comentário