.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 31 de julho de 2017

A vitória do bem já nos foi garantida por Jesus-Helena Serpa


01/08/2017 - 3ª. feira  XVII semana comum– Êxodo 33, 7-11;34,5-9.28 – “ face a face com o Senhor”
Como um homem fala com seu amigo, assim também Moisés falava face a face com o Senhor, na tenda da reunião, erigida num lugar afastado do acampamento. Enquanto orava, com certeza, Moisés confidenciava ao Senhor as suas angústias e aflições por causa do povo que conduzia. Um povo, que mesmo de cabeça dura, era aquele que o Senhor lhe entregara, por isso, Moisés intercedia e pedia ao Senhor que caminhasse com eles, perdoasse os seus pecados e os acolhesse como Sua propriedade. Jesus Cristo é o nosso Moisés, que intercede por nós junto do Pai e pede a Ele que tenha misericórdia de nós e da nossa descendência. Em Jesus, foi nos dada também a oportunidade de ter intimidade com o Pai de pedir a Ele o auxílio para a nossa caminhada. Hoje nós armamos a tenda da reunião dentro do nosso próprio coração e o Senhor também fala conosco e escuta as nossas confidências como se faz a um amigo. Hoje também nós temos acesso à Sua misericórdia, paciência, bondade e fidelidade. No entanto, como falou para o povo no deserto o Senhor também nos adverte que as nossas ações boas ou más têm consequências na qualidade da nossa vida. Aquele povo que caminhava no deserto era um povo de cabeça dura e apesar das advertências de Deus errava e sofria em decorrência dos seus malfeitos. Nós também temos conhecimento do que é bom e do que é mal, pois o Senhor nos instrui, assim sendo, a bênção ou a maldição vêm como resultado das nossas obras.   Somos também um povo de cabeça dura, mas através da nossa oração, da nossa súplica o Senhor nos manifesta a Sua graça e nos ensina com a Sua Palavra a caminhar para a santidade. O Senhor investiu em nós o Seu Amor e a Sua misericórdia e nunca poderemos pensar que não há jeito para a nossa situação de pecador, pois somos parte da Nova Aliança que o Pai fez no Seu Filho Jesus Cristo. – Você alguma se entristeceu com o seu ser pecador e achou que não havia mais jeito para si? - Você confia na intercessão de Jesus diante do Pai? - Você é uma pessoa que gosta de se justificar e se desculpar?- Você se considera um (a) pecador (a)? – Você costuma falar com Deus na tenda da reunião?

Salmo 102 – “O Senhor é indulgente, é favorável!”
O Senhor não nos trata como exigem nossas faltas, diz o salmista, porque ele é indulgente, é favorável, paciente e bondoso. O Senhor nos trata como Seus filhos e filhas amados e quer salva a cada um de nós por meio do Seu amor. Basta que entendamos isso! Ele não quer nos castigar, pelo contrário, Ele deseja que cultivemos uma confiança cega na Sua justiça e misericórdia. Somos oprimidos pelo pecado, pela mentalidade do mundo e o Senhor compreende a nossa situação. Por isso, Ele não fica sempre repetindo as suas queixas nem guarda rancor contra nós. A justiça de Deus é o amor vivendo sempre em nós.

Evangelho Mateus 13, 36-43 – “a vitória do bem já nos foi garantida por Jesus”

Usando a figura do joio e do trigo Jesus nos explica o que acontece com o mundo em relação ao bem e o mal. Jesus é o semeador, que veio instaurar o reino do amor de Deus no coração dos homens. A boa semente é a Sua palavra que é acolhida no coração daqueles que desejam pertencer ao reino dos céus. O campo é o mundo onde convivem os bons e os maus e a boa semente são os que aceitam os ensinamentos de Jesus para acolher o reino dos céus. O joio são aqueles sugestionados pelo maligno, isto é, pelo espírito do mal que intervém e sutilmente se infiltra querendo impedir que o reino de Deus aconteça no interior do coração do homem.  Joio e trigo são plantas muito parecidas a ponto de confundir a visão de quem colhe. “Normalmente o joio cresce nas mesmas zonas produtoras de trigo e se considera uma erva daninha desse cultivo. A semelhança entre essas duas plantas é tão grande, que em algumas regiões costuma-se denominar o joio como "falso trigo". Dentro do nosso coração há trigo, mas também há o joio, por isso acontece dentro de nós uma luta constante entre o bem e o mal. Porém, quando nos apossamos da semente da Palavra, nós saímos vitoriosos e o bem prevalece. Mesmo que algumas vezes a nós parecer que o mal está prevalecendo, podemos ter certeza de que a vitória do bem já nos foi garantida por Jesus.  E é a partir desta dinâmica que cada um de nós pode ser uma boa ou uma má semente no campo que é o mundo. Assim sendo, partindo dessa compreensão, nós podemos ajuizar que tipo de semente tem sido jogada no terreno do nosso coração e se nós a estamos acolhendo. Quando acolhemos a Palavra do Senhor dentro da mentalidade que Ele prega nós podemos dizer que estamos sendo também no mundo uma semente boa. Todavia, também podemos estar sendo confundidos pela ação do inimigo que tenta desvirtuar o sentido dos ensinamentos de Jesus fazendo com que tenhamos no mundo um comportamento duvidoso. Precisamos estar bem atentos enquanto estamos aqui na terra e possuímos vida e oportunidade, porque o próprio jesus falou que no final os Seus anjos virão e retirarão do seu reino todos os que praticam o mal.  Não podemos nos acomodar, necessitamos fazer a nossa parte para edificar o reino de Deus aqui na terra. Por ocasião da colheita nós seremos ofertados a Deus ou seremos queimados pelo fogo, dependendo da nossa adesão ao Projeto do Pai que Jesus Cristo veio instaurar na terra.   – Faça uma reflexão sobre tudo o que você tem percebido aqui na terra: quem está vencendo o bem ou o mal? – O que você tem feito para difundir o reino de Deus? – Você se considera trigo ou joio? – Qual a influência que você está tendo para os seus amigos e suas amigas: você tem sido instrumento do bem ou do mal? Para onde você os  (as) está levando?

2 comentários:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário