.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Ainda hoje os espíritos maus tentam nos acorrentar-Helena Serpa


05/07/2017 - 4a. feira XIII semana comum – Gênesis 21, 5.8-20 – “ Isaac, o filho da promessa”
Podemos ter a certeza de que a Palavra de Deus se cumpre fielmente na nossa vida e, por mais que tentemos mudar os Seus desígnios nós não o conseguiremos. Assim aconteceu em relação aos filhos de Abraão, Isaac e Ismael.  Isaac, filho de Sara, sua mulher, é o filho da promessa do Senhor. Ismael, filho de Agar, sua escrava, é o filho da ousadia de Sara que, não acreditando no juramento do Senhor de conceder a Abraão uma descendência numerosa, entregou a ele a sua escrava para que essa lhe desse um filho. Porém, como o Senhor havia dito, Isaac nasceu de Sara e era o filho privilegiado. Um dia aconteceu o que era inevitável: o ciúme e o despeito entre Sara e Agar fizeram com que a escrava fosse afastada juntamente com Ismael, o primeiro filho de Abraão. Deus, porém, não abandonou a escrava Agar e mandou um anjo segui-la pelo caminho prometendo a Ismael a recompensa de um povo numeroso, como narra a leitura. A aflição de Agar vagueando pelo deserto, chegou aos ouvidos do Senhor. Assim também acontece conosco quando nos sentimos abandonados (as), rejeitados (as) pela vida, sofrendo a consequência dos nossos erros ou mesmo do erro de outras pessoas que nos aconselham mal e influenciam as nossas más escolhas. O mesmo Deus que ouviu o clamor da escrava, na Sua infinita Misericórdia vem também em nosso socorro e não nos despreza quando gritamos a Ele e pedimos a Sua ajuda. Ele está sempre pronto para nos atender e nos mostra o “poço de água” no deserto da nossa vida para que não morramos de sede nem permaneçamos no erro. Jesus nos enviou o Seu Espírito Santo. Ele é o rio de água viva que precisamos para nos saciar e lavar as nossas impurezas e satisfazer a sede da nossa alma.   – Alguma vez na sua vida você se sentiu abandonado (a) por Deus e pelas pessoas? – Qual é a sua reação diante do sofrimento: você se revolta ou clama por Deus? – Você espera alguma promessa de Deus para a sua vida? – Você confia que realmente vai acontecer como Ele prometeu? – Você tem clamado pelo Espírito de Deus?

Salmo 33 – “Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido”
A infelicidade significa para nós a ausência da graça de Deus, o nosso afastamento da Sua presença. O Senhor deseja sempre estar perto de nós e todas as vezes que nós O chamamos Ele se aproxima. O anjo do Senhor nos acompanha para nos salvar do precipício que muitas vezes nos atrai. O homem infeliz é temeroso e angustiado, mas a presença do Senhor liberta-o dos seus temores. Aos que buscam o Senhor não lhes falta nada, aqueles que não o temem, mesmo sendo ricos, passam fome. Todo homem ama a sua vida e procura a felicidade e ela consiste na vontade de Deus se realizando na sua vida todos os dias.

Evangelho – Mateus 8, 28-34 – “ainda hoje os espíritos maus tentam nos acorrentar”

“o que tens a ver conosco, Filho de Deus? Tu vieste aqui para nos atormentar antes do tempo?  Há ocasiões na nossa vida em que também agimos e falamos tal qual os dois homens da história narrada por Mateus, neste Evangelho. Até inadvertidamente, nós nos deixamos apossar pelas obras do maligno e ficamos vagando na vida, acomodados no nosso modo de viver ao redor dos túmulos do mundo. Reconhecemos que Jesus é o Filho de Deus, sabemos que só Ele tem poder para nos libertar do pecado, todavia nos rebelamos contra Ele e entendemos que ainda não é tempo para que saiamos da vida de escravos. O inimigo de Deus persegue os Seus filhos, por isso, o seu maior desejo é fazer com que a criatura rejeite o Seu Criador. No entanto, sabemos que Jesus já o derrotou quando venceu a morte que é consequência do pecado. Por essa razão, ele tem conhecimento de que já foi vencido por Jesus, e, mesmo assim continua explorando o ser humano. Jesus sabe para onde deverão ir os “espíritos maus” que tentam nos acorrentar e fazer de nós pessoas infelizes. Os espíritos maus que podem nos atormentar ainda hoje, fazem de nós pessoas iradas, rebeldes, idólatras, materialistas, impacientes, murmuradoras, intolerantes, medrosas, arrogantes e às vezes, tão violentas que podemos ser comparados com verdadeiras “feras”. Se tivermos consciência de que Jesus já venceu a morte e que já nos deu a vida eterna, não cairemos nas malhas dos inimigos. E se tivermos inteligência nós deixaremos que Jesus se aproxime de nós e não O impediremos de entrar na nossa vida.  - Você é uma pessoa fácil de ser influenciada e atraída para as coisas mundanas? – O inimigo também costuma cerca-lo (a)? – Você está acomodado (a) em alguma situação que o (a) escraviza? – Você quer ser libertado (a)? – O que precisa mudar em você? - Você se sente em paz diante das suas ações com as pessoas? 

3 comentários:

Anônimo disse...

BOM DIA MEUS IRMÂOS, O MAL NÂO TEM PODER SOBRE NÒS PORQUE JESUS VENCEU A MORTE.DEVEMOS TOMAR POSSE DA SALVAÇÂO QUE NOS FOI DADA POR JESUS,O QUE FALTA É A CONSIENCIA QUE SOMOS CRISTÂOS, PELO BATISMO RECEMOS O ESPIRITO SANTO,O DOM DA FÉ VIVAMOS COMO FILHOS DE DEUS< AMEM.

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

joao lessa disse...

NOSSO DEUS E NOSSO PAI PERDAO POR MEUS PECADOS E PELOS PECADOS DO MUNDO,OBRIGADO POR TUDO QUE SOU POR TUDO QUE TENHO,IRMAOS E IRMAS QUE A PAZ ESTEJA COM TODOS AMEM

Postar um comentário