.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 10 de julho de 2017

"PEDI POIS AO DONO DA MESSE QUE ENVIE TRABALHADORES PARA A SUA COLHEITA!"- Olivia Coutinho

 
Dia 11 de Julho de 2017
 
Evangelho de Mt9,32-38
 
Quanto mais conhecemos os ensinamentos de Jesus, maior é a nossa responsabilidade, o nosso compromisso com a vida, compromisso, não somente com a nossa vida, como também, para com a vida do outro.
 Como seguidores de Jesus, que caminha ao encontro do Pai, não podemos esquecer, de que a vida é a maior expressão do amor de Deus, não conduzi-la para o bem, é a maior ingratidão ao nosso Criador.
Viver é a mais bela oportunidade que Deus nos oferece para buscarmos em Jesus, o nosso encontro definitivo com Ele! 
O evangelho que a liturgia de hoje nos convida a refletir, vem reafirmar a predileção de Jesus por aqueles que o mundo despreza, os que vivem às margens da sociedade, representado no texto, por um homem impedido de falar.
No breve relato da cura deste homem, aprisionado pelas forças do mal, podemos perceber que Jesus não o culpa de nada, apenas o liberta.
Ao curar um doente, Jesus o libertava por inteiro, devolvendo-lhe a dignidade, o direito a vida na sua totalidade! 
Assim que experimentara a  ação libertadora de Jesus, no seu  corpo e na sua alma, aquele homem, recobrou, para além da  sua vida física, a sua vida social!
“A messe é grande, mas os trabalhadores são poucos”.  Jesus compadece daquela multidão, um povo sem vez e sem voz,  necessitados  de alguém que as orientassem, de líderes comprometidos com a vida, que lhes inspirasse confiança! Esse abandono, ainda  perdura no meio de nós, diante dos nossos olhos.
São muitos, os que vagueiam pelas esquinas da vida, pessoas sem perspectivas, que fazem das ruas a sua morada! 
É triste, ver pessoas criadas a imagem e semelhança de Deus, sem brilho no olhar, pessoas, com o rosto desfigurado pelo o sofrimento, que são impedidas de falar, de clamar por justiça. Muitos acabam se tornando prisioneiros das correntes do mal ao tentarem fugir do sofrimento, se entregando  aos vícios!
Não podemos esquecer, de que estes, são nossos irmãos,  filhos do mesmo Pai! 
Precisamos assumir o nosso compromisso cristão, fazer algo em favor do outro, amenizar o seu sofrimento, ao invés de ficar culpando-o pelos as suas desventuras.
Há muitos meios de ajudar uma pessoa a si encontrar, a retomar o caminho da vida, é para essa finalidade, que Jesus nos chama a trabalhar na sua messe, a obra do Senhor é grande,  o campo de trabalho é vasto, há função para todos!
Atendamos ao apelo de Jesus, antes que muitos dos nossos irmãos, que vivendo no seu vazio existencial, caiam nas ciladas do mal. Amemo-los concretamente, pois o amor reconstrói vidas, abre caminhos, o amor  anima os enfraquecidos.
 Sejamos pois, presença de amor na vida do outro.

FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho

Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

Um comentário:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário