.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quarta-feira, 5 de julho de 2017

“LEVANTA-TE E ANDA” - Olívia Coutinho


Dia 06 de julho de 2017

Evangelho- Mt 9,1-8

Deus nos criou por amor e para o amor! Era seu sonho, que todos nós vivêssemos felizes, partilhando a vida, amando-nos mutualmente! Mas o pecado encontrou brecha no coração humano e ameaçou destruir o sonho de Deus! 
O pecado descaracterizou a nossa imagem e semelhança Deus, nos desviou do caminho da felicidade plena O pecado nos distanciou de Deus, mas não fechou o seu coração de Pai, que na sua infinita bondade, usou de outro meio para se aproximar de nós, se fazendo um de nós, na pessoa de Jesus. Foi Jesus quem devolveu a vida, quem nos recolocou no nosso devido lugar, que é o coração do Pai! 
O evangelho que a liturgia de hoje nos convidada a refletir, começa falando da cura de um paralítico, levado por algumas pessoas até Jesus. Um paralítico, que carregava consigo, o peso de “pecados” impostos a ele, por uma  sociedade impiedosa, que não o reconhecia como gente.
Ao contrário desta sociedade, que ainda hoje, descarta os mais fracos, Jesus sempre foi sensível ao sofrimento humano. O seu olhar, está sempre voltado para os pequenos, os esquecidos às margens do caminho.
No texto, vemos ainda, o belíssimo exemplo de solidariedade de algumas  pessoas que conduziram o paralítico até Jesus, se fazendo caminho de libertação para ele. Foi graças a boa vontade e a fé destas pessoas, que aquele, que era paralítico, pôde, experimentar no corpo e na alma, a ação vivificante de Jesus! Livre de tudo  que o impedia de caminhar,  aquele homem recobrou para além de sua vida física, a sua vida social e religiosa, revestindo-se totalmente da graça de Deus! Superada a marginalização em que ele se encontrava, abriu-se para ele, uma nova perspectiva, sua vida ganhou um novo rumo, um novo  sentido.
Diante deste episódio, a multidão glorificou a Deus, enquanto que alguns mestres da lei, fechados em si mesmos, não quiseram enxergar a manifestação de Deus, na pessoa de Jesus.
O  paralítico, citado no evangelho, simboliza os muitos paralíticos de hoje, os que perderam a motivação, por não verem perspectivas pela a frente. São muitos, os impossibilitado de andar, não, por problemas físicos, mas pela falta de alguém que lhe estenda a mão, que lhes mostre o seu verdadeiro valor, que lhes aponte um novo horizonte, uma nova possibilidade.
Precisamos reaprender a amar, a nos tornar ponte para estes irmãos retomarem o caminho da vida! O amor recria a vida, abre caminhos, nos faz enxergar e apontar novos horizontes para o outro.

FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

Um comentário:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário