.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

sexta-feira, 7 de julho de 2017

“EU TE LOUVO, Ó PAI, SENHOR DO CÉU E DA TERRA...”- Olivia Coutinho

 
14º DOMINGO DO TEMPO COMUM
 
Dia 09 de Julho de 2017
 
Evangelho de Mt11,25-30
 
Por onde Jesus passava, Ele atraia multidões, porém, conhecedor do coração humano, Jesus sabia, que nem todos os que aproximavam Dele, tinha o coração aberto para acolher a sua mensagem!  Junto com o povo simples, que gostava de ouvi-Lo, estavam também, os que queriam apenas investigá-Lo, confrontá-Lo.  A estes, Deus não se revelou por meio de Jesus.
Através das parábolas, Jesus falava do Reino de Deus, comparando-o com as coisas simples, presentes na realidade dos pequenos!  Com esta pedagogia, Ele confundia os “grandes.”  Estes, não tinham contato com as coisas simples, como o plantio da  semente, o fermento na massa...
Com o seu testemunho, Jesus  nos ensina que o caminho que nos leva a salvação,  é o caminho da humildade, caminho este, que Ele mesmo  percorreu,  se misturando aos pobres  e sofredores.
No evangelho que a liturgia de hoje nos convida a refletir, Jesus louva ao Pai, expressando a sua alegria,  ao ver que o Reino dos céus,   começava a acontecer aqui na terra através dos pequenos!
O Reino de Deus começou e continua se expandindo através da fidelidade e da disposição dos pequenos que se prontificam  a  acolher e a espalhar a semente deste Reino.
Os discípulos, pessoas simples, sem nenhuma escolaridade, foram  os primeiros a responderem positivamente ao anuncio do Reino: Foram eles, os primeiros  a absorverem a mensagem de salvífica de Jesus, não, pela a inteligência, mas pela a abertura do coração à graça de Deus! Foi a graça de Deus,  que os levou a fazer a experiência de Jesus em suas vidas!
Ao esconder dos sábios e entendidos, as revelações do Reino, e as revelar aos pequeninos, Deus assegurou que a sua palavra, não somente permanecesse no mundo, como também, produzisse frutos, de geração em  geração!
 Se revelada aos sábios e inteligentes, a palavra de Deus cairia no vazio, não frutificaria no mundo.  A palavra de Deus, revelada por Jesus, só pode ser Interpretada à luz da fé, do contrário,  ela é sufocada  como a semente lançada num espinheiro, ( veja parábola do semeador)
Pela a inteligência,  não absorvemos o que  está oculto nas entrelinhas das  mensagens de Jesus.
“O meu Reino não é deste mundo.” O reino de Jesus, não é deste mundo, mas o seu reinado é no mundo! Jesus reina através do coração dos  pequenos,  de todos os que se esvaziam  de si mesmos, para se colocarem  a disposição de Deus, como instrumento a ser usado por Ele, como e onde se fizer necessário!
A todos os que carregam fardos pesados, ou seja, que são subjugados, explorados pelas as forças contrária à vida, Jesus faz uma grande consolação: “Vinde a mim, todos vós, que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso.”
Tomar o julgo de Jesus,  é aceitar a proposta do seu reino!
Num reino alicerçado na Justiça, há leveza, há vida em plenitude!
 

FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho

Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

Um comentário:

Elias Marinho disse...

Muito boa a reflexão!

Postar um comentário