.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

É muito difícil um rico entrar no Reino do Céu-Alexandre Soledade

16-        Terça - Evangelho - Mt 19,23-30



Bom dia!
Na reflexão de ontem, que consequentemente tem sua continuidade no evangelho de hoje, fiz uma colocação pertinente “(…) Quanta gente aproveita esse ensejo político para lograr êxito através de “favores” nada legais e muitas vezes imorais, tentando “arrebanhar” gente, mas no dia-a-dia cristão não tem a mesma dedicação?”.
Qual é o empenho que apresento em buscar minha própria conversão?
Nossa vida é como aquele letreiro que vemos em lojas e supermercados tentando se desculpar com os clientes pelas reformas que acontecem e precisam ser feitas: “DESCULPE OS TRANSTORNOS. ESTAMOS EM OBRAS PARA MELHOR ATENDE-LO”. Sim são obras necessárias e periódicas que visam unicamente não perder você.
Será que o salário pago pelas campanhas eleitorais é mais atraente que a paga dada por Deus por um filho que volta ao lar?
Aonde estão minhas obras de fé? O que tenho feito de fato para não perder as pessoas?
“(…) De que aproveitará, irmãos, a alguém dizer que tem fé, se não tiver obras? Acaso esta fé poderá salvá-lo? Se a um irmão ou a uma irmã faltarem roupas e o alimento cotidiano, e algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquecei-vos e fartai-vos, mas não lhes der o necessário para o corpo, de que lhes aproveitará? Assim também a fé: se não tiver obras, é morta em si mesma”. (Tiago 2,14-17)
Não deixo de enxergar que preciso do dinheiro para por comida em meu lar e assim poder viver com dignidade, mas também não quero mentir para mim mesmo que de fato muitas vezes estou passando longe de ser um bom cristão.
O meu empenho é o mesmo?
Vejo todas as manhãs pessoas descendo de caminhonetes e caminhões, retirando pilhas e pilhas de cartazes de madeira e ao final da noite os recolhendo para serem novamente postos no outro dia. Quantos de nós estamos dispostos a chegar um pouco mais cedo a missa dominical e ajudar a preparar a celebração? Não! Não temos tempo!
Sim também é verdade que nosso tempo ficou cada vez mais escassos e as jornadas triplas sendo no mesmo dia pai(mãe), esposo (a), funcionário, empregado tem tomado nosso tempo e servem como um perfeito argumento para justificar meu afastamento, meu sumiço, meu atual descompromisso… O que é de fato importante? Pelo que vale a pena se empenhar tanto assim?
Deus realmente entende nossos “argumentos” e por vezes faz uma proposta irrecusável: “PELO TEMPO QUE FICAR LONGE, FAÇA O FAVOR DE PELO MENOS NÃO PERDER”.
Talvez também seja um grande desperdício ver alguém tão capacitado por Ele se empenhando em enganar, ludibriar, assediar, corromper outras pessoas por aquilo que é de césar. “(…) Eu afirmo a vocês que isto é verdade: é muito difícil um rico entrar no Reino do Céu. E digo ainda que é mais difícil um rico entrar no Reino de Deus do que um camelo passar pelo fundo de uma agulha”.
Estudiosos no assunto chamam isso de hipocrisia.
Que compromisso tenho com a instauração do reino de Deus se só me preocupo com a limpeza do meu lote no céu? Se sou novo em Jesus, por que ainda aceito essa atitude velha em minha vida?
“(…) Não pretendo dizer que já alcancei (esta meta) e que cheguei à perfeição. Não. Mas eu me empenho em conquistá-la, uma vez que também eu fui conquistado por Jesus Cristo. Consciente de não tê-la ainda conquistado, só procuro isto: prescindindo do passado e atirando-me ao que resta para a frente, persigo o alvo, rumo ao prêmio celeste, ao qual Deus nos chama, em Jesus Cristo. Nós, mais aperfeiçoados que somos, ponhamos nisto o nosso afeto; e se tendes outro sentir, sobre isto Deus vos há de esclarecer. Contudo, seja qual for o grau a que chegamos, o que importa é prosseguir decididamente. Irmãos, sede meus imitadores, e olhai atentamente para os que vivem segundo o exemplo que nós vos damos”. (Filipenses 3, 12-17)
Desculpem a dureza das palavras desse inicio de semana, mas precisamos mudar o mundo a começar em nós.
Um imenso abraço fraterno.

 

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário