.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 30 de agosto de 2016

"AVANCE PARA ÁGUAS MAIS PROFUNDAS!” – Olivia Coutinho

 
Dia 01 de Setembro de 2016
 
Evangelho de Lc5,1-11
 
Estamos iniciando o mês de setembro, o mês das flores, um tempo bonito, que nos mostra com maior intensidade a arte do Criador, no desenho de cada flor!
Assim como a natureza nos convida a contemplar as suas maravilhas, a Igreja neste  mês, nos convida a darmos uma atenção maior a palavra de Deus, pois  é a partir do conhecimento desta palavra, que vamos nos inteirando do querer de Deus!
O Evangelho que a liturgia de hoje nos convida a refletir, vem nos falar do encontro de Jesus com os seus primeiros colaboradores.
Depois de ter sido expulso de Nazaré, após se revelar como o enviado de Deus, através de uma leitura feita por Ele numa sinagoga, (Lc4,17-21) Jesus mudou o local de suas pregações, deixando  as sinagogas para pregar a céu aberto. Não, que Ele tivesse medo, ou guardasse algum ressentimento das humilhações sofridas por parte de seus conterrâneos dentro de uma sinagoga e sim, no sentido de ampliar o seu campo de ação. Nas praias, nas estradas, nas praças, as suas palavras alcançariam um número maior de pessoas, o que podemos constatar no evangelho de hoje, que começa dizendo: “Jesus estava na margem do lago de Genesaré, e a multidão apertava-se ao seu redor para ouvir a palavra de Deus.”
O texto é riquíssimo em ensinamentos, marca o início da relação entre Jesus com os seus primeiros colaboradores! Relação, que começa após uma fracassada pesca, quando Jesus depara com Simão (Pedro) e seus companheiros lavando as redes na praia, dando como encerrada as frustradas tentativas de pesca.
A iniciativa deste encontro, parte de Jesus, quando Ele decide fazer da barca de Simão  (Pedro) um local para mais uma de suas pregações!
Terminada a pregação, Jesus diz a Simão (Pedro): “Avance para águas mais profundas e lançai vossas redes para a pesca”. Mesmo tomado pelo desanimo, Simão , em obediência a Jesus, faz o que Ele manda e o milagre da pesca acontece! Foi o milagre que abriu os olhos de Simão (Pedro) e hoje abre também os nossos olhos para uma realidade que muitos de nós não nos damos conta: da nossa  pequenez  diante do Senhor! 
Neste episódio, Simão Pedro reconhece a divindade de Jesus, e numa atitude de humildade, atira-se a seus pés, se declarando indigno de estar com Ele: “Afasta-te de mim Senhor, porque sou um pecador!” Este reconhecimento de Simão, não afastou Jesus dele, pelo contrário, foi a partir daí, que Jesus o convoca a ser um pescador de homens! Simão (Pedro),  um homem de temperamento forte, que acreditava entender tudo de pesca, deixa-se conquistar por Jesus, larga a sua barca na praia e vai buscar outro mar! É na barca de Jesus, que ele avança mar adentro levando consigo os seus companheiros! 
Assim como Jesus convidou os primeiros discípulos a mergulharem nas profundezas do mar humano, hoje, Ele nos convida a deixarmos às margens e a avançarmos para as águas mais profundas, isto é, a nos colocar a serviço do Reino!
Ficar às margens, pode até ser mais cômodo, afinal, não correremos  riscos, mas não experimentaremos  as alegrias de navegar na barca de Jesus, o único meio de chegarmos nas profundezas do coração do Pai!
Lançar as redes em águas mais profundas do mar humano, significa abordar o outro, conquistá-lo para Deus, é buscar o novo, é inovar, é tornar ponte para que o outro possa conhecer, ou retomar o caminho da vida!
A salvação é graça de Deus para todos, diante desta oferta de amor, cada um de nós tem que tomar uma decisão que requer uma resposta de coragem, de compromisso e de fé!
A fé, o ardor missionário, nos desinstala nos estimula a buscar novos meios para anunciar, de forma criativa a Boa Nova do Reino!
Como seguidores de Jesus, não podemos  ter medo de ousar, de ir mais além, o decisivo para nós, não é conhecer o caminho é ter certeza de que Jesus vai conosco, ou seja, Ele é a direção o caminho, segui-lo é ter a certeza de chegar a um lugar seguro.
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

2 comentários:

Anônimo disse...

Muito linda sua homilia que o Senhor Deus continue te iluminando sempre, forte abraço.

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário