.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 7 de agosto de 2016

"SE ALGUÉM ME QUER SERVIR SIGA-ME...” Olivia Coutinho

 
 
Dia 10 de Agosto de 2016
 
 
Evangelho de Jo12,24-26
 
Quem resguarda  a sua vida, pode até  sentir-se  protegido de muitos perigos, mas não realiza a vontade de Deus, não produz os frutos esperados por Ele!
Sabemos que Deus não precisa de nós, que Ele poderia e pode  realizar tudo por si só, mas Deus  quer contar conosco na construção do seu Reino aqui na terra, não,  em vista de si próprio, mas em vista do nosso próprio bem!
No evangelho que a liturgia de hoje nos apresenta, Jesus nos adverte quanto ao  perigo do apego a nossa vida!
Desde o início de seu ministério, Jesus já sabia do sofrimento que estava por vir, mas Ele não fugiu da cruz e mesmo no momento derradeiro a sua morte, Ele teve  força,  para falar com os discípulos,  sobre a fecundidade da vida, referindo-se aos frutos que seriam produzidos com a sua morte!
A caminho da cruz, Jesus fala de vida, citando o exemplo de uma semente, que só produz frutos, quando  cai na terra e morre! “Se um grão de trigo que cai na terra não morre, ele continuará só um grão de trigo; mas se morre, então produz muito fruto.” Jesus se compara com uma semente, Ele também, assim como a semente lançada na terra, precisaria passar pela morte para produzir frutos,  do contrário,  aos olhos do povo, Ele não passaria de mais  um pregador que andou por este chão, como tanto outros!
Se Jesus recusasse em levar em frente do projeto do Pai, que teve como consequência a sua morte, hoje, os seus ensinamentos não chegariam até a nós! Foi depois da sua morte e ressurreição, que a sua mensagem salvífica  chegou a todos os rincões da terra, encorajando-nos  a assumirmos a fé com todas as suas consequências.
Falando claramente de sua morte, Jesus começa a  orientar os seus discípulos, no sentido de prepara-los bem, já que seriam eles os encarregados a dar continuidade a sua missão aqui na terra! Caminhando para o final da sua trajetória terrena, Jesus adverte os discípulos e hoje a nós, sobre o perigo do apego a nossa vida! A sua mensagem é clara: somente quem é desapegado,  é livre para servir, para ser  usado por Deus, como e onde se fizer necessário!
O primeiro passo, de quem deseja seguir Jesus, é não ter medo da cruz é estar disposto  a renunciar a si mesmo para apresentar-se a Ele, completamente livre para servir!
Uma semente, quando não lançada na terra, conserva-se bonita, mas não gera vida!
 
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

Um comentário:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e ilumine.

Postar um comentário