.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Eu peço e Ele dá.-Alexandre Soledade

9 de Novembro- Quarta - Evangelho - Jo 2,13-22


Bom dia!
Escrevi esse texto ano passado, mas estão tão atual…
Não estranhem estarmos vivendo Lucas e surgir João. Tal fato se deve a igreja de todo mundo hoje celebrar a Basílica de Latrão, ou seja, a “mãe” de todas igreja católicas que existem, justificando assim o evangelho em que Jesus chuta o balde sobre aqueles que não respeitavam o templo santo.
Num dia especial para toda igreja somos mais uma vez apresentados a um assunto que nos remete a lembrar da campanha da fraternidade do ano passado e a refletir o que andam fazendo com os templos erguidos em nome de Deus, mas que servem ao comercio humano.
“(…) Tirem tudo isto daqui! Parem de fazer da casa do meu Pai um mercado”!
O que podemos tirar dessa simples citação? Quais comércios na casa de Deus estão acontecendo atualmente? Conseguimos identificar algum?
Refletindo…
Ao ir a um supermercado procuro por mercadorias. Saio de casa com uma lista de compras com o objetivo único de adquirir algo que preciso ou necessito muito. Ando, procuro pelo produto e se o encontro calculo quanto poderei investir para adquiri-lo. Avalio o número de parcelas, o quanto terei que trabalhar para conseguir pagar as prestações ou quanto tempo para juntar o dinheiro para a compra à vista. Mas mesmo depois de tanta procura e pesquisa de preço, como ficamos frustrados ao levar um produto tão caro para casa e saber que com pouquinho mais de esmero (olha ai essa palavra de novo) poderia ter um de melhor qualidade.
É de ficar admirado o empenho velado que ainda tem a serpente ao assistirmos TV e constatar o balcão de negócio que virou a fé das pessoas. Vendem aquilo que não precisamos.
A teologia da prosperidade cresceu entre as igrejas protestantes e ainda nos assombra pela crescente fase de nossos cristãos estão em negociar sua fé com Deus. Pode sim fruto do desespero, mas creio muito na nossa própria culpa. – “Senhor eu preciso de um carro”; “Senhor, se me ajudar eu me converterei”, (…);
O que esperar de alguém, apenas pelo prazer de TER, que negocia ou promete uma vida correta em troca de um pedido realizado? Como condenar esses pastores da TV (graças a Deus eles são uma minoria) que extorquem dinheiro a base da falta de fé das pessoas? Qual foi a última vez que pedi sabedoria, prudência, compaixão, misericórdia, paz, (…) a Deus? O que será que ando pedindo em minhas preces e louvores?
Jesus disse para que pedíssemos e nos seria dado (Mateus 7, 8) sendo assim não vejo nada incorreto em pedir sua intercessão por algo que queremos ou sonhamos, mas é perigoso usar do sofrimento das pessoas para crescer financeiramente. Como é difícil também de entender o crescimento patrimonial de alguns pastores que dizem priorizar a palavra de Deus!
Achei muito apropriada a fala de um frei nosso (Frei Alceu) ao celebrar uma missa de finados ano passado, em dizer: AQUI VOCÊS TRAZEM VELAS, FLORES E ORAÇÕES. AS FLORES VÃO MURCHAR; AS VELAS VÃO DERRETER, MAS AS ORAÇÕES ALCANÇARAM A DEUS
“(…) Respondeu-lhes Jesus: Em verdade vos declaro que, se tiverdes fé e não hesitardes, não só fareis o que foi feito a esta figueira, mas ainda se disserdes a esta montanha: Levanta-te daí e atira-te ao mar, isso se fará… Tudo o que pedirdes com fé na oração, vós o alcançareis”. (Mateus 21, 21-22)
O preço para se alcançar a maturidade espiritual não é nada que não consigamos assumir em prestações, pois diversas vezes temos nos comportado como adolescentes que querem um celular moderno e caro, no entanto deixam o carnê para os pais pagarem as parcelas (hunf). Eu também preciso me comprometer. Pedir a Deus pela cura da diabetes e não fazer sua parte em diminuir os doces soa até engraçado, mas é isso que tem levado as pessoas aos templos e aguçado os olhos dos charlatões da fé.
Aquele que busca APENAS pelos milagres não pode ficar triste se voltar para casa sem nada, pois grandes cidades que tinham esse pensamento também não viram os milagres de Jesus. Temos visto muita gente ir a igreja somente para pedir e isso é desesperador, pois a primazia dessa relação seria a amizade entre nós e Deus e não uma relação de comércio onde  Eu peço e Ele dá.
Hoje é um dia de festa, portanto vá à casa de Deus com propósitos nobres e um coração aberto as mudanças, pois quanto ao resto, Ele sabe do que você precisa.
Um imenso abraço fraterno.


Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário