.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Os mistérios de Deus!-Helena Serpa

29/11/2016 - 3ª. Feira I semana do Advento  – Isaías 11, 1-10 – “Os dons infusos do Espírito Santo”

O profeta Isaías prenuncia o reino de Deus que vem sob as bênçãos do Espírito
Santo derramadas por Jesus sobre toda a humanidade.  Hoje, sob a ação do Espírito Santo todos nós podemos vivenciar o reino dos céus, onde “o lobo e o cordeiro vivem juntos”; “o leopardo deita-se ao lado do cabrito” e “a criança brinca com a cobra”.  Isto significa dizer que todos nós podemos conviver em paz uns com os outros pela ação poderosa do Espírito de Deus que distribui a todos os dons de santificação ou dons infusos, que contribuem para o nosso
aperfeiçoamento. Os dons infusos do Espírito Santo são um presente de Deus para nós e nos motivam a participar da essência de Jesus Cristo que é santidade e perfeição no amor. No Batismo nós recebemos o Espírito Santo e com Ele todos os dons, a saber: sabedoria, discernimento, conselho, fortaleza, ciência, temor de Deus e piedade que é a justiça. Os dons do Espírito Santo nos ajudam na nossa santificação assim como também contribuem para que possamos viver em harmonia uns com os outros. Sob a ação do Espírito podemos pôr em prática ações de concórdia e entendimento, cultivando bons relacionamentos, apesar das nossas diferenças.   Jesus é o sinal entre os povos que se ergueu na Cruz para gerar entendimento entre todas as nações e trazer a salvação para toda a humanidade. – Você tem consciência dos dons que possui? – Você tem usado bem esses dons, presentes do Espírito Santo? - Você tem consciência de que esses dons são para a sua santificação? – Você sabia que eles far-lhe-ão viver melhor os seus relacionamentos com as outras pessoas? 

Salmo 71 – “Nos seus dias, a justiça florirá, e paz em abundância para sempre.”
 O salmista canta os poderes do Rei que vem para governar a terra com justiça e equidade. A justiça de Deus é o amor e o fruto da justiça é a paz. Jesus já veio inserir na terra o Seu reino de amor e revelar ao homem a misericórdia de Deus e um dia retornará para julgar as nações e, definitivamente, aqui instalar-se para cumprir a promessa de novo céu e de uma nova terra. 


Evangelho – Lucas 10, 21-24 – “os mistérios de Deus!” Do mesmo modo como exultou no Espírito, porque percebeu que os Seus discípulos, agora, enxergavam claramente a missão a que haviam sido chamados, Jesus também se alegra quando a ação do Espírito Santo nos motiva a entender as coisas do alto de uma maneira espiritual e não com a nossa humanidade. Assim, Jesus louvou ao Pai pelos Seus discípulos, pequeninos, sem muita instrução, mas cheios da alegria do Espírito. Somente os pequeninos, isto é, os que abrem o coração e não colocam a razão em primeiro lugar, poderão distinguir os prodígios e milagres que acontecem quando o reino de Deus se lhes manifesta pela ação do Espírito Santo. Nós também só conseguiremos propagar eficazmente o reino dos céus aqui na terra, quando ele já estiver acontecendo na nossa vida e experimentarmos a ação do Espírito Santo. À medida que abrimos mais e mais o nosso coração vamos também sentindo a alegria e a felicidade interiores. Jesus é a própria revelação de Deus e todos os que aceitam Jesus e nele creem, são os pequeninos que veem, ouvem e sentem a felicidade e a paz do Senhor. Hoje também Jesus nos alerta: “Felizes os olhos que veem o que vós vedes!” Somos felizes porque os nossos olhos veem mais além das   podemos, na reflexão da Palavra de Deus, descobrir os Seus segredos e os Seus planos para nós e para a humanidade.  O Pai se dá a conhecer por meio da revelação do Filho e quanto mais conhecermos a Jesus, mais   teremos comunhão com o Pai e poderemos viver a felicidade tão almejada.  Somos chamados (as) no tempo atual da nossa vida a ver e ouvir o que o Senhor tem para nos revelar.   Não percamos tempo: o Senhor tem muito a nos mostrar e a nos confidenciar. - Você é pequenino (a) ou sábio (a) e inteligente? Você é uma pessoa atenta aos mistérios de Deus? - Você enxerga as maravilhas de Deus na sua vida?– Quando você medita sobre a Palavra de Deus você se limita ao que está escrito, ou você percebe nas entrelinhas uma mensagem para a sua vida?



3 comentários:

José Maria Nascimento disse...

Obrigado!!!

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ EXCELENTE reflexão.

Anônimo disse...

CEUS E TERRA PASSARAO MAIS TUA PALAVRA NAO PASSARAO,OBRIGADO NOSSO DEUS E NOSSO PAI,PERDAO POR MINHAS FALTAS E OS PECADOS DO MUNDO INTEIRO.UM DIA TEREMOS QUE NO APRESSARMOS PARA TE SEGUIR AMEM

Postar um comentário