.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Construindo a nossa história-Helena Serpa

01/12/2016 - 5ª. Feira – I Semana do Advento - Isaías 26, 1-6 – “a cidade acalentada por nós”
Falando em cidade fortificada o profeta Isaías se refere ao reino de Deus que acontece no coração de todo homem e toda mulher que se ajusta ao plano de Deus. É a cidade sonhada e projetada por Deus para nós. A nossa confiança em Deus e nas Suas promessas nos manterão em pé em qualquer situação, mesmo nos momentos em que parecer estarmos correndo perigo. Todos nós desejamos viver numa “cidade fortificada”, onde exista segurança, porém, na medida em que o mundo se arma e se isola para se proteger, também crescem o desamor, a miséria e a violência. Quanto mais o mundo se moderniza e avança por causa da inteligência humana, mais ele fica refém do próprio homem. No entanto, mesmo assim podemos acalentar a esperança de um mundo melhor a partir das nossas ações. Enquanto aqui estamos podemos ser colaboradores na construção de uma cidade que seja consequência do que acalentamos no coração e das nossas ações e reações de justiça. Todas as nossas motivações partem originariamente dos nossos pensamentos, maquinações, boas intenções e bons propósitos. Portanto, lá no mais profundo do nosso íntimo, advém a cidade acalentada por nós: lugar de entendimento e de concórdia, de amor, de paz e de justiça. O povo justo que entrará nesta cidade é o povo que vive desde hoje os ensinamentos do Evangelho e tem consciência de que o perdão supera o ódio, de que aquele que se humilha será exaltado e de que quem se exalta será humilhado. A cidade santa é o próprio Deus que já veio morar no meio de nós e se faz presente no nosso coração por meio da Eucaristia. Ele é como uma cidade fortificada e cercada de muros e antemuro para a nossa segurança.  É o Coração de Jesus Cristo, nosso Senhor que já habita no íntimo do nosso ser e faz parte do nosso corpo, pelo poder do Espírito Santo. - Como seria o lugar que você desejaria viver? – Como é o lugar em que você tem vivido?  - O seu coração é um lugar seguro e tranquilo? – Você tem servido de abrigo ou de morada para alguém? – Quem habita nos seus pensamentos?

Salmo 117 – “Bendito é aquele que vem vindo em nome do Senhor!”
A misericórdia do Senhor é eterna por isso somente Ele nos compreende e nos dá abrigo, perdoa as nossas faltas e nos ama do jeitinho que somos. Ninguém, por melhor ou mais poderoso (a) que seja, pode nos oferecer a salvação e com ela a prosperidade, a paz e a segurança que o Senhor pode nos dar.  É justo aquele (a) que confia no amor e na misericórdia de Deus que estão de portas abertas para acolher a todos os que quiserem entrar. Ser justo (a) é acreditar nas promessas de Deus e acolher a Sua vontade.

Evangelho – Mateus 7, 21.24-27 – “construindo a nossa história”

Ao soprar sobre nós o Seu Espírito, Deus nos animou e deu liberdade para construir a casa onde nos abrigaríamos durante o tempo em que aqui estivéssemos. Portanto, a casa é a nossa vida. Perante as Palavras de Jesus nós percebemos que existem dois alicerces para construirmos a nossa casa, sobre a rocha ou sobre a areia.  A Rocha é a Palavra de Deus com todos os ensinamentos e direcionamentos. A areia é a ilusão dos ensinamentos do mundo. Assim sendo, podemos já observar sobre quais fundamentos nós estamos passando os nossos dias. Muitas vezes pensamos que estamos construindo um futuro promissor, porque estamos estudando, trabalhando, ganhando dinheiro, enfim, aproveitando a vida e isto tudo é muito válido. No entanto, precisamos verificar se tudo isso está dando sentido a nossa existência ou se estamos vivendo apenas uma utopia e na realidade, a nossa vida está cheia de senões.  Não precisamos ir muito longe, mas apenas perceber quais as decisões que teríamos de tomar e estamos deixando para depois; o perdão que precisamos dar e não damos o primeiro passo; a oração que deixamos de fazer; a caridade que deixamos de realizar por comodismo; e muitas outras coisinhas que nos vão deixando vulneráveis e fracos na fé.  A Palavra de Deus nos direciona e nos dá subsídios para termos uma base firme.
Somente permanecendo firmes na vivência da Palavra de Jesus, concretizando com as nossas ações o que proferimos com os nossos lábios, é que estaremos construindo a nossa história sobre a Rocha e a nossa casa não se abalará na hora das tempestades. Do contrário quando construímos a nossa história sobre os falsos fundamentos do mundo quando vier a hora da tempestade a nossa vida ruirá e nós experimentaremos o fracasso.  Não precisamos imaginar muito, mas até uma simples enfermidade ou um baque financeiro podem nos tirar do sério quando não temos a nossa vida firmada em Deus e nas Suas promessas.  Deus é a Rocha, Deus é o Amor e aquele que se ajusta à Sua vontade, terá uma vida firme, confiante e as tempestades, os terremotos, os ventos não o abalarão. As dificuldades da nossa vida são momentos preciosos para percebermos se estamos firmes sobre a R0CHA. Não nos bastará apenas dizer Senhor, Senhor, mas sim, confiar plenamente no Seu Amor e na Sua real proteção. - Em que alicerce você está construindo a sua vida? - Quem lhe tem ensinado a viver? – A sua vida já tem sido provada pelas chuvas e ventos fortes? – Como você reage diante das dificuldades da vida?


4 comentários:

Severino Fernandes disse...

Que eu saiba distingui a Rocha em minha vida. Bom dia.

Jose Maria Nascimento disse...

Obrigado !!!

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Anônimo disse...

SENHOR NOSSO DEUS E NOSSO PAI,OBRIGADO POR TODO O TEU AMOR PARA COM TODOS,PERDAO POIS SOU PECADOR,PERDAO TAMBEM POR OS PECADOS DO MUNDO INTEIRO,QUE TENHAMOS JUIZO ESCUTEMOS A PALAVRA E AS COLOQUEMOS EM PRATICA AMEM

Postar um comentário