.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

sexta-feira, 4 de novembro de 2016

“O reino de Deus está entre nós!” - Claudinei M. Oliveira.


Quinta-feira, 10 de novembro  de 2016.
Evangelho: Lc  17, 20-25


O reino de Deus está aqui presente entre nós. Acontece que muitas vezes não enxergamos, ficamos cegos e só enxergamos somente  o que gostaríamos.

Os fariseus perguntaram a Jesus em que momento o Reino de Deus chegaria. Queria pegar Jesus no pulo. Lego engano, Jesus estava preparado para responder. Pensavam eles que o Reino de Deus viria numa preparação com fogos e festas. Mas enganaram completamente. Primeiro porque o Reino de Deus não virá em dia marcado e segundo o Reino de Deus está presente.

Mas o que significa o Reino de Deus presente? Significa que ele acontece todos os dias. Cada coisa que o cristão faz ou deixa de fazer para o bem da humanidade se reflete na construção do Reino.  O Reino da Paz é revivido constantemente em tudo que é feito. O Reino de Deus é a vida, as pessoas, o tempo, a vontade, o amor, enfim, tudo aquilo que se refere a beleza da criação.

Mas os fariseus não tinham olhos para a vivacidade envolta das pessoas. Eles pensavam que somente orando e cumprindo os mandamentos de Moisés seria suficiente para um reino eterno. Tanto que só pensavam neles. Exploravam os pobres, desfaziam dos despossuídos, rejeitavam os humildes e zombavam dos coxos e desvalidos.

Jesus quis mostrar para os fariseus que o Reino acontece quando ajudamos os desassistidos com justiça e promovemos a dignidade entre os homens. Caso contrário, estamos desconstruindo o Reino do amor. O homem precisa reverter a história da escravidão e da opressão sobre os pobres que lutam para sobreviver. Não incrementar afazeres que maltratam os pequenos.

Contudo, o reino se torna visível quando colocamos a disposição aos cegos, aos desanimados e aos descrentes. O papel do cristão não é buscar somente seu conforto, sua paz e seu gozo; mas dar para as pessoas que vivem ao seu redor a alegria de viver e visualizar o Reino da Justiça. Somente assim, o reino aparecerá como um raio que muda de um lugar para o outro sem ninguém estar esperando. Pegará todos de surpresa. Ninguém saberá a hora da partida para a casa do Pai.

Com a preparação diária e louvando sempre o nome do Senhor o Reino de Deus vai se avolumando e tornando-se acolhedor. O fortalecimento da fé viva abre os olhos de todas as pessoas que acreditam e cumprem o Santo Evangelho.

Portanto, o Reino de Deus torna-se visível  sempre que o homem pratica a justiça, criando relações de fraternidade e partilha, de modo que todos possam ter a liberdade de vida. Na medida em que a justiça vai derrotando as injustiças o Reino de Deus vai crescendo.  Jesus tentava incutir na cabeça dos fariseus essa máxima, mas sua vida e sua ação não davam oportunidade para eles abrirem os olhos para ver o Reino de perto, queriam um sinal festivo, mas o sinal do Reino acontecia nas pequenas ações e nos pequenos gestos solidários. Amém.

Abraços

Claudinei M. Oliveira

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário