.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quinta-feira, 10 de novembro de 2016

“O cego quer enxergar!” - Claudinei M. Oliveira.


Segunda-feira, 14 de novembro  de 2016.
Evangelho: Lc  18, 35-43


Nesta leitura linda do Evangelho de Lucas percebe-se o quanto a cegueira aniquila o homem. A escuridão não permita que a pessoa conduza por caminhos retos, mas por caminhos enganados e direcionados por pessoas que não têm o mesmo interesse.  Enxergar a realidade, “avistar com os olhos” límpidos sem tapas significa  visualiza a justiça para todos.

Um cego sentado à beira da estrada, com certeza, deixado por alguém, que clamava por uma vida melhor. Percebeu movimento estranho vindo em sua direção. Perguntou para os transeuntes do que se tratava e a resposta acalentou o seu coração: Jesus de Nazaré! Sabendo da sabedoria e da solidariedade de Jesus, o cego começou a gritar: “Jesus, filho de Davi, tende piedade de mim!” Claro que muitos batedores não admitiam que Jesus aproximasse do homem solitário. Mas ele foi insistente! Não arredou o pé do lugar e clamava por Jesus sua cura.

Jesus percebendo sua aflição pergunta para o cego: “O que queres que eu faça por ti?”. O cego respondeu: “Senhor eu quero enxergar de novo!”.  Jesus disse, então, que sua fé te curou e o cego voltou a enxergar. Temos neste instante o milagre da fé. A cura do cego aconteceu por causa da fé que o cego tinha e a certeza da bênção do pai a um pedido de um filho temente. Ele foi insistente, pois, com a misericórdia divina ele voltaria e contemplar as coisas da Criação.

Esse texto estimula o homem de hoje acreditar no poder de Deus. Somente com a graça santificante do Pai que as coisas acontecem de modo peculiar. Basta buscar com sabedoria e fazer a vontade daquele que tem o poder de interceder pelo pedido.

São muitas pessoas que ainda vivem na escuridão. São pessoas perdidas que ainda não encontraram o caminho da libertação. Vivem presas as ilusões da vida, no apego dos bens materiais e  no acúmulo de riquezas. Esquecem que a verdadeira alegria não está na vida terrena, mas na vida com Deus. Pode sim o homem viver na abundância do Reino. Enxergando muito bem as belezas da vida. Bastar ter um coração bondoso, caridoso e amável. Com essa premissa a realidade pode ser bem aconchegante e revelar o mistério da divindade: proteger o homem sempre.

Louvar Deus sempre de alma e coração limpo. Ele merece todas as afeições possíveis. De coração manso e humilde o homem cego ficou curado porque Jesus percebeu que sua hora tinha chegado. O homem cego encontrou obstáculo para aproximar de Jesus, mas não  foi tão relevante a ponto de não permitir seu encontro. Quanto tem coragem e determinação nada impede a presença de Deus na vida.

Somente de olhos bem abertos pode o homem enxergar todas as mazelas sociais. São tantas ações públicas e privadas que maltratam o homem marginalizados que poucas pessoas  enxergam. Jesus tinha olhas abertos e curava a cegueira de muitos. Ele não permitia que os corruptores explorassem com valentia seu irmão. Ele defendia com voracidade. Tanto que muitos não queriam o encontro do cego pobre com Jesus. Mas sua voz entoava  estridente que Jesus percebeu o chamado e foi até o pobre. Assim, deve o homem, querer libertar das amarras da visão arruinada e pedir uma visão correta. Uma visão que denuncia as maldades e cobra justiça para seu povo.

O cego foi curado pela sua fé e o homem de hoje precisa acreditar no poder da fé para enxergar a liberdade plena. Amém.

Abraços

Claudinei M. Oliveira

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário