.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 5 de junho de 2018

-A MULHER DO PRÓXIMO-Mt 5,27-32-José Salviano


15 de Junho – Ano B

Evangelho Mt 5,27-32



Deus colocou em nós o instinto de reprodução e de conservação da espécie. Porém, ao contrário dos animais nos quais esse instinto só é ativado nos períodos do CIO, nos humanos, a incitação do instinto não tem tempo certo. Isso para que, busquemos em Deus, o controle desse mesmo instinto, e respeitar as pessoas do sexo oposto.
Jesus nos recomendou a respeitar a mulher do próximo, mesmo quando o próximo não esteja próximo de nós.
Nós, os cristãos seguidores do Mestre, devemos olhar a mulher do nosso irmão, com olhar de respeito, mesmo que ela seja formosa ao ponto de excitar os nossos instintos animais.
Sim, somos animais, mas com uma diferença. Os animais têm época certa da procriação. E nós, não. Porém, nós podemos contar com a Força do Alto para nos controlar, e nos comportar diante de uma possível tentação.
Se todo mal, se todo pecado tem início em nossas mentes, precisamos cortar o mal pela raiz, disciplinando a nossa vontade, disciplinando o nosso modo de pensar, para que nossas palavras e obras sejam de acordo com a vontade do Pai.
E o Pai, por sua vez, nos dará forças para não cairmos em tentação, e podermos olhar a mulher do próximo com fraternidade, respeito, e não como um objeto de prazer. Além do fato dela pertencer ao nosso irmão em Cristo, e por isso não podemos cobiçar o que pertence aos outros.
E que ninguém se ache forte o suficiente para ignorar a Força do Alto. Pois somente Deus nos livrará das tentações, e das nossas inclinações erradas, das nossas paixões desenfreadas, e das nossas tendências desmedidas.
Jesus afirma que o adultério assim como todo pecado, começa dentro de nós, na nossa mente, nos nossos pensamentos.
Primeiro olhamos acidentalmente, sentimos pelo instinto. Depois, vem os pensamentos, os quais devemos controlar com a ajuda de Deus por Jesus. Somente em Deus temos a capacidade de dominar a força do instinto que junto com a tentação, nos arrasta tomar uma decisão de pecar.
Uma decisão de agir fora do Plano de Deus, fora do Evangelho.
E é aqui que entra o poder da oração. Se você está sendo constantemente tentado a cair, se você se sente atraído por uma pessoa que lhe é agradável, busque a força do Alto, busque a Deus, fuja daquela ocasião de pecado, faça alguma coisa, mas reze. Reze com força e prá valer!
Reze e confie, pois a ajuda do Pai não faltará. E você irá vencer mais essa batalha contra o pecado.
Não vale a pena. Um minuto de prazer que pode destruir a eternidade da sua alma. Mas se isso foi inevitável, se isso vier lhe acontecer, não se esqueça do sacramento da confissão!...
E assim, volte a Deus, volte a Eucaristia, a qual lhe dará força total para resistir o pecado.

Tenha um bom dia. José Salviano.


Um comentário:

Anônimo disse...

Eu, Jair Ferreira da cidade de Cruz das Almas - Ba todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo.

Postar um comentário