.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 6 de novembro de 2016

“O ZELO POR TUA CASA ME CONSUMIRÁ.” – Olivia Coutinho


Dia 09 de Novembro de 2016
 
Evangelho de Jo2,13-22
 
Numa mundo  distante de Deus, impera o individualismo, a ganância, grandes inimigos que cegam o  povo diante os verdadeiros valores!
O evangelho que a liturgia de hoje nos convida a refletir, chama a nossa atenção para a importância de eliminarmos tudo o que nos impede de fazer do nosso coração um templo vivo onde Jesus possa habitar! 
No texto que nos é apresentado, podemos perceber claramente a indignação de Jesus diante a uma tão grande inversão de valores: um templo,  onde deveria ser um local de oração de encontro de irmãos, estava sendo transformado num lugar de comercio, de exploração. 
Indignado, Jesus age com rigor, espalha as moedas pelo o chão, derruba as mesas, expulsa os vendedores e todos os animais, exceto as pombas, com as pombas,  Jesus foi mais ameno, não as expulsou,  pediu que as retirassem dali, certamente, em respeito aos pobres, pois as pombas, eram as  oferendas que  os pobres faziam  ao templo!
É importante ressaltarmos, que a preocupação de Jesus, não era com o templo de pedra, e sim, com o templo de “pedra viva" que é a pessoa humana, pois Ele sabia da esperteza dos guardiões do templo, Ele estava ciente de que estes, que se diziam fiéis a Deus, estavam explorando o povo, principalmente os mais  simples, os pequenos.
Sempre que deparamos com este evangelho, é comum ficarmos centrados na atitude dura de Jesus ao expulsar os vendilhões do templo, e com isso, deixamos de  meditar o mais importante, o cerne do evangelho, que é a apresentação de Jesus, como o  templo vivo de Deus:“Destruí este templo, e em três dias o levantarei.” Com essas palavras, Jesus se revela como o Templo vivo de Deus  fazendo uma alusão sobre a sua morte e ressurreição, (...e em três dias o levantarei.)
Os vendilhões do templo não  entenderam esta fala de Jesus, por estarem voltados para as coisas materiais. Enquanto Jesus falava do templo que era Ele mesmo, eles pensavam que Jesus se referia ao templo de pedra. O que pode acontecer também conosco: não reconhecer Jesus como o Senhor da nossa vida, como o templo vivo de Deus!
Quando Jesus disse: “O zelo pela casa do meu Pai me consumirá.” Ele se refere ao caminho que Ele haveria de percorrer, o caminho da cruz, o preço que Ele pagaria pelo o nosso resgate.
Hoje, nós sabemos, que foi o zelo pelo o que é do Pai, isto é, o zelo pela a humanidade, que levou Jesus à morte! Sabemos também, que foi o amor do Pai pela humanidade, que o ressuscitou no terceiro dia!
Jesus é o templo de Deus, Ele é o próprio Deus, ligados a Ele, somos também templos vivos de Deus, seres humanos que carrega dentro de si, a essência Divina!
Como seguidores de Jesus, precisamos nos comprometer mais com a construção e com a conservação deste templo vivo de Deus, que é o coração humano! 
Respeitemo-nos mutuamente, pois o meu e o seu coração, é templo sagrado onde habita Deus.
 
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook

2 comentários:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário