.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 24 de maio de 2016

“VÓS NÃO SABEIS O QUE PEDIS.”- Olivia Coutinho.

 
Dia 25 de Maio de 2016
 
Evangelho de Mc10,32-45
 
Jesus quer salvar a humanidade  contando com a nossa disposição, com o nosso serviço na construção de um mundo melhor!
 Com o seu testemunho, Jesus nos mostra, que o caminho que nos leva a realização plena, não é um caminho fácil, pelo contrário, é um caminho difícil, porque nele, está presente a cruz! 
O evangelho que a liturgia de hoje coloca diante de nós, nos convida a pautar a nossa vida no exemplo de Jesus, o grande missionário do Pai, que mesmo sendo Deus, se pôs a serviço de todos! “Sendo Ele de condição divina, não se prevaleceu de sua igualdade com Deus, mas aniquilou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo” (Fl 2, 6-7). “O Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida como resgate para muitos” (Mc 10,45).
A narrativa nos adverte quanto  ao risco que corremos, quando deixamos nos levar por interesses pessoais! Voltados para os interesses pessoais,  nós  abandonamos  o projeto de Deus é  aí,  que damos brecha para que  o egoísmo a ambição entrem em nós!
 O texto nos diz, que enquanto Jesus revelava  o desfecho de sua trajetória terrena, a caminho de Jerusalém, os discípulos, movidos pela ambição do poder, almejam por honrarias.  Dois deles, Tiago e João filhos de Zebedeu chegam ao extremo de pedir egoisticamente a Jesus, lugares de honra no Reino dos Céus!
“Deixa-nos  sentar um a tua direita e o outro a tua esquerda, quando estiveres na tua gloria!” Jesus respondeu: “Vós não sabeis o que o que pedis! Por acaso podeis beber o cálice que eu vou beber?” Eles responderam: “podemos.”
 Todos nós sabemos que a resposta destes dois discípulos,  ficaram somente na palavra, pois pouco tempo depois, não somente os dois filhos de Zebedeu, como também os demais discípulos, abandonaram Jesus, e o abandonaram, num momento crucial de sua vida: o momento da sua prisão. 
Beber o cálice que Jesus bebeu, é passar pelo sofrimento sem perder a fé, é carregar a nossa cruz como Ele carregou a Dele! Podemos dizer,  que este, é o grande desafio de um verdadeiro seguidor de Jesus!
Será que nós, comunidade de fé, estamos dispostos a beber o cálice que Jesus bebeu?
Ao contrário dos filhos de Zebedeu, devemos assumir a nossa missão, sem querer algo em troca! A nossa missão, deve se desenvolver em clima de gratuidade, de humildade e de serviço. O próprio Jesus nos deu um grande exemplo de humildade e de serviço ao  lavar os pés dos apóstolos.
A vida de um seguidor de Jesus deve ser marcada sim, não por títulos e sim,  pela vida de comunhão com Deus e com os irmãos, pelo serviço prestado em favor de um mundo mais justo e mais fraterno!
Descobrimos o verdadeiro sentido do nosso existir, quando tomamos gosto de nos entregar ao amor serviço sem esperar por recompensa, afinal, não se busca recompensa do que se faz por amor!
A única recompensa que devemos esperar pelos serviços prestados  na construção do  Reino é a alegria de  sermos acolhidos no coração do Pai, o nosso verdadeiro lugar!  
Na visão do mundo, ser grande é possuir bens, é ter poder, fama, enquanto que para Deus, ser grande, é ter um coração pobre é ser um servidor do reino!
 
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia 
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

Um comentário:

Anônimo disse...

OLÍVIA CONTINUE SEMPRE NA SUA REFLEXÃO, POIS NOS AJUDA MUITO. AMÉM

Postar um comentário