.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 29 de maio de 2016

"BENDITA ÉS TU ENTRE AS MULHERES E BENDITO É O FRUTO DO TEU VENTRE!”-Olívia Coutinho


 
VISITAÇÃO DE NOSSA SENHORA
 
Dia 31 de Maio de 2016
 
Evangelho de Lc1,39-56 

O evangelho que a liturgia de hoje nos convida a refletir, nos apresenta Maria, como modelo de vida cristã, um modelo que deve ser seguido por cada um de nós!
Nossa vida, se pautada no exemplo desta grande mulher, com certeza, será uma vida fecunda!
Assim que recebeu do Anjo, o anuncio de que ela seria a mãe de Jesus, Maria ficou sabendo também da gravidez de sua prima Isabel.
Movida pelo o amor ao próximo, ela se põe à caminho, indo ao auxílio de Isabel, que certamente necessitaria de maiores cuidados devido a sua idade avançada!
Com este gesto de  amor, Maria nos dá um grande exemplo de solidariedade, nos ensinando que o amor é mais do que sentimento, mais do que palavras, o amor é gesto concreto, é decisão de ir ao encontro do outro, de inteirar-se de suas necessidades para poder ajudá-lo.
Subindo montanhas, levando Jesus em seu ventre, Maria se torna a primeira discípula de Jesus!
A narrativa nos fala de dois encontros marcantes, o encontro de duas mães: Maria e Isabel, uma se alegrando com a alegria da outra, e juntas agradecendo a Deus pelo dom da fecundidade, mostrando-nos que o poder de Deus é infinito!
Neste encontro de mães, acontece também o encontro  de duas crianças, que estavam sendo gestadas no ventre destas duas mulheres distintas, um encontro invisível, porém sentido por estas crianças!
 No ventre da jovenzinha de Nazaré, crescia Jesus, àquele que seria O Salvador do mundo e no ventre, antes estéril de Isabel, crescia João Batista, àquele que seria o grande profeta, que iria preparar o caminho para a entrada de Jesus na historia no mundo!
Ao se entregar totalmente à serviço de Deus, Maria participou da história da salvação, enfrentando todos os desafios, desde a concepção de Jesus, até a sua morte de cruz! E mesmo com o coração transpassado de dor, ela manteve-se de pé aos pés da cruz! 
O papel desempenhado por Maria na encarnação e na morte de Jesus, nos deixa um grande exemplo de mulher forte, que ama que não se deixa abater pelo sofrimento porque confia poder de Deus!
No canto do magnificat, o coração de Maria  manifesta de modo transbordante a sua gratidão pela imensidão de maravilhas que Deus realizou em sua vida! Realizações, que Ela reconhecia não serem somente em seu favor, mas em favor de todos, uma vez,  que pelo seu Filho Jesus, a salvação entrou na humanidade! 
O MAGNIFICAT é um canto de amor e de humildade, em que Maria reconhece o poder, a majestade do Senhor e se submete humildemente à sua vontade, proclamando-se bem aventurada.
Com Maria aprendemos que a humildade nos aproxima da perfeição e que ao dizermos "sim" a Deus, Ele nos transforma em “grandes” mesmo dentro da  nossa pequinês!
Podemos também, assim como Maria, louvar a Deus, dizendo: A minha alma engrandece o Senhor, porque olhou para a humildade de seu servo ( a) “ O Todo Poderoso fez grandes coisas em meu favor...”
O canto de Maria, diante do Seu Senhor,  ecoa no coração de quem, assim como ela, reconhece a bondade de Deus e confia  na sua misericórdia!
Que nossos corações sejam  iluminados com a luz da bondade que iluminou  o coração  Maria, a grande defensora dos pobres e sofredores!
“Deus cativou Maria e ela se deixou cativar!” 
Com o testemunho de Maria, aprendemos a dar passos ao encontro de Jesus, a sairmos  de nós mesmos para irmos  ao seu  encontro no encontro com o outro.

FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

3 comentários:

Anônimo disse...

Olivia: Parabéns pela reflexão! Vai me ajudar a refletir na minha comunidade amanhã. Deus lhe pague.
Continue.

Unknown disse...

Maravilhoso comentário.

Unknown disse...

Maravilhoso comentário.

Postar um comentário