.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 23 de maio de 2016

PÃO E VINHO CONSAGRADOS; VERDADEIRAMENTE CORPO E SANGUE DE CRISTO! - Olívia Coutinho


SOLENIDADE DE CORPUS CHRISTI
 
Dia 26 de Maio de 2016                                                
 
Evangelho de Lc 9,11b-17
 
No mesmo Espírito da quinta-feira Santa, dia em que Jesus instituiu a Eucaristia, nós nos reunimos em comunidade, para celebrarmos  o mistério Pascal de Jesus.
Com muita alegria, celebramos hoje, a solenidade do Corpo e o Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo, o grande Mistério de amor que nos une como irmãos enraizados em Cristo!
Na festa de Corpus Christi, somos chamados a contemplar, à Luz da Ressurreição, o mistério da Eucaristia!  Nesta ocasião, repetimos, na procissão Eucarística, o êxodo de Jesus do cenáculo para o monte das Oliveiras, meditando neste trajeto, a imensidão do seu amor por nós, um amor que lhe custou a própria vida!
Na eucaristia, Jesus atinge o ponto máximo de sua doação,  nos dando como nossa comida e  nossa bebida, sinal inviolável da presença viva de Jesus em nós!   
Pão e Vinho consagrados, verdadeiramente  Seu Corpo e Sangue, humanidade  de Jesus, que  se prolonga em nós, nos tornando  eucarísticos!
O pão que Jesus nos dá, é o Pão da vida, sua própria carne, é o Pão que nos transforma, que mina as forças do egoísmo enraizado em nós, nos tornando livres para a comunhão de amor com Cristo e com os irmãos! 
A vida iniciada aqui na terra, quando alimentada do Pão da vida que é Jesus Eucarístico, não será interrompida com a morte física, é  o próprio Jesus que nos dá esta certeza  ao nos indicar o caminho da eternidade: “Eu sou o pão vivo, descido do céu. Quem comer deste pão viverá eternamente”. (Jo 6, 51).
O evangelho  desta solenidade,  mostra-nos mais uma vez, a sensibilidade de Jesus diante a necessidade humana!
O texto narra o episódio que marcou a multiplicação dos pães: o milagre da partilha! O ponto fundamental deste acontecimento é o amor, o amor que move que leva a partilha!
Na multiplicação dos pães, Jesus nos ensina na prática,  que é na partilha que vivemos a comunhão de amor com o Cristo e com os irmãos!
Assim como Jesus  encarregou os primeiros discípulos de saciar a fome de uma multidão:  “Dai-lhes vós mesmos de comer.”  Hoje,  Ele nos encarrega de fazer o mesmo, nos dando a certeza de que: colocando  em suas  mãos, o pouco que temos,  este pouco se transformará  em muito! 
Onde existe amor, existe partilha, onde existe partilha, Jesus entra e o milagre da multiplicação acontece!
Saciar  a fome do outro  é o primeiro passo  de quem deseja viver o mandamento do amor, mas não  se  pode para por aí, é preciso ir mais além, é preciso  encontrar meios de promover o nosso irmão, de contribuir  para que ele possa ter uma vida digna, caminhar com as suas  próprias pernas.
Como seguidores de Jesus, aproveitarmos  todas as oportunidades para despertar no outro  a necessidade de Deus! Mas antes, precisamos saciar a sua fome de pão, uma vez saciado, o nosso irmão, perceberá a presença de Deus em nós, possibilitando-nos   a criar no seu coração,  a  necessidade  de Deus!  Foi o que Jesus fez, à  partir da necessidade do pão material, ele quis criar no povo, a necessidade do pão da vida eterna, que é ele mesmo!
A Festa de Corpus Christi, nos convida a adorar o coração Eucarístico de Jesus, a adorá-lo  não somente no sacrário da Igreja, como também, nos sacrários humanos, no meu e no seu coração! 
 
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

Um comentário:

Anônimo disse...

Bela reflexão Olívia! É verdade onde existe amor existe partilha.

Postar um comentário