.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

“EIS QUE A VIRGEM CONCEBERÁ E DARÁ À LUZ UM FILHO.”- Olivia Coutinho

 
Dia 08 de Setembro de 2016
 
Evangelho de Mt1,1-16.18-23
 
“Quando se completou o tempo previsto, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sujeito à Lei, para resgatar os que eram sujeitos à Lei, e todos recebermos a dignidade de filhos” (Gl 4,4-5).
O amor grandioso do Pai ultrapassou todos os limites, Deus se fez homem para resgatar o próprio homem!
  Foi vestindo- se da fragilidade humana, que Ele resgatou o humano, ensinando-lhe  o caminho da vida!
Jesus não chegou ao mundo  de qualquer jeito, assim como nós, Ele teve  uma origem familiar, uma família biológica!
O evangelho que a liturgia de hoje nos apresenta, nos fala da origem de Jesus, de uma história de amor que começou com a vontade do Pai em nos trazer de volta a seu convívio, uma história que só foi possível,  graças a disponibilidade de Maria em emprestar  o seu útero para gerar aquele que a gerou!
O “sim” de Maria possibilitou o encontro do Divino com o humano! E não podemos  esquecer  da significante colaboração de José, um carpinteiro, que abriu mão de uma vida tranquila na pacata cidade de Nazaré, para assumir o grande desafio: cuidar do Filho de Deus!
A história de Jesus, o seu nascimento, não está distante da nossa realidade, afinal, Jesus, o homem Deus, nasceu de uma mulher e viveu numa família como um de nós!
Olhando para Maria, a Mãe de Jesus, podemos ver uma mulher cheia de graça, uma jovem que abriu mão de todos os seus projetos pessoais para viver o projeto de Deus! Na sua humildade, ela não hesitou em se entregar por inteira à vontade de Deus, deixando tudo acontecer exatamente como Ele quis!
Olhando para José, o pai adotivo de Jesus, podemos ver a figura de um homem bom, um homem simples, de pouca fala, mas que também, como Maria, acolheu na obediência, a vontade de Deus: “José não tenhas medo de levar Maria para sua casa”...  Na sua humildade, José, sem hesitar, acolheu estas palavras de Deus,  proferidas pelo anjo em sonho, acolhendo Maria como sua esposa!
E assim, o projeto de Deus começa a se desenvolver através do humano revestido do divino! É o início da história da Salvação! 
Hoje, nós vivemos os frutos desta bela história de amor, uma história que teve início, mas que nunca terá fim, pois ela continua de geração a geração, hoje, através de nós!
É no amor, no carinho e no serviço ao outro, que vamos dando continuidade a esta história!
É permitindo a ação de Deus no mundo  através de nós, que vamos vislumbrando um novo céu e uma nova terra!
A nossa vida deve ser pautada no exemplo de Jesus, que mesmo sendo Deus, abriu mão de todas as prerrogativas divinas para se tornar "Filho", um filho totalmente dependente do Pai!
Graças ao "sim" de Maria e a colaboração de José, Deus se fez homem, viveu o aconchego de uma família, experimentou as nossas dores e também as nossas alegrias!
Aprendamos com Maria e com José, que, para dizer “Sim” a Deus, não precisamos saber exatamente o que Ele quer de nós, basta nos entregarmos a seu dispor, deixar que Ele realize as suas obras através de nós! 
Com Maria, e como Maria, apresentemo-nos a Deus com o firme propósito de dar Ele o nosso sim, um sim de fidelidade ao seu projeto de vida nova, anunciado por Jesus.

VIVA JESUS MARIA E JOSÉ!
FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

Um comentário:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário