.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 27 de setembro de 2016

-FIZEMOS O QUE DEVÍAMOS FAZER-José Salviano

27º DOMINGO TEMPO COMUM

02 DE OUTUBRO – ANO C

1ª Leitura - Hab 1,2-3; 2,2-4

SALMO 94

2ª Leitura - 2Tm 1,6-8.13-14


Evangelho - Lc 17,5-10





PRIMEIRA LEITURA

O profeta desesperado clama por Deus, exigindo dele uma solução imediata para aquele caos instalado na sociedade em que vivia.
Hoje vivemos um verdadeiro caos instalado no meio de nós. A violência que aumenta, a corrupção que abrange todos os partidos políticos, acaba drenando o dinheiro do povo para as contas daqueles que não pensam em outra coisa senão em si mesmos. O povo sofre sem assistência médica, sem segurança, sem empregos, e não tem para quem reclamar.
Nunca devemos nem podemos exigir de Deus que resolva os nossos problemas, pois os mesmos a maioria das vezes são causados pela nossa injustiça, pelo nosso egoísmo, pelo nosso afastamento dos caminhos de Deus.
Porém, a resposta de Deus ao profeta, nos deixa animados: Quem não é correto, vai morrer, mas o justo viverá por sua fé”.

SALMO
Caríssimos e caríssimas. Não fechemos os nossos corações. Ou seja, não fiquemos indiferentes ao chamado de Deus, aos seus apelos para que nos convertemos.
Pelo contrário, venham todos e adoremos, prostremo-nos diante de Deus altíssimos que nos criou e quer que voltemos para Ele, após esta vida terrena.  Pois Ele nos ama, e nós somos o seu povo, os seus filhos, nós formamos o seu rebanho que é conduzido por suas mãos. 

SEGUNDA LEITURA

Na segunda leitura, o inspiradíssimo Paulo nos avisa que Deus não nos deu um espírito de timidez, mais sim, um espírito de fortaleza e ao mesmo tempo de sobriedade.
Isto significa que somos fortes em Deus. Somos como aço pois temos a força de Deus que nos sustenta, nos defende, nos protege. É Ele que guia os nossos passos, que nos orienta, nos conduz pelo caminho e nos ensina a nos desviar dos buracos e dos espinhos, assim como dos perigos dessa caminhada. É Deus quem cicatriza os nossos ferimentos, e recupera o nosso corpo decaído, por meio dos remédios deixados pelo próprio Deus na natureza.
Porém, para que mereçamos tudo isso, precisamos estar integrados em seu projeto de salvação. É preciso que não nos envergonhemos de dar testemunho do Evangelho, e de evangelizar pela nossa vivência, e de preferência pela palavra.
Sabemos que viver significa sofrer. Infelizmente, a realidade nos faz chorar mais do que sorrir.  Principalmente para aqueles que escolhem caminhos outros, caminhos nos quais usam a esperteza, a maldade, a corrupção e ou a violência, pensando que com isso vão chegar mais rápido à felicidade. E acabam chegando em mais encrencas, em mais sofrimentos, em mais desilusões, pois injustiças e violência acabam produzindo mais injustiças e mais violências.
Porém, para nós que escolhemos o caminho da paz, o caminho da fé, o caminho com Deus, sofremos sim, porém o nosso sofrer é atenuado pela bondade e pelo poder de Deus. Confiemos em Deus, meus irmãos, e não nos esqueçamos de que o Espírito Santo habita em nós.

EVANGELHO

As leituras de hoje nos convidam a termos fé e confiança em Deus. Mesmo que por muitas vezes não entendemos os seus desígnios, o certo é depositarmos nele toda a nossa esperança, pois Deus todo poderoso nunca falha, Ele não nos abandona. Porém, para isso precisamos segui-lo fielmente.
Os apóstolos disseram ao Senhor: “Aumenta a nossa fé!”
A resposta de Jesus pode ser considerada um absurdo por muitos de pouca fé. Porém, é preciso entrar no contexto para entender suas palavras. Jesus usou um estilo hiperbólico, ou seja, um modo exagerado, demasiado, desmedido de se falar, de se explicar uma verdade ou qualquer coisa, como era próprio dos orientais naqueles tempos.
“...poderíeis dizer a esta amoreira: Arranca-te daqui e planta-te no mar, e ela vos obedeceria”.
Porém, o seu modo exagerado de falar, como no dia em que disse que se a tua mão direita te leva a pecar, corta-a...  não deixa de nos trazer à tona uma grande verdade. A verdade de que todo aquele que se entrega de corpo e alma ao poder de Deus, aquela que confia plenamente em Deus, por Jesus, acaba realizando coisas que outras pessoas não são incapazes de fazer.
Jesus disse algumas vezes: “ A tua fé te curou”.  Ora, quantas curas já aconteceram por esse mundo afora, curas que se realizaram pela fé de pessoas que sabiam que a doença pode ser eliminada pelo poder de Deus. Pessoas que rezavam e confiavam que Deus não nos abandona nunca. Isso já aconteceu, e está acontecendo comigo, meus irmãos! Este é o meu testemunho.
QUEM ACREDITA, CONSEGUE!
Pessoas como os homens de negócio, ou comerciantes em vez de acreditar em Deus, usam o pensamento positivo, que de modo geral, até funciona. Porque o pensar positivamente é semelhante ao TER FÉ. Porém, o alcance da perfeição, ou melhor, a aproximação da perfeição para esses que somente pensam positivamente, é coisa impossível, pois eles apenas pensam positivamente, sem depositar sua confiança em Deus, sem ACREDITAR EM DEUS QUE PODE TUDO, E QUER A NOSSA TRANQUILIDADE, A NOSSA PAZ.
O evangelho de hoje nos traz outro ponto para reflexão. “...quando tiverdes feito tudo o que vos mandaram, dizei: 'Somos servos inúteis;
fizemos o que devíamos fazer'.
Nunca devemos nos vangloriar, por sermos ministros de Deus. Jamais nos comportar como se fôssemos mais importantes do que os demais, ou nos aproveitar da nossa posição dentro da Igreja para tirar qualquer tipo de vantagem. Isso tudo por que não estamos fazendo nada mais do que deveríamos fazer, e foi o que Jesus nos disse. Nós fazemos apenas a nossa obrigação de fiéis engajados, de leigos participantes, de ministros ordenados a serviço do Reino de Deus que também é nosso.
O nosso Papa, age assim. Com toda humildade, se misturando no meio dos pobres, se dirigindo a todos em seus discursos com toda humildade, no modo de falar. Ele que é o representante maior de Deus no mundo, o representante máximo da Igreja, é um homem humilde. Então por que nós havemos de sentir com o direito de nos acharmos importantes diante dos demais fiéis?
Nós não somos nada, além de serviçais do Reino de Deus. Sejamos humildes como Jesus o foi o tempo todo! Vamos praticar a palavra que Deus nos deu o privilégio de conhecer tão bem, vamos viver segundo o que pregamos aos nossos irmãos!
Irmãos e irmãs. Sejamos discretos, recatados, nas nossas participações principalmente no altar. Quem deve aparecer é Jesus, e não a nossa pessoa. E lembremos sempre ao terminar o nosso serviço pelo Reino de que: Somos servos inúteis; e só fizemos apenas o que devíamos fazer.


Tenha um bom domingo. José Salviano

5 comentários:

Anônimo disse...

sou uma serva a serviço do reino na minha comunidade,e as vezes me sinto tão inutil,mas desde de que descobri este site fiquei mas segura,pois vcs me ajudam a entender esse ministério de servir com amor e alegria,dar o meu testemunho de vida e acima de tudo ser humilde,obrigada por me ajudarem. que a paz de cristo esteja sempre com vcs.Boa Noite.

José Efigênio Pinto disse...

Caro JOSÉ SALVIANO; Você é uma benção de DEUS, este SITE que você criou nos ajuda cada dia mais, que DEUS continue abençoando VOCÊ e a todos que faz parte deste BLOG. Um grande abraço a todos.

José Efigênio Pinto disse...

Caro JOSÉ SALVIANO; Você é uma benção de DEUS, este SITE que você criou nos ajuda cada dia mais, que DEUS continue abençoando VOCÊ e a todos que faz parte deste BLOG. Um grande abraço a todos.

Revocatus Paul disse...

Obrigado Deus te abençoe.

graça sousa oliveira disse...

Sou a Maria das graças ,parabéns pelo trabalho que vocês estão desempenhando.Que Deus os abençoe e de sabedoria pra continuarem dando esta oportunidade de conhecer melhor sobra a palavra de Deus.

Postar um comentário