.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

sexta-feira, 23 de setembro de 2016

“E QUEM ME RECEBER ESTARÁ RECENDO AQUELE QUE ME ENVIOU.” - Olívia Coutinho.

 

 Dia 26 de Setembro 2016

 
Evangelho Lc 9,46-50
 
Quanto mais conhecemos  Jesus, mais vamos aprendendo a viver na simplicidade, como  Ele  vivia!  O jeito simples que Jesus anunciava o Reino dos céus,  atraia multidões, principalmente os pequenos, que entendiam facilmente a sua linguagem!
No evangelho que a liturgia de hoje nos convida a refletir, podemos perceber claramente, que mesmo tendo deixado tudo para seguir Jesus, os discípulos, antes pessoas simples, deram espaço para  a vaidade!  Mesmo convivendo diretamente com Jesus, eles demoraram para  entender   o seu messianismo! Para eles, o  seguimento a Jesus, traduzia em  realização pessoal, em grandeza, tanto é, que logo que Eles tomaram conhecimento do desfecho da trajetória  terrena  de Jesus, que culminaria na sua morte,  eles se inquietaram, discutiam entre si, qual deles seria o maior, ou seja, quem ocuparia a liderança do grupo na ausência de Jesus!
Percebendo esta inquietação dos discípulos e conhecendo de seus pensamentos, Jesus toma consigo uma criança e diz: “Quem receber esta criança em meu nome, estará recebendo a mim.” Com estas palavras, Jesus nos diz, que  a humildade, a pureza de coração  nos torna grandes aos olhos de Deus!
 Não tem exemplo melhor de humildade, de sinceridade e de pureza, do que uma criança! A criança é sincera, ela não é interesseira, não tem segundas intensões, uma criança ama porque ama, enfim, a criança é o modelo de pureza que agrada a Deus!
Jesus censura a mania de grandeza dos discípulos, percebe que eles ainda não falavam a linguagem do amor tão propagado por Ele! Além de querer ser o maior, eles, tomados  por uma mentalidade contrária à proposta de Jesus, sentem-se incomodados ao constatar que havia outras pessoas, fora do grupo deles, realizando milagres em nome de Jesus! Ao tomar conhecimento de que eles haviam proibido um homem de fazer o bem em seu nome, Jesus os repreendeu dizendo: “ Não o proibais, pois quem não está contra vós está a vosso favor.” Nenhum de nós, pode impedir alguém de fazer o bem, pelo o fato de não pertencerem ao nosso grupo! A prática do bem é sinal de amor, ou seja, qualquer atitude que venha beneficiar alguém, partindo de quem quer que seja, deve ser bem vinda por todos!
Em toda a sua permanência aqui na terra, Jesus nos deixou um grande exemplo de simplicidade: mesmo sendo Deus, Ele se fez pequeno, a sua Nobreza estava em ser “FILHO”, um Filho totalmente dependente do Pai!
Como seguidor de Jesus, não preocupemos com a nossa promoção pessoal e sim, com a promoção da vida do nosso irmão!

FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

Um comentário:

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário