.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Tu és o Cristo de Deus-Reflexão do falecido padre Queiróz

23/09/2016

Reflexão do falecido padre Queiróz

Tu és o Cristo de Deus. O Filho do Homem deve sofrer muito.
Este Evangelho narra três coisas: a sondagem de Jesus sobre a opinião que a multidão e que os discípulos tinham dele; a profissão de fé de Pedro; e o anuncio da paixão, que corrige a visão que os judeus e os próprios discípulos tinham a respeito do Messias, como o glorioso restaurador político do reino de Davi.
Quem sou eu para você? Essa pergunta feita aos discípulos, Jesus a faz a cada um de nós. E quer uma resposta, não teórica apenas, mas vivencial: qual a resposta que damos a essa pergunta com a nossa vida?
Muitos dizem: para mim, Cristo é um amigo, o meu melhor amigo. Está bom. Mas de vez em quando não viramos as costas para ele? Que tipo de amigos somos de Jesus? O verdadeiro amigo não busca o outro só quando precisa dele (amigo interesseiro), mas lhe é fiel sempre. O amigo sabe ouvir. Jesus nos fala através dos Evangelhos e dos pastores da santa Igreja. Os amigos costumam ter os mesmos ideais. Se somos amigos de Jesus, os sonhos dele são os nossos sonhos.
Depois que Jesus fez o pacto de amizade com os discípulos, revela-lhes o seu mistério: é o Messias sim, mas um Messias sofredor, que foi anunciado pelos profetas e bem diferente das expectativas do povo. Aqueles discípulos que eram verdadeiros amigos de Jesus entenderam, por o amigo lê no coração, sabe entender o outro.
Jesus é o próprio Deus encarnado para nos salvar. Através dele, todos nós recebemos a plenitude da vida. Mas para isso precisamos acolhê-lo com generosidade, pois ele é o nosso caminho, verdade e vida. Mais ainda, precisamos continuar a sua missão na terra: “Como o Pai me enviou, também eu vos envio” (Jo 20,21).
Diante da resposta correta de Pedro, Jesus pediu a todos que não contassem a ninguém quem ele realmente é, para que ele pudesse sofrer a sorte comum de todo ser humano que quer viver segundo o plano de Deus, no meio dessa geração depravada.
Ser amigo de Jesus é caminhar com ele e como ele, participando inclusive dos seus sofrimentos. Nós às vezes caímos. Mas Jesus também caiu várias vezes no caminho do Calvário. O importante é, à imitação dele, levantar-nos sempre e continuar carregando a cruz.
Jesus sempre caminhou, aproveitando ao máximo os seus dias na terra. Nós também caminhamos. Cada dia de manhã, desarmamos a nossa tenda e vamos mais à frente, como o povo hebreu no deserto. Se alguém dica parado, não está sendo igual a Jesus.
A esperança é como o arco-íris, que está sempre na nossa frente mas nunca a atingimos. Só no céu, o nosso arca-íris será plenamente atingido por nós.
Faz parte da nossa missão, convidar outros para caminharem junto conosco. “Vem, entra na roda com a gente. Também você é muito importante, vem!”
Só podemos dizer que Jesus é o nosso verdadeiro amigo quando falamos com ele, dialogamos com ele. “Orai sempre”, pediu Jesus.

“Eis que estou à porta e bato. Se alguém me abrir a porta, e ouvir a minha voz, eu entrarei e vou cear com ele “ (Ap 3,20). Jesus hoje convida você a ser amigo, amiga dele, amigo que dialoga, amigo que abre o coração, amigo para sempre.

Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário