.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Deixar tudo para seguir Jesus-Helena Serpa



29 DE MAIO DE 2018 - TERÇA-FEIRA DA OITAVA SEMANA DO TEMPO COMUM   1ª. Leitura – I Pd 1, 10-16 - “a nossa santidade vem do Senhor”

Nesta carta São Pedro abre os nossos olhos para que percebamos a grande graça outrora anunciada pelos profetas que é a nossa salvação por meio de Jesus Cristo. Com efeito, os profetas preanunciaram o sofrimento e a glória de Jesus Cristo, não no tempo em que eles viveram, mas para os que viriam depois deles. Portanto, foi para nós que todas essas coisas aconteceram. Em vista disso, São Pedro nos exorta a manter a nossa mente sóbria e a nossa esperança firme na vida nova que nos foi oferecida por Jesus. Essa vida nova compreende uma nova mentalidade, modelada de acordo com os ensinamentos evangélicos que visam o nosso crescimento rumo à santidade. Assim, ele nos propõe: “Pois está na Escritura: ‘Sede santos, porque Eu sou santo’”.  Se, portanto, somos filhos de Deus, se Ele é o nosso Criador, se Ele é Santo, logo nós também fomos criados para a santidade. Para sermos santos, no entanto, precisamos seguir os passos de Jesus e rejeitar o que o mundo nos propõe assumindo a nossa cruz. Mesmo que outrora tenhamos sido os mais pervertidos e depravados, todos nós somos chamados a assumir a salvação de Jesus anunciada pelos profetas e acolhida pelos apóstolos. Sabedores, pois, de que a nossa recompensa é a vida plena na eternidade, não podemos desanimar nem duvidar, mas seguir adiante no mundo, convencidos, porém, de que estamos aqui apenas de passagem. Enquanto aqui vivemos a nossa vida está entregue ao Senhor que nos guia com o Seu Espírito Santo.  – Você quer ser santo (a)? – O que você acha que precisa fazer para que isto aconteça? – Você segue as regras do mundo ou os ensinamentos de Cristo? – De quem você espera recompensa?

Salmo 97, 1. 2-3ab. 3c-4 (R. 2a)

R. O Senhor fez conhecer seu poder salvador, perante as nações.

O maior desejo de Deus Pai é que acolhamos a salvação que Seu Filho Jesus veio nos dar. Por isso, Ele faz conhecer o Seu poder salvador por meio dos grandes prodígios que acontecem aos nossos olhos. O amor de Deus se revela a cada dia na nossa vida nos livramentos e na Sua providência. Assim sendo, nós cantamos ao Senhor Deus um canto novo, isto é, um canto de vitória e de esperança na vida nova que Ele nos oferece.

 

Evangelho – Mc 10, 28-31 – “deixar tudo para seguir Jesus”


A promessa que o Senhor fez aos Seus discípulos de recompensá-los por terem deixado casa, irmãos, irmãs, mãe, pai, filhos e campos por causa Dele e do Seu Evangelho, ainda continua valendo para nós, agora.  Ele persiste em nos afirmar que a recompensa não virá do modo nem na proporção do que esperamos, mas cem vezes mais do que imaginamos. Deixar pai, mãe, filhos, bens por causa de Jesus e do Evangelho, significa colocar como prioridade as exigências do ser cristão (ã), tornando-se livre de apegos humanos e de idolatrias. Deixar tudo é desvencilhar-se de ideias, planos, preconceitos e pensamentos humanos, racionais a fim de se deixar conduzir pela mensagem do Evangelho, a boa nova de Jesus para os homens. Para o mundo esta concepção denota fraqueza e fracasso e somos considerados como últimos, mas diante de Deus seremos os primeiros.  No entanto, como Jesus mesmo falou, só poderemos comprovar a legitimidade desta promessa se realmente nos dispusermos a sofrer as perseguições inerentes a nossa opção.  Quem tiver deixado “tudo” pela causa de Cristo, receberá desde já, também toda a alegria, paz, esperança, com perseguições e no mundo futuro, a vida eterna.  Deixar tudo não significa lançar fora ou rejeitar as pessoas e bens, mas, simplesmente, vivenciar tudo isso de uma maneira diferente, segundo a proposta do Evangelho.   Quando colocamos Jesus Cristo como centro da nossa vida, tudo o que possuirmos adquirirá um novo sentido e, mesmo com tribulações, conseguiremos usufruir de tudo, com uma nova mentalidade, sem apego, sem egoísmo, com serenidade. Quando nos dedicamos à causa de Cristo, quando temos o nosso pensamento e o nosso ideal de vida, voltados para Ele nem as coisas materiais nem a nossa família nos afastam de Deus porque as coisas da terra nos levam a uma vivencia espiritual que faz toda a diferença na condição da nossa vida. – Você tem deixado tudo pela causa de Cristo? – O que você desejava antes de conhecê-Lo é o mesmo que você anseia hoje? – Você é uma pessoa muito apegada aos seus planos, sua família, seus bens? – Qual é o lugar que Cristo ocupa na sua vida?

3 comentários:

Anônimo disse...

Eu, Jair Ferreira da cidade de Cruz das Almas - Ba todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo.

José Maria Nascimento disse...

Obrigado Senhor, obrigado Helena!!! Excelente reflexão, com sempre.

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.
Santa Maria, Rio Grande do Sul.

Postar um comentário