.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Por que fazeis o que não é permitido em dia de sábado?-Pe. Antônio Queiroz CSsR

03/09/2016





Este Evangelho narra a cena dos discípulos de Jesus, num sábado, apanhando espigas de trigo para comer, porque estavam com fome, e o protesto dos fariseus, pois , segundo a interpretação deles, fazer colheita no sábado era proibido.
Jesus apresenta dois argumentos justificando a ação dos seus discípulos: 1) A fome justifica desobedecer a leis sagradas, como fez Davi, quando estava com fome, entrou em um lugar do Templo que era proibido e comeu os pães que só os sacerdotes podiam comer. Não só isso, mas deu também para seus companheiros. Davi desobedeceu a uma lei muito mais forte e sagrada do que colher espigas no sábado. 2) Mesmo que ninguém tivesse agido assim antes, Jesus podia fazê-lo, porque Deus Pai lhe entregou todo o poder e toda a autoridade. Jesus tem poder absoluto, é o Senhor do Templo, do sábado e de tudo o mais.
Para Deus, a vida está em primeiro lugar, acima de qualquer lei, mesmos as leis religiosas mais sagradas, como foi o caso de Davi e seus companheiros.
Que bom que nosso Senhor e Rei Jesus Cristo coloca a vida humana em primeiro lugar! Não só ele, mas, em toda a Bíblia, a vida é colocada em primeiro lugar, acima de qualquer lei, por mais forte ou sagrada que seja.
“Eu te proponho a vida e a morte. Tu deves escolher a vida. Se obedeceres aos meus preceitos, que hoje te prescrevo, viverás. Se, porém, o teu coração se desviar, certamente perecerás. Cito hoje o céu e a terra como testemunhas de que te proponho a vida e a morte, a bênção e a maldição. Escolhe, pois, a vida!” (Dt 30,15-19). Esta última frase de Deus, nós nos lembramos, foi o lema da Campanha da Fraternidade de 2005.
O pecado original consistiu em deixar de lado a árvore da vida e comer os frutos da árvore do conhecimento do bem e do mal, que levam à morte (Cf Gn 2,17). Adão e Eva menosprezaram a vida.
As decisões políticas afetam diretamente a vida dos cidadãos. Por exemplo, decisões sobre a agricultura, a moradia, o transporte, o emprego... As autoridades políticas devem defender e promover a vida em todos os níveis, especialmente a primeira fase da vida humana, quando ela está dentro da mãe, pois é o período em que o ser humano é mais indefeso.
“A concupiscência concebe o pecado e o dá à luz; e o pecado, uma vez maduro, gera a morte” (Tg 1,15). O pecado, seja ele qual for, tem, no fim do seu caminho, a morte.
“Por acaso eu sinto prazer com a morte do injusto? O que eu quero é que ele se converta de seus maus caminhos e viva!” (Ez 18,23). Deus não quer a morte de ninguém, nem do pior criminoso. O que ele quer é a vida. “Vou pedir contas a todo aquele que prejudicar a vida do seu irmão” (Gn 9,5).
Certa vez, uma senhora ficou gravemente enferma e foi internada no hospital. Sua febre era tão alta que ela entrou em delírio. Sonhou que havia morrido e estava diante de Jesus Cristo para o julgamento.
Jesus, logo que a viu, perguntou-lhe: “Quem é você?” Ela respondeu: “Eu sou fulana de tal, esposa de fulano”. Jesus falou: “Não é isso que eu quero saber. Quem é você?” Ela disse: “Eu sou mãe de cinco filhos”. Novamente Jesus disse: “Não é isso que eu quero saber. Quem é você?” Ela respondeu: “Sou psicóloga e atendo clientes no meu consultório...” Jesus interrompeu: “Não é isso que eu quero saber. Quem é você?”
Ela pensou... e se lembrou: “Ah! Sou católica, batizada, crismada e casada na Igreja. Vou à Missa quase todos os domingos”. Jesus disse: “Ah! Quase. Agora você está chegando ao que eu quero saber. Mas ainda não chegou. Quem é você?” A mulher pensou novamente um pouco e respondeu: “A respeito de caridade, Jesus, o Senhor me desculpe, mas não tenho tempo de pensar nisso”.
Jesus ficou meio triste, e com isso ela acordou. Na verdade, acordou duas vezes: do sono e para uma vida cristã mais comprometida.
A senhora interpretou aquele sonho como um recado de Deus. Depois que sarou, tornou-se uma das pessoas mais caridosas do seu bairro.
A exemplo de Jesus, vamos colocar a vida das pessoas em primeiro lugar! “Eu vim para que todos tenham vida, e a tenham em abundância” (Jo 10,10).
Maria Santíssima é a Mãe da Vida, pois é a mãe de Jesus, que é a Vida. Que ela nos ajude a sempre colocar a vida em primeiro lugar.
Por que fazeis o que não é permitido em dia de sábado?


Um comentário:

Anônimo disse...

Eu todos os dias faço a leitura do dia e complemento com os comentários dessa equipe para complementar meus ensinamento e por em prática muito obrigado, que o Senhor Deus continue derramando benção a todos na Paz de Cristo, Jair Ferreira.

Postar um comentário