.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

A recompensa será no céu-Helena Serpa



07/09/2016 - 4ª. Feira XXIII semana comum – 1 Cor 7, 25-31 – “o tempo está abreviado”
Da mesma forma como um pai zeloso, São Paulo abre os olhos dos fiéis em relação à escolha do estado de vida. Mesmo alertando-os para as tribulações da vida matrimonial, ele, lhes dá liberdade de escolha conforme a situação de cada um. Em seguida ele fala de algo que é muito importante também para nós: não devemos nos apegar a qualquer estado de vida e situação entendendo que viveremos eternamente esta mesma realidade. “O tempo está abreviado”!  Tudo passa! As tristezas, as alegrias, os encargos do matrimônio ou de outra circunstância da vida, não serão para sempre, “pois a figura deste mundo passa”. Devemos encarar a vida e as coisas com serenidade e simplicidade.  O que é mais importante para nós é que, enquanto caminhamos nesta vida estejamos atentos (as) aos sinais de Deus a fim de que possamos realizar fielmente a missão que Ele nos destinou. Ou casados (as) ou solteiros (as), em qualquer situação, nós somos, primeiramente, edificadores do reino dos céus aqui na terra e temos em nós o sinal da Cruz com o qual fomos marcados no nosso Batismo. Somos sacerdotes, profetas e reis com a missão específica de sermos seguidores de Cristo vivendo o Seu Evangelho em toda e qualquer situação de vida.  – Como você encara o seu “futuro” na vida pessoal, profissional, vocacional? – Você é uma pessoa muito preocupada e apegada ao que vive e ao que faz? – Você costuma encarar a realidade de que tudo passa? – Como você tem assumido a missão que Deus lhe deu?                       

Salmo 44 – “Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto!”
O Rei é Deus e a princesa é a nossa alma! Precisamos nos situar nesta realidade. Somos como princesas que buscam encontrar o Rei. Enquanto caminhamos na terra imaginamos o nosso encontro no céu! O palácio real é a vida em Cristo, é o estado da alma que se abriga no coração do Rei e com Ele mantém intimidade sem importar-se com o que se passa ao seu redor.

Evangelho – Lucas 6, 20-26 – “a recompensa será no céu”
Para que possamos compreender as palavras de Jesus, precisamos nos desassociar das ideias que o mundo nos apresenta de que tudo quanto fizermos de bom terá a sua recompensa aqui na terra.  Jesus nos apresenta a felicidade em consonância com o Plano de Deus e nos situa na perspectiva dos que buscam a felicidade aqui na terra seguindo os conselhos evangélicos. As bem-aventuranças são estágios de vida que nos levam a ter o prenúncio das coisas celestes, da realidade do céu. Quando seguimos as sugestões do Evangelho, nós perseguimos a vivência do reino dos céus que é paz interior, justiça, consolo, alegria aqui na terra de uma maneira que o mundo não pode entender e na vida futura a plenitude de tudo isso. Portanto, ser pobre, passar fome, chorar, ser perseguido, odiado, insultado, amaldiçoado, são situações que de acordo com a mentalidade do mundo, revelam infelicidade. Porém, quando vivemos na perspectiva de fazer a vontade de Deus essas coisas que nos acontecem servem de motivação para   que experimentemos cada vez mais o poder e a força do Senhor na nossa vida. Ao contrário, as coisas que o mundo prega como lucro, a riqueza, a fartura, o riso fácil, o elogio, passam e não deixam nenhum vestígio de felicidade. É feliz aqui quem já espera a realização das promessas de Deus que serão plenamente cumpridas no céu. O próprio Jesus nos garante: “Alegrai-vos e exultai, pois será grande a vossa recompensa no céu”.  A expectativa de que um dia contemplaremos a Deus e alcançaremos a plena felicidade, já é um motivo para que sejamos felizes aqui, mesmo passando por dificuldades. Quantos testemunhos nós ouvimos, de pessoas que se encontraram depois de terem vivido tribulações, mas conheceram a força de Deus!  - Você já meditou sobre as bem-aventuranças? - Qual a bem-aventurança que
mais se identifica com você? 1- Você é feliz mesmo que as coisas não tenham sido fáceis? - Você tem sofrido alguma afronta por amor a Jesus? – Você conhece o testemunho de alguém que já viveu isso? – Para você o que é ser feliz?


3 comentários:

Anônimo disse...

SENHOR QUE A TUA PALAVRA SEJA LUZ PARA OS MEUS OLHOS,PARA QUE ENTENDA E ENXERGUE O QUE NAO ESTAMOS AINDA ENXERGANDO ,COM NOSSAS CABEÇAS DURAS ,QUE UM DIA SENHOR ESTE NOSSO CORAÇAO PASSE A SEGUIR,TE COMO DEVEREMOS.

José Maria Nascimento disse...

Obrigado Senhor, por sua revelação e por tudo!!! Obrigado Helena, por nos ajudar a entender essa revelação!!!

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Postar um comentário