.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Nós somos a árvore e os frutos são as nossas ações-Helena Serpa


10/09/2016 - Sábado – XXIII semana do tempo comum  - 1 Coríntios 10, 14-22 – “é tempo de renovar o propósito de conversão”
Nesta carta São Paulo nos adverte de que não podemos ao mesmo tempo beber o cálice de Cristo e dos demônios. Ele falava para aqueles que ofereciam sacrifícios a outros deuses e ao mesmo tempo participavam da ceia do Senhor. Isto também acontece hoje quando nos alimentamos da Eucaristia, participamos do Sacrifício da Missa e ao mesmo tempo cultuamos as coisas e as pessoas que nos tiram da comunhão com Deus.  Não podemos participar da mesa de Cristo e da mesa dos demônios! Os lugares que frequentamos, as músicas que cantamos, os “shows” que assistimos, os filmes com os quais nos entretemos, podem fazer parte deste culto ao demônio do qual São Paulo nos adverte. Não podemos ficar na ignorância, achando que podemos praticar as coisas abomináveis e, depois, também participar da comunhão com Deus e com os irmãos. O Cálice é comunhão com o sangue de Cristo. O Pão é comunhão com o Corpo de Cristo. Jesus nos oferece o Seu Corpo e o Seu Sangue para alimentar a nossa alma e fortalecer a nossa humanidade. Portanto, há um só pão, há um só corpo e todos nós somos participantes dele. Se, estamos levando uma vida duvidosa, não poderemos formar unidade com Deus e seremos maldição para nós e para os nossos irmãos. Não podemos servir a dois senhores, a Deus e ao mundo. Esta recomendação é para você, que participa de algum ministério na sua comunidade e, aparentemente está “servindo” ao Senhor, mas compactua com o “serviço” ao demônio no mundo. Reflita, pense, porque ainda é tempo de renovar o seu propósito de conversão.  – Alguma coisa toca a você nesta exortação? – As coisas que você tem praticado e o que você tem manifestado têm feito unidade com o pensamento de Deus? – Será que você pode estar servindo a “dois senhores”?

Salmo 115 – “Oferto ao Senhor um sacrifício de louvor!”
Cumprirmos as nossas promessas ao Senhor quando na presença do povo reunido nós ofertamos um sacrifício de louvor, vindo de um coração puro, que não se contamina com os ídolos do mundo. –O seu coração é puro?

Evangelho – Lucas 6, 43-49 – “nós somos a árvore e os frutos são as nossas ações”

Neste Evangelho Jesus que nos fazer entender que a Palavra de Deus é a seiva, o alimento e a rocha que nos abastecem para que produzamos frutos bons, para que tenhamos no coração um tesouro valioso e estejamos firmes e fortes diante das tempestades da vida. Dessa maneira, em diversas comparações Ele nos exercita a refletir como tem sido a nossa atuação no mundo. “Toda árvore é reconhecida pelos frutos”; a árvore boa dá bons frutos, a árvore má dá maus frutos. Pelos frutos se conhece a árvore, pelas ações se conhece o coração do homem e pelos alicerces se conhece a solidez de uma construção. Somos nós a árvore e os frutos são as nossas ações e realizações resultantes dos nossos pensamentos e sentimentos vivenciados durante a nossa vida. Somos também, “O homem que tira coisas boas ou más do bom ou do mau tesouro do seu coração”. O que o nosso coração pensa, idealiza e planeja, isto será o que iremos realizar, falar e construir. Conforme o nosso coração esteja, nós poderemos ter atitudes boas ou más a partir do que pensamos ou do que falamos, pois, “a boca fala do que o coração está cheio”. Da mesma forma, podemos ou não, ser o homem prudente  que ouve e põe em prática as palavras de Jesus e que constrói a sua vida na rocha”, por isso, enfrenta as dificuldades e consegue ultrapassá-las.  Quem não escuta nem pratica a Palavra de Deus nunca conseguirá atravessar as dificuldades, pois fracassará, será infeliz e perderá o rumo. Sua casa desabará. Resta-nos, então, avaliar, como estamos vivendo, qual o alimento que nos tem abastecido, o que temos contemplado, em que temos pensado, a fim de mensurar se, realmente, estamos inseridos nas citações de Jesus, hoje. Escutar e viver a Palavra do Senhor é a base para construirmos a nossa vida sobre a Rocha. A Palavra nos direciona, esclarece, liberta, ilustra e nos dá motivação. Porém, para que possamos colocar o alicerce sobre a rocha, precisamos cavar fundo, sair da superficialidade, mergulhar de cabeça na Palavra até encontrar a fonte que se encontra no mais profundo do nosso ser. Nós nunca encontraremos Deus na superficialidade da nossa razão, mas sim, na profundidade do conhecimento da Sua Palavra. – Você se apoia na Palavra de Deus para enfrentar as suas dificuldades?   – Como são os frutos que você está produzindo no mundo: bons ou maus? – Como têm sido as suas ações no mundo: boas ou más?  - Como é o tesouro que tem no seu coração: bom ou mau? – O que você tem presenciado no mundo em relação ao que Jesus fala aqui?  


3 comentários:

Jose Maria Nascimento disse...

Obrigado !!!

Mariano Silveira disse...

DEUS te abençoe e te ilumine. Obrigado p/ reflexão.

Anônimo disse...

SENHOR EU VOS AMO DE TODO O MEU CORAÇAO,OBRIGADO MEU SENHOR POR TUDO O QUE NOS TEM DADO,PERDAO SENHOR POI S AINDA NAO ESTAMOS DANDO DEVIDA ATENÇAO AO QUE NOS TEM ENSINADO,MAS PEÇO A LUZ DO TEU SANTO EXPIRITO PARA QUE UM DIA POSSAMOS MERGULHAR NAS MARAVILHAS DE VOSSO ENSINAMENTO.

Postar um comentário