.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

terça-feira, 29 de abril de 2014

“FICA CONOSCO, POIS JÁ É TARDE E A NOITE VEM CHEGANDO"! - Olívia Coutinho


                                             3º DOMINGO DA PÁSCOA
Dia 04 de maio de 2014
Evangelho de Lc 24,13-35


          Quantas vezes, caminhamos sem rumo, sem motivação e no declinar do dia, sentimos cansados, desanimados, sem nenhuma perspectiva de dias melhores.
          Quando a nossa vida  perde o sabor, quando  nossos passos não nos levam a lugar nenhum,   é sinal de que não estamos reconhecendo a presença de Deus em nossa vida, de que está nos faltando algo imprescindível, o alimento vital que nos devolve a alegria de viver, que nos mantém de pé nos vendavais da vida, que é  a fé!
            A fé nos motiva nos dá energia, vitalidade, nos devolve a esperança que o sofrimento insiste em roubar de nós!
         O evangelho de hoje, narra a história de dois discípulos, que não vendo mais razões para permanecerem em Jerusalém, após a morte de Jesus, decidem voltar para Emaús.
          Tristes e amedrontados com tudo que acontecera com o Mestre, a quem eles haviam depositado o destino de suas vidas, estes dois discípulos tomam o caminho de volta ao povoado de Emaús, carregando consigo um Jesus morto, o que os impediu de enxergar de imediato, o Jesus vivo que caminhava com eles!
Enfraquecidos na fé, eles haviam perdido a esperança muito rápido, dando a entender de que não haviam confiado no que Jesus lhes havia dito pouco antes de sua morte:“O filho do homem vai ser entregue nas mãos dos homens. Eles o matarão, mas no terceiro dia ele ressuscitará.” Mt 17,22-23.
        Nós também, às vezes somos assim, nem sempre confiamos no que Jesus nos diz, nem sempre O enxergamos junto de nós!
        Os discípulos de Emaús, só reconheceram Jesus, no momento em que Ele parte o pão. Foi a partir deste instante, que os seus olhos se abriram e eles puderam vivenciar a alegria da ressurreição de Jesus, tornando em seguida, mensageiros desta Boa Notícia: Jesus Cristo ressuscitou! Ele vive entre nós!
Cheios de alegria, fizeram o caminho de volta à Jerusalém, contando a todos a bela experiência do encontro que tiveram com o Cristo Ressuscitado!
         Estes dois discípulos, que demoraram tanto para reconhecer Jesus, caminhando com eles, representam todos os aqueles, que ainda não tem uma fé consistente, que perdem  a esperança diante a um suposto fracasso.
          Que esta lentidão dos discípulos de Emaús, não se repita conosco, que não sejamos cegos, lentos para perceber a presença de Jesus caminhando conosco!
           Busquemos sempre nos alimentar na fé, pois é pela fé que enxergamos a presença do Cristo Ressuscitado no meio de nós!
           O episódio, que nos foi apresentado, nos desperta também, para a importância de buscarmos sempre um jeito novo de viver a fé, chama a nossa atenção para algo que hoje quase não praticamos nas nossas relações humanas: o ouvir o outro, o caminhar com ele, o conhecer a sua história, seus sonhos... Foi isto que Jesus fez ao caminhar com os discípulos de Emaús, Ele, que à princípio fora visto com um forasteiro,  falou, ouviu, inteiro-se dos fatos...
           Muitas vezes, somos indiferentes ao outro, até mesmos dentro de nossas próprias casas, quantos filhos mal se falam com seus pais, quantos pais não reservam tempo para os filhos. Estamos sempre apressados e com isso, não nos damos tempo para perceber no outro, a presença do Cristo Ressuscitado.
          A nossa missão nasce à partir do nosso encontro pessoal com o Cristo Ressuscitado e cresce à medida do nosso envolvimento com Ele!

          FIQUE NA PAZ DE JESUS! Olívia
 Venha fazer parte do meu grupo  no Facebook -  https://www.facebook.com/groups/552336931551388/

Um comentário:

Anônimo disse...

Deus a abençoe. Continue sendo uma presença de Deus na vida das pessoas.

Postar um comentário