.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quarta-feira, 9 de julho de 2014

O Evangelho em primeiro lugar-Helena Serpa

14 de julho - Segunda - Evangelho - Mt 10,34-11,1

Evangelho – Mateus 10, 34-11,1 – “O Evangelho em primeiro lugar”


Neste Evangelho Jesus nos dá um veredicto: Ele em primeiro lugar! Em primeiro lugar o Evangelho e os Seus ensinamentos. Por isso, nós não podemos seguir o ensinamento daqueles que contradizem a Palavra de Deus mesmo que estas sejam pessoas muito queridas para nós, como nosso pai ou nossa mãe. O seguimento a Cristo nos condiciona a tê-Lo em primeiro lugar na nossa vida! Antes de tudo nós precisamos viver o Evangelho e os ensinamentos de Deus Pai, que Jesus veio nos revelar. A Palavra de Deus é bússola para nossa caminhada. Com efeito, precisamos perceber em que ponto nós estamos indo contrário ao que Jesus nos ordena. Neste Evangelho Jesus vem arrancar das nossas mãos a paz da acomodação e nos entregar a espada do Espírito Santo para que nós possamos lutar contra toda heresia e contra testemunho. Jesus veio trazer a Sua paz que é gerada na justiça de Deus e na Sua vontade para a nossa vida. A vontade de Deus é soberana e não a vontade dos homens, por isso, Ele é bem claro e explícito quando afirma que não é digno de si todo aquele que ama seu pai e sua mãe mais do que a Ele. Amar aqui significa ouvir, seguir, dar atenção, privilegiar, em fim, ter mais consideração e obedecer. Jesus não veio nos separar fisicamente uns dos outros, mas sim, das ações, da mentalidade e das práticas dos que são do mundo. Quem quiser seguir a Jesus não ficará sem recompensa! Quem acolher aquele que vem em Seu Nome será acolhido também pelo Pai! Quem tomar a sua cruz assumindo a vida dentro dos conceitos evangélicos imitando a Jesus que morreu na Cruz para nos salvar será digno de ser Seu discípulo. Assumimos a cruz quando nos apossamos da salvação de Jesus e não queremos promover a nossa própria salvação. - A quem você costuma seguir: ao que Deus lhe recomenda ou o que os seus queridos lhe sugerem? – Você seria capaz de fazer uma opção radical por Deus, mesmo que fique contra toda a sua família? - Você já tentou atrair a sua família para Deus, da mesma forma que as outras pessoas tentam atraí-la para o mundo?

Helena Serpa

Um comentário:

José Maria Nascimento disse...

Excelente reflexão! Obrigado!!!

Postar um comentário