.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

quinta-feira, 24 de julho de 2014

SÓ ENCONTRA O REINO DOS CÉUS, QUEM O PROCURA! - Olívia Coutinho

 

17° DOMINGO COMUM

 
 Dia  27 de Julho de 2014
 
Evangelho Mt 13,44-52
 
Quando ouvimos falar de um Reino de amor, de paz e  de  justiça, imaginamos algo distante de nós, um lugar diferente deste mundo que a cada dia vai perdendo de vista o maravilhoso horizonte da paz e do amor! E quando ouvimos Jesus dizer,  que Reino dos céus está próximo, ficamos apreensivos, pois imaginamos   a proximidade da nossa morte.  Tudo porque ainda nos falta uma compreensão  maior do que Jesus nos diz. Muitos de nós, acreditamos num reino dos céus, somente  depois da  morte. 
É importante conscientizarmos, de que o reino dos céus,  não está aqui e nem ali,  ele não  é um lugar físico, e sim  um estado de espírito que pode ser vivido por todos aqueles que realiza a vontade de Deus, que estão  o tempo todo em sintonia com Jesus.
O  reino dos céus  não está  fora do nosso alcance,  pelo contrário, ele está mais próximo de nós do que imaginamos, já que, o próprio Jesus, que si dá a cada um de nós na eucaristia,  é a presença deste reino! Por tanto, o reino dos céus, já está em muitos de nós, que  alimentamos  do corpo e do sangue de Jesus!  
No evangelho deste Domingo, Jesus  continua chamando  a nossa atenção  para o supremo valor que devemos dar à salvação, priorizando sempre os valores do  reino! A vida nova que Deus nos oferece  por meio de Jesus,  não pode ser sacrificada por nenhum outro valor, pois  é  nesta vida nova, que se encontra o grande tesouro, que é o ingresso para a nossa  vida definitiva!
A porta de entrada para esta  vida nova que Jesus chama de reino dos céus, é o próprio Jesus! Longe Dele, não há como chegar ao  Pai ! Jesus é o caminho que nos conduz ao Pai, portanto, a nossa salvação, passa por Ele.
A primeira  parábola  descrita no evangelho de hoje, é a parábola do tesouro escondido. Nela Jesus  nos fala da importância de priorizarmos os bens eternos! O nosso tesouro celeste, é construído com as nossas  atitudes de amor do dia a dia.
Na segunda parábola, Jesus   compara o reino dos céus com um comprador que procura pérolas,  chamando a nossa atenção para  o valor supremo que devemos dar a salvação, nenhum outro valor pode  superar este bem maior.
Tanto na parábola do Tesouro escondido,  como na  do comprador de pérolas, Jesus quer nos dizer que só encontra o reino dos céus  quem o procura.
O texto  nos apresenta ainda a parábola da rede lançada ao mar. É Deus quem lança a sua rede, não, uma rede qualquer, e sim, uma rede ampla que pesca tudo. Essa experiência, todo pescador tem: ao lançar a rede ao mar, ele sabe que não terá  como evitar que os peixes não bons também  entrem na rede, pois  é impossível controlar o que acontece nas profundezas do mar. Só ao puxar a rede, é que ele  poderá fazer a seleção.  
Deus também não controla as profundezas do “mar” humano, Ele respeita  a liberdade de cada um, só fazendo  a seleção entre maus e bons  no dia do juízo final. Ao permitir que bons e maus permaneçam juntos, o nosso Deus misericordioso, dá a todos a oportunidade de conversão. Esta parábola nos adverte: nós  também passaremos por esta seleção.
No final do evangelho, Jesus acrescentou: “Assim, pois, todo mestre da lei que se torna discípulo do reino dos céus é como um pai de família que tira do seu tesouro  coisas novas e velhas”. Com isso, Jesus quer nos dizer que o conhecimento do Reino dos céus, se faz de uma mescla de coisas novas e velhas, portanto, não se deve apregoar a mudança de tudo, ou seja, as coisas  que se aprende no antigo testamento também tem o seu valor.
Jesus não desconsiderou o que fora passado  no antigo testamento, o que Ele fez, foi apenas aprimorar o que fora ensinado. Na verdade, todos os ensinamentos de Jesus, que é um convite  a uma vida nova, são  baseados no antigo testamento, porém, revestido  de uma melhor interpretação.
Viver as alegrias do reino dos  céus , é viver o céu já aqui na terra, é estar no mundo  sem pertencer ao mundo.
  FIQUE NA PAZ DE JESUS! – Olívia Coutinho
Venha fazer parte do meu grupo de reflexão no Facebook:

Um comentário:

Anônimo disse...

que bacana aos poucos tomarmos consciencia de que este reino está tão presente em nós. parabens!

Postar um comentário