.

I N T E R N A U T A S-M I S S I O N Á R I O S

SOMOS CATÓLICOS APOSTÓLICOS ROMANOS

e RESPEITAMOS TODAS AS RELIGIÕES.

LEIA, ESCUTE, PRATIQUE E ENSINE.

PARA PESQUISAR NESTE BLOG DIGITE UMA PALAVRA, OU UMA FRASE DO EVANGELHO E CLICA EM PESQUISAR.

domingo, 4 de janeiro de 2015

Comentários ESPECIAL-Prof.Fernando

Comentários-Prof.Fernando*MARIA MÃE DE DEUS = 1º janeiro 2015

Fim ou começo
·                    Festas de fim de ano, esse tempo meio lento depois do natal. Parece que o ano novo começa devagar (dizem que, no Rio, só depois do carnaval...) Período de retrospectivas e revisões, propósitos e desejos. A gente lembra projetos inacabados, conversas interrompidas e nossos mortos que se foram. A gente gosta de limpar armários e gavetas, separar roupa sem uso, de fazer faxina geral. Penso que a maior parte de nossos crimes e pecados que agora recordamos (os grandes ou os pequenos), todos provêm de mal entendidos na comunicação. Ela parece sempre confusa, dada as limitações da linguagem e de outras características humanas. Este é um tempo de “esquecer”. Às de perdoar, às vezes de confessar as dívidas aos outros e perdoar-lhes as suas, assim como Ele – que sonda o íntimo do coração – perdoa dívidas, imensas e únicas, porque são as nossas.
·                    É inevitável a alegria ruidosa das ceias e festas da “passagem de ano”. O “Réveillon” e noites mal dormidas. O mundo todo gosta de luzes, fogos, barulho, orquestras e danças. Assim se expressa a esperança do novo ano. De uma terra nova, sem guerra nem brigas, planeta em carnaval e festas. Tudo são desejos de mudança: das flores que a religião oferece no mar até os costumes usar certas cores e roupas. Sem falar dos costumes de pular 7 ondas, chupar uvas, etc. Enquanto a religião insiste em oferecer dádivas aos deuses para receber, em troca, sua proteção, a Fé cristã só reconhece que recebeu tudo. De (G)graça.
Lá no presépio os pobres e simples entre maravilhas
·                    Sem fogos de artifício nem barulho, os personagens do presépio de Natal curtem alegrias mais íntimas. Oxalá todo mundo possa virar noites, mesmo ruidosas, aguardar a contagem regressiva para os fogos (Ou as contagens: em várias partes do mundo), sem deixar de reservar algum momento do dia Primeiro para um silêncio, olhando dentro do coração.
Lucas 2,16-21: Os pastores foram às pressas a Belém ... contaram o que lhes fora dito sobre o menino. E todos os que ouviram os pastores ficaram maravilhados. Quanto a Maria, guardava todos estes fatos e meditava sobre eles em seu coração... Quando se completaram os oito dias para a circuncisão do menino, deram-lhe o nome de Jesus, como fora chamado pelo anjo.
·                    No Calendário Romano a festa do Nome de Jesus foi celebrada de 1721 até uma reforma litúrgica de 1969 junto com a festa da Circuncisão de Jesus. Os ortodoxos conservam a festa da Circuncisão, ao passo que as igrejas protestantes a do Nome de Jesus. Neste dia 1 de janeiro, o Calendário romano preferiu – depois do Natal do menino – fazer memória da mãe.
·                    Da mesma leitura do evangelho cada uma das grandes Tradições em que se divide o Cristianismo (ver quadro de 2015 ao final) destaca um aspecto nesta oitava do Natal. De qualquer modo, estamos mergulhados ainda no grande Mistério da Palavra de Deus que escolheu nossa Carne para ser sua presença na História. Verdadeiro ser humano, Jesus segue as leis sócio-religiosas de seu povo (circuncisão). Seu nome trouxe a Salvação gratuita do divino entrando na história. A mãe “guardava tudo e meditava em seu coração”.
·                    Os pastores (os mais pobres) são os primeiros a correr a Belém, contando maravilhas. Aquela que recebeu a Graça de ser a mãe do próprio Deus, procurava meditar e entender para além das aparências, para interpretar direito tudo o que diziam a respeito de seu filho, o que significava a “Salvação” da humanidade, os dias e anos que viriam depois. Sua fé se consolida nesse “tempo interior de contemplação e oração. Assim se preparava para os dias de cruz e também para chegar até a compreensão da alegria total vinda com a ressurreição.
A mãe e o filho
·                     A festa de Maria mãe de Deus (“ a Theotókos” como a chamam até hoje os ortodoxos) volta a nos lembrar da centralidade da Fé, como o dom fundamental que recebemos, verdadeira “luz que brilhou nas trevas”. Maria procurou escutar com atenção, guardando e meditando tudo em seu coração. Confiou na Palavra que falou com ela. Recebeu a graça a partir do anúncio do mensageiro e acreditou. Nós recebemos a mesma graça por outros mensageiros, herdeiros do testemunho que veio desde os apóstolos. Com confiança guardamos a Esperança de um novo ano. Que alargue a paz pelas atitudes de maior tolerância, solidariedade e socorro mútuo socorro. ooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo
 ( * ) Prof.(1975-2012:filos/educ/teol/ética) fesomor2@gmail.com

 ANEXO: 2015 LITURGIA


FELIZ ANO NOVO !!!
Principais festas (algumas coincidem) nas 3maiores Tradições cristãs
Coluna 1= traz o calendário romano. Coluna 2= no LCR (também em anos A, B e C) elaborado em conjunto por igrejas protestantes e católica nos Estados Unidos (desde anos 60) e usado pela maioria das igrejas, sobretudo de língua inglesa; no Brasil: por presbiterianos, luteranos e metodistas. Coluna 3= calendário (gregoriano) dos ortodoxos, que têm 12 Grandes Festas, das quais 3 dependem da festa móvel da Páscoa: Ramos, Ascensão e Pentecostes.

2015
Calendário romano (católicos)
Lecionário Comum Revisado
Ortodoxos: festas móveis em datas diferentes
JAN01
Santa Mãe de Deus,Maria
Santo nome de Jesus

dom04
Epifania (Reis)


06

Epifania
Teofania (Reis)




dom11
Batismo do Senhor
1ºd.ap.Epifania(Bat. Senhor)

dom18
2ºdo Tempo Comum
2ºdom após Epifania(ouT.C.)

dom25
3ºdo Tempo Comum
3ºdom após Epifania(ouT.C.)

FEV01
4ºdo Tempo Comum
4ºdom após Epifania(ouT.C.)

02
apresentação no Templo
apresentação no Templo
apresentação no Templo
dom08
5ºdo Tempo Comum
5ºdom após Epifania(ouT.C.)

dom15
6ºdo Tempo Comum
últ.dom após Epifan.(ouT.C.)
Transfiguração do Senhor

18
Quarta-feira de CINZAS
Quarta-feira de CINZAS

FEV22a MAR22
1ºda QUARESMA
ao 5º da QUARESMA
IDEM
1 a 29 de Março:1 a 5dom
da QUARESMA
25
Anunciação
Anunciação
Anunciação à Mãe d Deus
dom29
de Ramos
dom Ramos (dom da Paixão)
[ 5ºdom QUARESMA ]
ABR05
PÁSCOA
PÁSCOA
Domingo de Ramos
dom12
2ºdom da Páscoa
2ºdom da Páscoa
PÁSCOA
dom19
3ºdom da Páscoa
3ºdom da Páscoa
Páscoa:dom.de Tomé
25
Marcos, evangelista
Marcos, evangelista
Marcos, evangelista
dom26
4ºdom da Páscoa
4ºdom da Páscoa

MAI 03
5ºdom da Páscoa
5ºdom da Páscoa
Pásc:dom.das mirróforas
dom10
6ºdom da Páscoa
6ºdom da Páscoa
Pásc:dom.do paralítico
dom17
Ascensão
7ºdom da Páscoa (ascensão)
Pásc:dom.da samaritana
dom 24
PENTECOSTES
PENTECOSTES
Pásc:dom. cego de nasc.
dom 31
Santíssima Trindade
1º dp.Pentecostes(Trindade)
Pentecost.=dom daTrind
JUN 7a NOV22
10º dom.Tempo Comum
a 34º T.C. (26dp.Pent)
IDEM
[1º dom.pós-Pentecostes=
Todos os Santos]
JUN 4
Corpus Christi


JUN 24
Natividade S.J.Batista
João Batista, Profeta
Nat.do santo profeta João
JUN 28
São Pedro e São Paulo
5º dp.Pentecostes (13ºTC)
[final jejum dos Ss.Apóst.]
JUN 29
[no Brasil passa a dom­]
Pedro e Paulo, Apóstolos
Apóstolos Pedro e Paulo
AGO 15
[no Brasil passa a dom¯]
Maria, mãe do Senhor
Dormição de Maria
AGO 16
Domingo: Assunção


NOV 1
Todos os Santos
Todos os Santos,
[1ºdom após Pentecostes]
NOV 22
JCRei (34ºTC/26ºdpP)
J. Cristo Rei (26ºdp.P/34ºTC)


Fim do ano litúrgico14-15
Início do novo ano litúrgico=
2015/2016 = ano “C”
NOV29aDEZ 22
4 domingos do
Advento
IDEM
[15 nov até 24 dez:
Preparação para o Natal ]
25
NATAL
NATAL
NATAL
dom 27
Sacra Família de Jesus
1º dom após o Natal
[3º dia após o Natal]
PERÍODOS: começa com Advento/NatalQuaresma / Páscoa / Pentecostes + “Tempo Comum”

FSM/dez2014

Um comentário:

Severino Fernandes disse...

tenha um ano de muita paz e sabedoria.Pra nós transmitir mais conhecimentos. Preciso aprender mais. Para levar aos meus irmãos de caminhada.

Postar um comentário